334kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

R(t) subiu, mas incidência continua em queda no sétimo dia com menos de 1.000 casos

É o sétimo dia com menos de 1.000 novos casos. A incidência continua a baixar, mar o R(t) subiu ligeiramente. Só Lisboa e Norte têm mais de 200 casos. Vítima mais jovem tinha cerca de 40 anos.

Portugal registou 757 novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 e nove mortes por Covid-19
i

Portugal registou 757 novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 e nove mortes por Covid-19

Corbis via Getty Images

Portugal registou 757 novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 e nove mortes por Covid-19

Corbis via Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Os novos cálculos das autoridades de saúde colocam o R(t) nacional em 0,83 e a incidência em 127,3 casos ao longo de 14 dias por 100 mil habitantes. É uma subida do R(t) em relação aos dados de quarta-feira, data da última atualização, quando estava em 0,82; mas uma descida na incidência, que estava em 137,4 casos.

Só em Portugal Continental, o R(t) foi calculado em 0,82 e a incidência em 129,7 casos ao longo de 14 dias por 100 mil habitantes. Na quarta-feira, os dados indicavam um R(t) de 0,81 e uma incidência de 140,1 casos — ou seja, houve uma redução em ambos os parâmetros.

Portugal registou 757 novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 e nove mortes por Covid-19, indica o relatório de situação da Direção-Geral da Saúde (DGS). Há sete dias que o número de novos casos se mantém abaixo de 1.000, testemunhando a tendência decrescente da incidência.

O boletim dá conta também de 410 pessoas internadas por complicações associadas à Covid-19, 76 das quais em unidades de cuidados intensivos. O número geral de internamentos decresce em dois casos, mas o saldo de doentes em cuidados intensivos sobe em um.

Com quatro vítimas mortais, a região Centro é a que mais óbitos por Covid-19 registou ao longo da última quinta-feira. Houve mais duas mortes em Lisboa e Vale do Tejo, outras duas no Alentejo e uma no Algarve. A vítima mais jovem é uma mulher na faixa etária dos 40-49 anos. Todas as outras eram idosas: três tinham entre 70 e 79 anos (dois homens e uma mulher); e cinco tinham pelo menos 80 anos (um homem e quatro mulheres).

A maioria dos novos casos verificou-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, que reúne mais 277 infetados. Só há mais uma região cujo número de novos casos ficou acima das duas centenas: o Norte, com mais 213. Ainda na casa dos três dígitos, o Centro anunciou mais 102 casos. No restante território nacional, o Algarve registou mais 70 casos, o Alentejo tem 55 novos casos, os Açores anunciaram mais 25 novos casos e a Madeira tem mais 15.

Só há duas faixas etárias com um número de novos casos superior à centena: 50-59 anos (116 novos casos) e 30-39 anos (102 casos). A seguir surgem as faixas etárias mais jovens — e com coberturas vacinais inferiores: 96 novos casos com 20-29 anos, 91 crianças até aos nove anos e 89 jovens entre os 10 e os 19 anos. De resto, a faixa etária dos 40-49 anos contém 84 dos novos casos, há mais 75 na casa dos 60 anos, 53 entre os idosos a partir dos 80 anos e 51 na casa dos 70 anos.

Com mais 757 novos casos e 1.155 recuperados da Covid-19, e tendo em conta os nove óbitos por Covid-19, o número de casos ativos baixou para 31.759, menos 407 que o anunciado na quinta-feira.

A página está a demorar muito tempo.