Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Goldman Sachs Asset Management entrou com 200 milhões de euros para ficar com uma posição minoritária na Constructel Visabeira, uma subsidiária do Grupo Visabeira, foi anunciado em comunicado.

A Constructel Visabeira é fornecedora de serviços nos setores de telecomunicações e energia, atuando na conceção, engenharia, construção, manutenção e gestão de infraestruturas de redes, atuando em Portugal, França, Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Itália, Espanha e Estados Unidos da América.

“Os recursos provenientes do investimento [da Goldman Sanchs] serão utilizados predominantemente para acelerar o crescimento orgânico e inorgânico, através de aquisições, apoiando a estratégia de expansão da empresa”, diz-se nesse mesmo comunicado.

Até porque, acrescenta a empresa, os próximos tempos vão ser de investimentos tanto nas telecomunicações como na energia, o que “impulsionará a procura adicional dos serviços da Constructel Visabeira nos principais mercados-alvo”. Os 200 milhões ajudarão nessa fase. A Visabeira conclui dizendo que “optou pela parceria de um investidor internacional de renome, mantendo a sua independência”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR