Obrigado por ser nosso assinante. Usufrua de leitura ilimitada deste e de todos os artigos do Observador.

Uma igreja na ilha espanhola de La Palma desabou depois de ter sido atingida pela lava do vulcão que entrou em erupção no passado domingo, dia 19.

Depois de ter escapado por pouco no início da semana quando a lava começou a parar, o edifício não resistiu a um novo fluxo que veio dar conta de grande parte da encosta onde se situa. Este movia-se ainda mais rápido do que o anterior, a 100 metros por hora.

Cumbre Vieja. Vulcão adormeceu durante mais de duas horas e acordou, mas mantém sono intermitente

O vídeo divulgado pela Reuters mostra uma nuvem de cinzas densa a envolver a torre do sino e o edifício da igreja. Minutos depois, toda a estrutura desaba, desaparecendo totalmente da imagem e dando lugar à contínua expansão da nuvem cinzenta.

O vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção depois de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Estima-se que tenham sido destruídos 500 a 600 edifícios de habitação, de uso agrícola ou industrial até ao momento. A lava já ocupou mais de 200 hectares da ilha de La Palma, mas há mais de 1.300 ocupados pelas cinzas expelidas. Não foram registadas quaisquer vítimas mortais até ao momento.

Um monstro de lava. Imagens do vulcão que parou La Palma