Uma lesão afastou esta quarta-feira a portuguesa Maria Martins da prova de scratch e da prova de eliminação do Campeonato do Mundo de ciclismo de pista, ficando em dúvida a participação no concurso olímpico de omnium.

“A corredora portuguesa foi avaliada pelo diretor clínico da Federação Portuguesa de Ciclismo, Filipe Lima Quintas, que faz parte da comitiva nacional em Roubaix, e foi declarada inapta para competir, devido a uma pequena lesão, causadora de desconforto ao pedalar”, pode ler-se num comunicado divulgado esta quarta-feira pela Federação Portuguesa de Ciclismo.

Portugal com quatro ciclistas nos Mundiais de pista e já a pensar em Paris2024

A olímpica portuguesa, sétima no omnium de Tóquio2020, participaria esta quarta-feira no scratch, especialidade em que conseguiu o bronze nos Mundiais de 2020, o único pódio português nessa competição.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Assim, fica adiada a estreia de Portugal em Roubaix, França, para quinta-feira, com Rui Oliveira no scratch, prova em que é campeão europeu, num dia em que “Tata” Martins correria também a eliminação.

A surpresa ficou guardada para o fim: Maria Martins é 7.ª no omnium e conquista diploma olímpico na estreia nos Jogos

A intenção é a de tentar recuperar a tempo do concurso do omnium, marcado para sexta-feira.

Além de Rui Oliveira, também integram a seleção portuguesa de pista os corredores João Matias e Iúri Leitão.