Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O FBI divulgou esta quinta-feira que os restos mortais encontrados no Parque Ambiental Myakkahatchee Creek, no estado norte-americano da Flórida, pertenciam ao namorado de Gabby Petito, Brian Laundrie, que esteve desaparecido desde setembro.

“Uma comparação dos registos dentários confirmaram que os restos humanos eram os de Brian Laundrie”, escreveu esta quinta-feira no Twitter o FBI, que também aproveitou para agradecer “todo o apoio tremendo de investigação”.

Foram encontrados um caderno e uma mochila no Parque Ambiental Myakkahatchee Creek, de acordo com o agente especial do FBI Michael McPherson, que também garantiu na quarta-feira, de acordo com a CNN, que “foram utilizados todos os recursos forenses disponíveis” para conseguir localizar Brian Laundrie.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segundo com uma fonte próxima da investigação, consultada pelo mesmo meio, os aparentes restos mortais deverão ter estado há algum tempo no respetivo local — conjetura-se mesmo que tenham estado submersos. “Foi um processo muito minucioso”, assegurou o médico legista. O advogado da família do namorado de Petito já dizia esta quinta-feira que a probabilidade “é grande” de que os restos mortais correspondam a Brian Laundrie. 

Procurado por polícia e mergulhadores, namorado de Gabby Petito continua desaparecido. O que se sabe sobre Brian Laundrie

As buscas para tentar localizar Brian Laundrie começaram na terça-feira, por iniciativa dos pais do jovem e da equipa de advogados contratada pelos próprios. Depois de uma “breve busca” realizada num trilho do parque, foram encontrados alguns dos pertences do jovem de 23 anos, o que levou as autoridades a empenharem mais meios.

No local, esteve um médico-legista, um cão polícia e ainda foram retiradas fotografias aéreas do parque ambiental Myakkahatchee Creek, que foi reaberto na terça-feira, mas que entretanto foi novamente encerrado ao público.

Foram encontrados restos mortais que podem corresponder a Gabby Petito, a jovem que tinha desaparecido com o noivo, diz FBI

Brian Laundrie é o principal suspeito da morte de Gabby Petito. Desde junho que o casal fazia uma viagem de caravana por vários estados norte-americanos, até o jovem voltar à casa dos pais sozinho, em setembro, recusando-se a divulgar onde estava a namorada, que estava desaparecida há mais de uma semana. Dias depois, Brian Laundrie disse que ia fazer uma caminhada — e nunca mais voltou.

A polícia deverá continuar a investigar as causas da morte da jovem, mas recentemente indicou que o seu assassinato foi “uma das muitas mortes no país de pessoas envolvidas em violência doméstica”. A autópsia do corpo de Gabby Petito também mostrou que a mesma foi estrangulada.

Autópsia revela que causa da morte de Gabby Petito foi estrangulamento. Autoridades acreditam em contexto de “violência doméstica”

O caso do assassinato de Gabby Petito ganhou notoriedade por o casal ser ativo nas redes sociais e possuir milhões de seguidores. A relação dos dois começou no liceu e prolongou-se durante anos. Amigos do casal dizem que tinham uma relação “tóxica” e que discutiam frequentemente.

(artigo atualizado às 23h24 de dia 21)