Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Portugal entrou esta semana no laranja, o que significa que está em risco elevado (o segundo mais grave), no mapa partilhado semanalmente pelo Centro Europeu de Prevenção e Doenças (ECDC, sigla em inglês). Há sete dias, apenas a Madeira estava neste nível, sendo que o continente e os Açores entraram esta quinta-feira nesta categoria.

No resto da Europa, o panorama ainda é menos favorável. Maior parte dos países estão pintados de vermelho, principalmente no centro e no leste do continente. Países como a Hungria, a Eslovénia, a Eslováquia e a Áustria (estes dois últimos que decretaram um confinamento geral na última semana) estão em risco máximo.

Da vacinação obrigatória ao confinamento. 4 perguntas e respostas para entender o que se passa na Áustria

Esta tendência é transversal a todo o continente, não havendo nenhuma região pintada a verde (a categoria menos grave). Aliás, a vermelho estão também países como a Dinamarca, a Bélgica, a Lituânia, a Irlanda ou a Grécia.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os países do sul da Europa (Espanha, Itália, Malta e França) são a exceção, estando referenciados como as únicas cujas regiões que estão maioritariamente pintadas ou de laranja ou de amarelo.

Eslováquia é o segundo país da UE a decretar confinamento geral: “Estamos a perder a batalha contra a Covid-19”

O mapa do ECDC combina as taxas de notificação de casos de Covid-19 nos últimos 14 dias, o número de testes realizados e o total de positivos, e é atualizado semanalmente, à quinta-feira, servindo de auxílio aos Estados-membros sobre as restrições a aplicar às viagens no espaço comunitário.

Este mapa da agência europeia segue um sistema de semáforos sobre a propagação da Covid-19 na UE, a começar no verde (situação favorável), passando pelo laranja e vermelho (situação muito perigosa), servindo de auxílio aos Estados-membros sobre as restrições a aplicar às viagens no espaço comunitário.

Em fevereiro passado, e devido ao elevado número de infeções com o coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença Covid-19, Portugal chegou mesmo a estar na categoria vermelho dos mapas do ECDC, usada para zonas onde o vírus circula a níveis muito elevados.