A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve um homem de 32 anos suspeito de aliciar menores do sexo feminino através das redes sociais para ter encontros sexuais e enviarem-lhe fotos íntimas, anunciou esta quinta-feira aquele órgão de polícia criminal.

Em comunicado, a PJ refere que o suspeito foi detido, no cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Aveiro, pela prática dos crimes de abuso sexual de crianças agravado e de pornografia de menores agravado, de que foram vítimas várias menores, com idades compreendidas entre os 11 e os 16 anos.

Segundo a PJ, o suspeito, residente no concelho Estarreja, distrito de Aveiro, selecionava e abordava as vítimas, por regra menores do sexo feminino, nas redes sociais Facebook e Instagram, usando perfis de utilizador fictícios.

Para além de as convencer a enviar-lhe fotos íntimas, aliciava-as para encontros pessoais, visando o relacionamento sexual, alguns dos quais concretizados”, refere a mesma nota.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A PJ indica ainda que o suspeito “apresenta propensão para comportamentos predatórios desta índole, não apenas nas redes sociais, na medida que em também assediava as menores com a mesma finalidade, junto dos estabelecimentos de ensino por elas frequentados, convidando-as para passeios no seu carro”.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de apresentações diárias no posto policial da área de residência, proibição de contactos com as vítimas por qualquer meio e obrigação de tratamento psiquiátrico.