O fim está próximo. Não somos nós que o dizemos, é o que Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawrence têm para anunciar à presidente dos EUA, Meryl Streep. Um cometa gigante está a caminho da Terra — mas histórias destas já ela está farta de ouvir. Nós também, embora “Não Olhem Para Cima” em nada se assemelhe ao que se tem feito sobre apocalipses prestes a acabarem com a humanidade. Se DiCaprio e Lawrence são capazes de salvar o mundo, só irá descobrir-se a 24 de dezembro, quando a história ficar disponível na Netflix, mas até lá chegam outros filmes imperdíveis que nem vão passar pelos cinemas. É nos streamings que se instalam desde o primeiro minuto.

Alguns ainda não têm trailer mas até 31 de dezembro haverá para ver o novo projeto de Paolo Sorrentino, “The Hand of God”, que mistura memórias pessoais do realizador com a chegada de Diego Maradona a Nápoles. A contagem decrescente para o aguardado “Duna”, de Denis Villeneuve, não terá de ser adiada mais nenhuma vez e Keanu Reeves está a caminho com “The Matrix Resurrections”.

Três atrizes bem conhecidas estreiam-se na realização: Halle Berry com “Ferida”, Maggie Gyllenhaal com “The Lost Daughter” e Rebecca Hall com “Passing”. Além destas três mulheres, Jane Campion (que em 1994 ganhou os Óscares de Melhor Argumento Original e Melhor Realização com “O Piano”) dirige o primeiro filme em 12 anos. “O Poder do Cão” junta Benedict Cumberbatch, Kirsten Dunst e Jesse Plemons.

Mas em vez de continuar com os resumos, o Observador fez a lista dos melhores filmes que se estreiam até ao final de 2021 e que vão estar disponíveis nas plataformas de streaming.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.