Nem sempre o que as marcas de automóveis concebem e fabricam se desloca sobre rodas. Muitas vezes vêm em garrafas ou até no prato. Vem isto a propósito da Volkswagen, por exemplo, que produz por ano mais salsichas do que automóveis e, destes últimos, saem mais de 6 milhões da linha de montagem anualmente. A Tesla, pelo seu lado, nunca se preocupou com a comida, concentrando-se antes na bebida.

A garrafa da Gigabier da Tesla parece adoptar as formas da Cybertruck

Tudo indica que Elon Musk tem uma tendência para associar uma bebida ao local onde instala as suas fábricas. Para a Gigafactory de Fremont, na Califórnia, levou a Tesla a conceber a sua marca de tequila envelhecida, produzida no vizinho México. Comercializou-a numa elegante garrafa em forma de raio, vendida através do site oficial a 250 dólares a unidade, mas que depois de esgotar viu o seu valor disparar até aos 6900 dólares.

A Teslaquila marcou a primeira incursão do construtor de veículos eléctricos pelo mundo das bebidas

Agora, na Alemanha e durante a festa destinada a apresentar a Gigafactory Berlim, o CEO da Tesla voltou a cruzar bebida com automóveis. Entre outros anúncios, relacionados com os modelos da marca e da fábrica que dava os primeiros passos, Musk anunciou à multidão que iria comercializar a sua própria marca de cerveja. É claro que, da mesma forma que a tequila era produzida pela empresa mexicana Nosotros Tequila, também a cerveja será fabricada por uma cervejeira consagrada. Mas, mais uma vez, a magia parece estar mais na garrafa do que no líquido.

Musk não avançou muitos pormenores sobre este novo projecto, mas sempre mostrou a garrafa, que parece ter sido inspirada nas linhas angulosas da Cybertruck, modelo que, contudo, não será fabricado na Alemanha. A avaliar pela reacção dos presentes, não faltarão interessados em adquirir a curiosa cerveja – ou não fosse esta a bebida nacional dos locais –, mais que não seja para ficar com um souvenir, ou uma peça de colecção. Veja no vídeo o anúncio da cerveja a partir do minuto 12,20.