O cabeça de lista do PAN à Câmara de Coimbra, Filipe Reis, disse esta sexta-feira que é “urgente a rapidez de resposta” por parte da Câmara Municipal de Coimbra às solicitações dos munícipes.

“Não podemos estar anos à espera de uma resposta, seja por uma questão que tenha a ver com a sua habitação privada, tenha a ver com um projeto de investimento que cria emprego, ou uma coisa tão simples como um cidadão querer saber quando é que arrancam as campanhas de esterilização massiva apoiadas pelo canil”, disse esta sexta-feira o candidato do PAN.

Filipe Reis apontou que este é um problema que afeta os investidores que têm em Coimbra os seus negócios, como prejudica a própria cidade, no sentido em que os investidores escolhem outra cidade pela demora da resposta por parte da câmara.

“Nós podemos fazer promoção de Coimbra, concursos de empreendedorismo, muitas iniciativas interessantes e potenciadoras do investimento e do emprego, mas cujo resultado é absolutamente zero se o potencial investidor quando decide avançar para um investimento em Coimbra depois não tem resposta”, explicou o candidato à agência Lusa.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Filipe Reis referiu que para os investidores que estão no município que querem aumentar os seus negócios, vêm-se “prejudicados”, pois as “candidaturas a diversos tipos de apoios têm prazos”.

“A câmara tem é de responder em tempo útil”, frisou.

“Não faz sentido uma jovem, que o avô até lhe deixou um terreno e quer fazer uma casa, não fazer e adiar os seus projetos de vida porque demora três ou quatro anos”, exemplificou.

O cabeça de lista do PAN, caso entre para a “vereação da Câmara ou pelo menos para a Assembleia Municipal” espera ter acesso aos procedimentos e organização dos serviços, de modo a verificar se é “uma questão de organização, ou seja, a tal burocracia excessiva, se não há processos redundantes, um papel não dá três voltas quando podia dar uma”, ou se é uma questão de “falta de recursos”.

“Se há trabalhadores a menos em setores nevrálgicos, temos de reforçar o número de trabalhadores”, concluiu.

Nas eleições de domingo concorrem à Câmara Municipal de Coimbra o atual presidente, Manuel Machado (PS), José Manuel Silva (Juntos Somos Coimbra — PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Volt/RIR /Aliança), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Miguel Ângelo Marques (Chega), Filipe Reis (PAN), Inês Tafula (Coimbra é Capital — PDR/MPT), Francisco Queirós (CDU) e Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal).