Thomas Pesquet, engenheiro aeroespacial francês e astronauta da Agência Espacial Europeia, captou numa fotografia um dos fenómenos mais raros do universo: um chamado evento luminoso transitório, de intensa cor azul.

A foto foi tirada a bordo da Estação Espacial Internacional no dia 8 de outubro e postada entretanto pelo astronauta nas redes sociais.

Pesquet partilhou com os seus seguidores a imagem e explicou que “a Estação Espacial está extremamente bem preparada como observatório” destes fenómenos, que “até há algumas décadas só tinham sido observados de forma esporádica por pilotos e os cientistas não tinham a certeza que existissem”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os eventos luminosos transitórios são fenómenos associados à trovoada que ocorrem na parte mais alta da atmosfera, como explica o Science Alert. Os mais comuns são os chamados blue jets em que, devido à presença de nitrogénio, é produzida uma forte luz azul.

Estes eventos podem ainda produzir luzes de cor vermelha, que têm os nomes de SPRITES (sigla inglesa para perturbações estratosférias resultantes de eletrificação de trovoada intensa) ou ELVES (sigla para emissão de luz e perturbações de frequência muito baixa devido a fontes de de energia eletromagnética). “Uns anos mais tarde, já podemos confirmar que os elves e sprites são bem reais e podem influenciar o nosso clima”, concluiu o astronauta.