Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A cidade de Iqaluit, no Canadá, recebeu esta quinta-feira um primeiro carregamento de água potável por via aérea, numa altura em que existem rastos de contaminação da água canalizada. O governo local declarou um estado de emergência de 14 dias na passada quarta-feira e os cidadãos foram aconselhados a não consumir a água da torneira.

A população de cerca de 8.000 pessoas está a receber um recipiente de quatro litros de água potável por cada residência. No total, deverão chegar 80.000 litros, sendo que o primeiro carregamento, de 30.000 já chegou, na passada quinta-feira.

A nota emitida esta terça-feira pelo governo de Nunavut, território cuja capital é Iqaluit, disse que existem rastos de hidrocarbonetos do petróleo na água da torneira, o que significa que não é seguro consumi-la mesmo que seja filtrada ou fervida. Crianças, bebés e grávidas foram aconselhados a não tomar banho com esta água.

Os residentes tiveram assim de recorrer à água engarrafada dos supermercados ou ao rio próximo da cidade. Várias pessoas voluntariaram-se para ir buscar água ao rio, para entregar aos mais idosos ou àqueles que não têm forma de se deslocar, segundo a CBC. O presidente da câmara diz, citado pela mesma publicação, que há uma “grande parte da população” sem acesso a água.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Além disso, um fotógrafo publicou no Twitter esta quarta-feira uma imagem de um camião a bombear água a partir do rio Sylvia Grinnell.

Não é claro como é que a água ficou contaminada, mas os residentes de Iqaluit queixaram-se, durante a semana anterior, de que a água “tinha um cheiro parecido a gasolina”. O governo local disse na altura que a água estava boa para consumo, mas entretanto recebeu os testes que detetaram os agentes contaminadores, desencadeando assim esta ação de prevenção.

Foram enviadas amostras de água para teste num laboratório do sul do Canadá e, segundo a CBC, esperam-se os resultados “nos próximos dias”, sendo que até lá fica o aviso à população para não beber água da torneira.