Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A cadeia de artigos de desporto Decathlon decidiu suspender a venda de caiaques e pequenas embarcações em quatro lojas do norte de França, junto ao Canal da Mancha. O objetivo é evitar que os migrantes usem as embarcações compradas nas lojas para tentar atravessar aquela parte do oceano Atlântico.

Em comunicado, divulgado esta quarta-feira, a empresa esclarece que o alerta partiu dos trabalhadores das lojas várias lojas que frisaram que as pequenas embarcações podiam ser usadas com esse fim.

“Os riscos que correm são consideráveis, o que nos leva a retirar todos esses produtos à venda nas lojas”, afirma a empresa.

Em causa estão as lojas da Decathlon em Calais, Grande-Synthe, le Touquet Paris Plage e Boulogne sur Wed. A única hipótese para continuar a comprar estas embarcações será online, com entrega ao domicílio esclarece ainda a empresa.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

No último mês vários migrantes fizeram a travessia com embarcações de pequeno porte que é possível comprar nestas lojas de artigos de desporto.

Mais de 1.000 migrantes atravessaram Canal da Mancha nos últimos dois dias

Artigos como coletes salva-vidas continuarão disponíveis nas lojas da Decathlon em causa, acrescenta a agência Reuters.