Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Uma explosão de origem ainda não conhecida destruiu as linhas de energia e cortou a eletricidade de Cabul, a capital do Afeganistão, e noutras províncias, anunciou em comunicado a companhia nacional de energia do país. A notícia está a ser avançada por vários órgãos de comunicação social, como a AFP.

De acordo com o jornal Times of Israel, a explosão destruiu uma torre de transmissão de energia na província de Qala Murad Beg. A companhia de energia Da Afghanistan Breshna Sherkat (DABS) enviou uma mensagem aos seus clientes a alertar a situação e afirma que “mal a situação o permita, irá reparar a conexão”.

A France24 avança que as luzes começaram a ficar intermitentes por voltas das 18h00 locais (13h30 de Lisboa) e que, depois, Cabul, uma cidade onde vivem mais de 4,5 milhões de pessoas, ficou às escuras. Neste momento, algumas casas e negócios mantém-se com energia recorrendo a geradores.

O Afeganistão é dependente energicamente dos países vizinhos Uzbequistão e Tajiquistão. Nos últimos 20 anos, durante a liderança de um governo apoiado pelos EUA, as linhas de eletricidade foram alvos primários de grupos rebeldes.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR