Obrigado por ser nosso assinante. Usufrua de leitura ilimitada deste e de todos os artigos do Observador.

A escola secundária Westland, em Ohio, nos Estados Unidos, voltou a abrir depois de ter sido fechada após relatos de “uma luta e grande multidão” esta quarta-feira. As autoridades detiveram várias pessoas para interrogatório e continuam a investigar, informou o gabinete do xerife do condado de Franklin.

A escola pediu ajuda depois de terem sido reportados confrontos por volta das 8h20 e o alarme de incêndio ter sido ativado, reportou o The Columbus Dispatch.

De acordo com a última informação do gabinete do xerife do condado de Franklin, partilhada no Twitter, “a situação foi rapidamente controlada e a escola agora está segura”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Maureen Kocot, porta-voz do gabinete do xerife, disse que pode ter havido até 100 pessoas diretamente envolvidas na luta ou nas imediações, relatou o The Columbus Dispatch.

Não está claro exatamente quantas pessoas foram feridas e qual é a extensão dos ferimentos.