O treinador do Portimonense, Paulo Sérgio, disse esta quinta-feira que a sua equipa vai ter de trabalhar muito para vencer, no sábado, a “juventude irreverente” do Famalicão, em jogo da 12.ª jornada da I Liga de futebol.

“Vai ser mais um jogo que não foge à regra, dificílimo, contra uma equipa de muita qualidade, uma juventude irreverente, mas de muita qualidade técnica. Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, mas, com a nossa humildade e o nosso trabalho, vamos à procura dos nossos objetivos”, afirmou o técnico, na antevisão da partida marcada para o Estádio Municipal de Famalicão.

Paulo Sérgio elogiou o adversário, salientando que, “no seguimento das equipas dos últimos anos”, observa “muita qualidade nos seus intérpretes e nos seus treinadores”.

“Sabemos que a qualidade que esta equipa tem não está refletida na sua classificação. Vamos ter de trabalhar muito para voltarmos a ser felizes”, afirmou, sobre um adversário que leva agora três jogos sem perder na I Liga, depois de uma série de maus resultados.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O técnico do Portimonense acrescentou que, “mesmo quando o Famalicão não encontrava resultados, a qualidade que expressava já era visível, mas agora somam pontos aliados às exibições”.

Paulo Sérgio voltou a lamentar a falta de eficácia ofensiva do seu conjunto, assumindo que é “na questão da finalização” que mais tem de evoluir.

“Temos, de facto, perdido muitas chances de golo”, frisou.

Lucas Possignolo, castigado, e Lucas Fernandes e Lazaar, por lesão, não estarão entre as opções do técnico dos algarvios.

O Famalicão, 14.º classificado com 10 pontos, recebe o Portimonense, sexto com 17, em jogo marcado para sábado às 15h30 horas, no Estádio Municipal de Famalicão, com arbitragem de Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.