Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Em três semanas, é a quarta vez que acontece. O estado de São Paulo, Brasil, voltou a ser atingido por uma tempestade de areia. Segundo as informações da Defesa Civil, o fenómeno meteorológico chegou a vários municípios, como Ribeirão Preto, Jardinópolis, São Joaquim da Barra, Pitangueiras, Colômbia, Serrana e Sertãozinho.

As imagens do acontecimento começaram a correr nas redes sociais.

Segundo os especialistas ouvidos pela imprensa brasileira, estes fenómenos estão relacionados com os períodos de seca e acontecem principalmente em zonas de plantação agrícola. Com as alterações climáticas, e o aumento dos períodos de seca, as tempestades de areia deverão tornar-se mais frequentes no Brasil.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Esta é uma área muito agrícola e que passou por uma estiagem [seca] por um período bem longo. Em alguns lugares, devido a estiagem, ficam com a fuligem da queimada solta sob a superfície, e quando chega uma frente fria e chove, acontece um choque térmico, o que levanta a poeira”, explicou o meteorologista Mamedes Luiz Melo, em declarações à CNN Brasil.

Com a chegada das chuvas à região, o que deve acontecer em breve, o fenómeno terá, por agora, os dias contados.

As imagens da tempestade de areia da semana passada chegaram a ser partilhadas pela Defesa Civil de São Paulo, na sua página oficial do Twitter.