A candidata pelo PAN à Câmara Municipal de Lisboa, Manuela Gonzaga, admitiu domingo  a derrota ao falhar um lugar na vereação da capital mas espera que a representação do partido na Assembleia Municipal se mantenha ou até aumente.

Em declarações aos jornalistas, quando ainda faltam apurar alguns resultados em Lisboa, a candidata do PAN começou por saudar Carlos Moedas, que encabeçou uma coligação entre PSD, CDS-PP, Aliança, MPT e PPM, pela vitória na noite de domingo.

“Começo por saudar evidentemente o doutor Carlos Moedas, dar-lhe os parabéns pelo resultado obtido e dizer que apesar das divergências ideológicas que temos sobretudo com a coligação, não deixaremos de continuar a defender as nossas causas os nossos objetivos, lutaremos por eles sempre mas estamos abertos a criar pontes de diálogo e a estabelecer consensos porque a política faz-se disso evidentemente”, declarou.

Manuela Gonzaga apontou ainda que era objetivo do PAN obter vereação, algo que não se verificou, assumindo essa derrota.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Era nosso objetivo desde o início uma vereação, não conseguimos, assumo essa derrota mas assumo também, assumimos também coletivamente uma vitoria grande PAN”, disse, apontando para uma “implantação do PAN em vários pontos” do país.

Quanto à Assembleia Municipal de Lisboa, Gonzaga disse esperar que a atual representação de dois deputados se mantenha ou que até cresça, aguardando para já os resultados finais.

“Aliás, toda esta eleição foi assim um pouco surpreendente, nós estamos evidentemente à espera disso, há muitos resultados que faltam, portanto esperamos que sim, que se mantenha a nossa representação e que talvez até cresça, mas isso estamos a aguardar não temos dados ainda”, apontou.