376kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Bernardo Silva é o "melhor jogador da Premier League". Quem o diz? Pep Guardiola (em mais um elogio)

Português encontra-se no melhor momento da temporada e isso não passa ao lado do seu treinador. O Manchester City venceu o Aston Villa em Birmingham por 2-1 e os dois golos foram de portugueses.

Foi de pé esquerdo e numa remate "de primeira" que Bernardo Silva fez um grande golo
i

Foi de pé esquerdo e numa remate "de primeira" que Bernardo Silva fez um grande golo

Getty Images

Foi de pé esquerdo e numa remate "de primeira" que Bernardo Silva fez um grande golo

Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um dos vários cartões de apresentação do Manchester City de Pep Guardiola foi distribuído esta quarta-feira ao Aston Villa de Steven Gerrard. Na vitória por 2-1, os citizens, que já estavam na frente com um remate de Rúben Dias de fora da área, tiveram em Bernardo Silva o grande golo da noite, numa das tais jogadas do livro do treinador espanhol: Mahrez e João Cancelo desenvencilham-se de adversários na sua área, Fernandinho rasga o campo com um grande passe para o compatriota Gabriel Jesus, com o avançado brasileiro a fazer um cruzamento com conta, peso e medida para o esquerdino. Para não complicar, o português rematou de primeira em volley com o seu preferido pé esquerdo e fez um golaço.

Um grande golo de Rúben, um golão de Bernardo e só faltou um golito de Cancelo (assim ganhou o City ao Aston Villa)

O português marcou o quarto golo nos últimos sete jogos na Premier League, tantos como os que tinha feito nos últimos 55 encontros pela equipa de Manchester, e é o melhor marcado da equipa no Campeonato. Mas como não só de golos vivem as exibições do médio da Seleção Nacional, Guardiola estava, mais uma vez e como tem sido hábito, rendido ao que Bernardo fez (e faz) dentro de campo.

[Clique nas imagens para ver os golos]

“É o melhor jogador da Premier League. Foi o melhor há duas ou três épocas, quando vencemos com 98 pontos, vejam os vídeos. Era o melhor na altura também e o mesmo que é agora. Tem a habilidade muito especial de fazer o que quer com a bola. Frente a um bom guarda-redes foi uma finalização incrível”, frisou Pep Guardiola.

Sobre o encontro, e depois dos elogios a Bernardo, Pep Guardiola frisou ter ficado “muito impressionado” com o Aston Villa e que “conseguir ganhar-lhes é um passo muito importante” para o seu City, que vai nos seis triunfos consecutivos. “É importante estar onde estamos [segundo lugar]. Tivemos uma primeira parte da época incrivelmente dura e estamos apenas um ponto atrás do Chelsea. O mais importante é a maneira como estamos a jogar, que é a um nível muito alto”, disse o espanhol, que impôs a primeira derrota à versão treinador da Premier League do histórico do futebol inglês Steven Gerrard.

Bernardo, Cancelo e um novo conceito: o passe para a assistência (a crónica da vitória do City frente ao West Ham)

“Na minha opinião, o Bernardo é um dos melhores jogadores no mundo na atualidade. A qualidade que ele tem como jogador é incrível e tem uma outra coisa: trabalha sempre muito para isso. É um jogador que adoro. Não lhe interessa o momento do jogo, gosta de trabalhar e de ter a bola. Muitas vezes não tem tanto crédito porque não marca tantos golos nem faz muitas assistências mas se olharem a forma como joga, de certeza que gostam”, tinha comentado na semana passada o avançado e companheiro Gabriel Jesus, após a vitória diante do PSG onde o português fez uma assistência e acabou sem falhar qualquer passe.

A página está a demorar muito tempo.