Cinema e Memória, Pronto a Filmar e Meia-Noite em Lisboa são as três novas secções da Festa do Cinema Francês, que na sua 24ª edição mostra 17 filmes inéditos entre os mais de 70 que a compõem. A Festa 2023 decorre em Lisboa de 5 a 15 de outubro (Cinema São Jorge), 17 a 20 (Cinema NOS Amoreiras) e em novembro (Cinemateca), passando ainda por mais 9 cidades portuguesas, de 10 de outubro a 4 de novembro. A realizadora Cristèle Alves Meira, que acaba de ganhar o Globo de Ouro de Melhor Realizadora com a sua primeira longa-metragem, Alma Viva, protagoniza a secção Foco deste ano, onde passará este filme e as suas quatro curtas-metragens anteriores. A retrospetiva integral da obra do documentarista Nicolas Philibert na Cinemateca, ao longo de novembro, trará o autor de Ser e Ter a Lisboa no início daquele mês. Além deste acontecimento, selecionámos sete filmes das várias secções da programação deste ano da Festa do Cinema Francês, por géneros. (Ver aqui tudo sobre a Festa 2023)

HISTÓRICO: “Jeanne du Barry — A Favorita do Rei”, de Maïwenn. Estreado no Festival de Cannes, este filme conta a história de Madame du Barry, aliás, Jeanne Vaubernier, uma plebeia e filha ilegítima, que conseguiu casar-se com um aristocrata, subir socialmente, chegar à corte e tornar-se na amante do rei Luís XV, e sua favorita. A realizadora e atriz Maïwenn interpreta também o papel de Jeanne du Barry, e Johnny Depp personifica o monarca francês.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.