Obrigado por ser nosso assinante. Beneficie de uma navegação sem publicidade intrusiva.

Um grupo de javalis avistados a passear por uma estrada com trânsito em Roma, em Itália, lançou a questão sobre o estado de decadência da capital italiana para o topo do debate antes das eleições.

Para grande surpresa de quem estava na cidade, cerca de 13 javalis, caminharam entre a trânsito na Via Trionfale — uma rua movimentada no norte de Monte Mário, escreveu o The Guardian.

A cena foi captada em vídeo e amplamente compartilhada nas redes sociais, tendo sido razão de várias piadas dos internautas, que sugeriram que Roma deveria introduzir “pistas de javalis” em vez de ciclovias.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Contudo, a cena não trouxe ao de cima apenas piadas, mas também exasperação entre os residentes, já que avistamentos de javalis em Roma não são uma novidade: os animais costumam ser vistos em pilhas de lixo, geralmente nos arredores da cidade.

Na semana passada, javalis misturaram-se entre os pais que esperavam pelos seus filhos numa escola no distrito de Monte Mário. Os animais também foram fotografados recentemente fora do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Itália, enquanto alguns residentes relataram terem sido seguidos por javalis.

Em maio, um grupo de javalis famintos cercou uma mulher no estacionamento de um supermercado em Formello, uma cidade fora de Roma, e comeu o conteúdo dos seus sacos de compras.

Virginia Raggi, do Movimento Five Star, espera ganhar o segundo mandato como presidente da câmara de Roma nas eleições de 3 e 4 outubro, apesar de ser frequentemente atacada pela gestão da cidade.

Enquanto os seus oponentes políticos se aproveitavam do último avistamento de javalis, disse: “Os meus acusadores continuam a usar fotos e vídeos de javalis em Roma, dando-me total responsabilidade”.

É claro que os javalis são um problema que não diz respeito apenas à capital. Se uma senhora é perseguida por um javali em Formello, uma pequena cidade ao norte de Roma.”

Os residentes de Roma há muito lamentam a degradação da cidade — desde as ruas cheias de lixo, os parques degradados, os buracos e edifícios históricos grafitados — mas, embora tenha havido alguma melhoria na manutenção de Roma durante a pandemia, os velhos problemas voltaram à tona conforme a cidade começou a ganhar vida de novo.

Raggi foi eleita presidente da câmara em junho de 2016, com a promessa de resolver todas as questões profundamente enraizadas e tornar Roma “habitável novamente”.

As sondagens divulgadas desta semana colocaram-na em terceiro lugar entre os quatro candidatos.