O avançado Cristiano Ronaldo, capitão da seleção portuguesa de futebol, é o primeiro vencedor do troféu Talento que Marca o Mundo, uma distinção da Liga de clubes para jogadores e treinadores lusos “que brilham” fora do país.

“De recorde em recorde e sempre apostado em continuar a fazer história. Esta é a mentalidade inigualável de Cristiano Ronaldo, que continua a elevar ao expoente máximo o talento oriundo da Liga Portugal pelo mundo, conquistando, assim, a primeira edição do prémio Talento que Marca o Mundo”, lê-se num comunicado publicado esta sexta-feira no sítio oficial da Liga na Internet.

O organismo responsável pelos campeonatos profissionais explicou que esta nova distinção “pretende destacar o vasto contingente de jogadores e treinadores” que passaram pela I e II ligas e que agora atuam ou trabalham no estrangeiro, numa votação promovida pelos embaixadores da Liga de clubes.

Por unanimidade, decidiram premiar o incrível mês de setembro do capitão da seleção nacional“, acrescentou a Liga.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

De regresso ao Manchester United, após a saída dos italianos da Juventus, em setembro, Ronaldo apontou três golos na liga inglesa e dois na Liga dos Campeões.

Ao serviço de Portugal, o avançado bisou frente à República da Irlanda e tornou-se o jogador com mais golos marcados ao serviço de uma seleção, superando os 109 tentos do iraniano Ali Daei, totalizando já 115 remates certeiros pela equipa das ‘quinas’.

“Agradeço à Liga Portugal esta distinção, que muito me honra e me deixa orgulhoso. Este prémio, contudo, não seria possível sem a ajuda dos meus companheiros, a quem também agradeço e com quem partilho este troféu“, disse Ronaldo, em declarações divulgadas pelo organismo.