Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A maioria dos portugueses dão nota negativa às autoridades no caso que envolve o ex-banqueiro João Rendeiro, conclui uma sondagem da Aximage para a CNN Portugal.

Os técnicos da Aximage trabalharam sobre uma amostra de 802 pessoas e questionaram a atuação da Justiça no caso da fuga de João Rendeiro. Um total de 66% dos inquiridos classificam como negativa a atuação das autoridades judiciárias que não conseguiram impedir que o ex-líder do Banco Privado Português fugisse para parte incerta, sendo certo que 42% dos inquiridos dizem que a Justiça “esteve “muito mal”. Apenas 12% acharam que a Justiça esteve bem.

As opiniões dividem-se mais relativamente à atuação da Justiça sobre Maria de Jesus Rendeiro, que foi detida e presente a tribunal sob suspeita da prática do crime de descaminho e de outros ilícitos criminais. A  maior parte dos inquiridos (42%) considera que as autoridades estiveram bem, sendo que 11% dizem ter estado “muito bem”.

A sondagem foi feita entre os dias 13 e 16 de novembro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR