Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Marcelo Rebelo de Sousa negou esta terça-feira ter adiado todas as iniciativas da sua agenda dos próximos meses para se preparar-se para eventuais eleições legislativas antecipadas. “A vida continua, não há alterações”, indicou, referindo mesmo que durante a manhã marcou “uma ida à [tomada de] posse do novo Presidente de Cabo Verde [José Maria Neves] no início de novembro”, além de já ter “várias marcações em novembro e dezembro”.

À margem do evento Mulheres de Coragem no Palácio de Belém, o Presidente da República foi confrontado com as declarações de António Costa, que pede “racionalidade” durante as discussões do Orçamento do Estado 2022 (OE2022) com o Bloco de Esquerda e o PCP, dizendo que “aguarda os contactos dos partidos com o Governo” e pela votação do próximo dia 27 de outubro.

Costa promete “humildade” e lembra aviso de Marcelo sobre eleições: “É preciso evitar uma complicação dessas, a solução mais radical”

“Acho que tudo o que eu diga é prematuro e inoportuno. Há que aguardar a evolução dos acontecimentos. O Presidente disse o que tinha a dizer na altura, antes e quando falou com os partidos. Vamos aguardar até dia 27 [de outubro]”, afirmou o chefe de Estado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Marcelo voltou a insistir de que “o desejável é não haver uma crise” política e continua a considerar “possível” um entendimento para a aprovação do Orçamento do Estado.

Questionado pelos jornalistas sobre a recandidatura de Rui Rio à liderança do PSD, Marcelo rejeitou tecer qualquer comentário: “O Presidente deve estar acima de qualquer questão partidária”. Contudo, sublinhou que “partidos fortes” são importantes para o bom funcionamento da vida democrática.

Rui Rio vai ser recandidato à liderança do PSD. “Não é homem para desistir”

Após vencer as eleições presidenciais de domingo, José Maria Neves disse que recebeu um telefonema de felicitações do Presidente português e que o convidou a estar presente na sua posse como Presidente da República de Cabo Verde.