Obrigado por ser nosso assinante. Beneficie de uma navegação sem publicidade intrusiva.

A diretora dos Centros de Controlo e Prevenção da Doença norte-americanos, Rochelle Walensky, passou por cima da recomendação do painel de especialistas e vai recomendar a dose de reforço da vacina da Pfizer/BioNTech também a pessoas cujas profissões os coloquem em risco acrescido de serem infetados com Covid-19.

O painel tinha recomendado que a terceira dose fosse oferecida a pessoas com mais de 65 anos, residentes nos lares e pessoas entre os 50 e os 64 anos com comorbilidades, seguindo a autorização dada pela agência reguladora do medicamento (FDA).

O painel tinha rejeitado que a dose de reforço fosse dada a adultos (entre os 18 e o 64 anos) exclusivamente porque o local de trabalho os colocava em risco acrescido de serem infetados, como os profissionais de saúde — com nove votos contra seis a favor.

Contudo Walensky decidiu autorizar a terceira dose também neste caso, noticiou o jornal The Washingthon Post. Aliás, a FDA também tinha autorizado a terceira dose para profissionais de saúde, professores e trabalhadores dos supermercados.

A terceira dose está aprovada apenas para a vacina da Pfizer/BioNTech e será dada seis meses após a segunda.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR