56 sugestões para ver, comer e fazer na cidade em agosto e setembro /premium

01 Agosto 2019

Reunimos mais de 50 sugestões, em Lisboa e no Porto, para quem vai passar as próximas semanas nas grandes cidades. Festivais, concertos e workshops, nada vai faltar.

Ciclos de cinema ao ar livre em jardins, festivais e concertos, festas temáticas — mágicas até –, mostras e odes ao vinho e à cerveja. A pensar em quem passa férias nas grandes cidades, neste caso em Lisboa e no Porto, ou em quem permanece por força das circunstâncias, reunimos 56 sugestões de coisas para ver, fazer ou comer (e beber), que marcam a agenda cultural de agosto e de setembro (chegam a piscar o olho ao mês de outubro). Nem só de cenários exóticos e viagens  além-fronteiras se faz o período de férias: Lisboa e Porto preparam-se a rigor para receber quem vem de fora e quem cá ficou.

Jazz em Agosto

1 a 11 de agosto

Cabe a Marc Ribot o concerto de abertura da 36.ª edição do Jazz em Agosto, festival que ocupa por esses dias o Grande Auditório, o Auditório 2, a Sala Polivalente e o Anfiteatro ao ar livre da Gulbenkian, em Lisboa. Este ano a edição ganha contornos sociais e políticos que, segundo a organização, vive sob “o signo da resistência e do grito coletivo clamando por um mundo mais justo”. Ao nome já apresentado juntam-se outros: Heroes Are Gang LeadersBurning GhostsNicole Mitchell ou Ambrose Akinmusire. Os bilhetes variam entre os 6 e 20 euros para espetáculos diários (o passe varia entre 20 e 90 euros), sendo que o concerto de Abdul Moimême é de entrada livre.

Vinhos A.Gosto

1 a 23 de agosto

A segunda edição de “Vinhos A.Gosto” regressa ao Largo de São Pedro, em Torres Vedras, com o arranque do mês e acontece de segunda a sexta-feira, entre as 18h e as 21h (o evento não se realiza a 15 de agosto). Aos vinhos da região vitivinícola de Lisboa (em particular de Torres Vedras) juntam-se concertos e propostas gastronómicas de restaurantes locais. A aquisição de um cartão por 3 euros dá direito a um copo e a três provas de vinho, sendo que os petiscos disponíveis custam também 3 euros cada um (existe a hipótese de comprar um cartão e um petisco por 5 euros). O programa completo pode ser acompanhado aqui.

Onyria Summer Party 2019

2 de agosto

O Hotel Quinta da Marinha Resort, em Cascais, recebe a 9.ª edição da Onyria Summer Party, que este ano dá primazia aos ritmos da música brasileira, ao samba e à bossa nova em particular. A temática é tropical — inspira-se na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro — e estende-se à ementa, cujo buffet aposta em grelhados (picanha e espetadas de galinha com abacaxi incluídas), feijoada, salada de camarão, farofa ou puré de banana. Antes do jantar há cocktails de boas-vindas com caipirinhas e caipiroscas incluídas. De referir ainda o “show de passistas de Carnaval”. A festa é aberta ao público e as reservas podem ser feitas na receção do hotel ou através do contacto telefónico (214 860 100). A entrada custa 50 euros por pessoa (crianças até aos três anos não pagam e, entre os quatro e os 11, pagam 25 euros).

Festas Populares Areia

2, 3 e 4 de agosto

São três dias que assinalam o regresso das Festas Populares da Areia-Guincho, que pelo nono ano consecutivo são organizadas pela Associação de Moradores da Areia. A entrada é livre e das festas fazem parte diferentes concertos marcados para depois das 21h e animação infantil gratuita sem custos associados: falamos de animadores infantis, jogos tradicionais, trampolim e até de pinturas faciais, entre outras “surpresas” — garantia da organização. Para comer há sardinhas e bifanas, mas também porco no espeto, farturas, pipocas, bolos, crepes, salgados, etc.  As festas contam com o contributo de restaurantes locais e arrancam às 18h na sexta-feira, dia 2, e às 15h nos restantes dias. A programação completa pode ser consultada aqui.

Noites de Verão

2, 9, 16 e 23 de agosto

A décima edição do ciclo de concertos Noites de Verão 2019 regressa a partir do dia 2 de agosto, num produção da Filho Único, EGEAC, Galerias Municipais de Lisboa e Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado (MNAC). Em 2019 o programa visa promover músicos e espetáculos associados a coragem, integridade, inteligência e honestidade emocional. Todos os concertos acontecem no MNAC, sendo que a programação completa pode ser consultada aqui.

As noites de verão do MNAC já são um clássico na cidade © Instagram MNAC

Esplendor na Relva

2 a 31 de agosto

O cineasta português João Mário Grilo volta a ser o responsável pela programação do ciclo de cinema no Parque de Monserrate, em Sintra. A terceira edição da iniciativa é dedicada ao tema “Os Heróis” e, segundo a organização, traz ao grande relvado de Monserrate — considerado um anfiteatro natural — “figuras intemporais que percorrem o imaginário de múltiplas gerações”. No cartaz estão filmes como “Casablanca”, de Michael Curtiz, “Annie Hall”, de Woody Allen, “Taxi Driver”, de Martin Scorsese e até “O Exterminador Implacável”, de James Cameron. De referir que aos sábados pela meia-noite estão marcadas sessões “mistério” dentro do palácio (que permanecerá aberto para visita entre as 20h e as 21h30) e aos domingos há matinés infantis, também elas no auditório interior (estão incluídas no bilhete de visita ao Parque e Palácio de Monserrate; os bilhetes custam 10 euros por adulto e 5 euros por jovem, dos seis aos 17 anos). A programação completa pode ser consultada aqui.

Cinema no Verão

3 a 31 de agosto

Todos os sábados do mês de agosto podem ser passados no Jardim do Torel que, a partir das 21h, vai servir de tela para os filmes que compõem o cartaz da iniciativa Cinema no Verão, com a assinatura da Freguesia Santo António. A entrada é livre e são muitos os filmes apropriados para serem vistos em família: de “Space Jam”, logo no dia 3 de agosto, a “Quem tramou Roger Rabbit”, marcado para o dia 24. O programa completo pode ser consultado aqui.

Somersby Out Jazz

4 de agosto a 29 de setembro

O festival de música ao ar livre, que ocupa os jardins da capital, já é um clássico no verão lisboeta. Em 2019 chega à 13.ª edição com dois jardins estreantes, incluindo a Ribeira das Naus, que todos os domingos de agosto, a partir das 17h, recebe concertos gratuitos. O festival volta a juntar-se à causa ambiental, cada vez mais em voga, e passa a rejeitar totalmente palhinhas e regressa aos copos reutilizáveis por apenas 1 euro. É só seguir a programação aqui.

Em julho, os caminhos foram dar à Estrela © Instagram Outjazz

Brunch Electronik – In The Park

4, 11, 18 e 25 de agosto e 1, 8 e 22 de setembro

À semelhança do que aconteceu na edição anterior, a Tapada da Ajuda, em Lisboa, volta a receber o cartaz recheado do Brunch Electronik que promete ocupar as tardes de domingo entre as 14h e as 22h. Para 11 de agosto, por exemplo, estão agendadas as atuações de Jeff Mills, Ellen Allien, Waajeed DJ e Mashkov. A 18 atuam Joseph Capriati, Francisca Urbano, Frank Maurel e Pixel82, e a 25 Charlotte de Witte, Fjaak, Amulador B2B Tiago Fragateiro e RoundHouse Kick. No recinto há zona de restauração — “desde a comida mais carnívora aos pratos vegetarianos” — e ainda o Petit Brunch, entre as 14h e as 19h, destinado a crianças até aos 11 anos, cujas atividades incluem jogos, pinturas faciais, insufláveis, matraquilhos e workshops. Bilhetes entre 15 e 50 euros.

Lusco-Fusco

5 de agosto a 12 de setembro

Três anos depois, o pátio do Polo Cultural Gaivotas | Boavista volta a abrir as portas para receber o Lusco-Fusco, uma iniciativa que até meados de setembro disponibiliza concertos, sessões de cinema, performances, peças de teatro e até jantares (no próximo dia 15 de agosto a comida é inspirada em Timor-Leste; 15 euros por pessoa, sujeito a marcação — 910 111 470 ou aguanobico.gaivotas@gmail.com). A entrada é livre e sujeita à lotação do pátio. Pode acompanhar a respetiva programação aqui.

Festival Verão Clássico (CCB)

Até 6 de agosto

O festival é feito de concertos diários até ao dia 6 de agosto, os quais vão ocupar o Centro Cultural de Belém. A vasta programação inclui “grandes obras do repertório musical dos séculos XVIII ao XX”, garante a respetiva organização. A par dos concertos há masterclasses com a participação de músicos e professores vindos de prestigiadas instituições internacionais de ensino e “solistas das melhores orquestras mundiais” — as masterclasses destinam-se a estudantes e docentes de música, bem como a músicos profissionais. Bilhetes à venda na Ticketline e no CCB.

Drink & Draw

6 e 20 de agosto e 3 de setembro

Um dos slogans do projeto criado por duas amigas, Tânia Vale e Ana Fontinha, é “Fun art, not fine art”. Na verdade, o nome Drink & Draw deixa pouco à imaginação, já que o suposto é mesmo beber e desenhar — se já antes o álcool ajudou a desinibir em ocasiões mais e menos atrevidas, porque não usar essa vantagem a favor da arte? As sessões de duas horas variam de local em local, bem como a bebida servida. Por 15 euros é possível ter a experiência completa, que inclui material, modelo a ser retratada/o na folha em branco e bebidas (são duas por pessoa, ainda que a quantidade varie também consoante o espaço). A temática de cada sessão anda à boleia de muitas circunstâncias e pode mesmo variar entre um nu artístico ou alguém a tocar um instrumento ou fazer poses de ioga. “O céu é o limite”, atesta Tânia Vale. As próximas datas são 6 de agosto na Cervejaria Canil, 20 de agosto no Valsa e 3 de setembro no Wozen studio. As datas são lançadas uma semana antes no respetivo site, onde são feitas as inscrições.

Bon Iver Listening Party

7 de agosto

A festa organizada pela promotora Gig Club e dedicada ao novo álbum de Bon Iver acontece na Flur Discos, em Santa Apolónia — o lançamento do disco está marcado apenas para 30 de agosto. Segundo a organização do evento, esta é uma oportunidade para ouvir “em exclusivo” as novas músicas, sendo que espaços selecionados em todo o mundo vão ser anfitriões de eventos idênticos — a festa agendada para 7 de agosto acontece em Lisboa e no Porto em simultâneo (na Invicta tem lugar na  Tubitek CDV). O disco vai girar entre as 17h e as 20h dessa quarta-feira e a entrada é gratuita.

A FLUR recebe uma Bon Iver Listening Party © Anne-Helene Lebrun / Redferns via Getty Images

BTS – “Bring The Soul: The Movie”

7 a 11 de agosto

O terceiro documentário da banda sul-coreana BTS, “Bring The Soul: The Movie”, vai ser exibido em algumas salas do Cinema City, incluindo as do Alegro de Alfragide e do Campo Pequeno (mas também no Alegro de Setúbal e de Leiria). A exibição é temporária e apenas acontece entre 7 e 11 de agosto. A banda em questão estreou-se em junho de 2013 com o single “No More Dream” e, desde então, tem ganho em popularidade. No filme os sete membros do grupo contam histórias pessoais e partilham momentos da tourné “Love Yourself”. As sessões, legendadas em inglês, custam 9,5 euros por pessoa.

Batman em exposição

Até 11 de agosto

Os 80 anos do Batman vão estar em exposição temporária e exclusiva no UBBO, centro comercial localizado no concelho da Amadora, que até janeiro deste ano levou o nome Dolce Vita Tejo. A exposição em causa relembra a história e a evolução desta personagem e conta com seis figuras do herói em tamanho real, bem como máscaras e gadgets. A mostra é complementada com dois espaços de jogos — um para os mais crescidos (com videojogos e jogos arcade) e outro para crianças a partir dos três anos, com jogos de mesa, legos temáticos, máscaras e fatos. A entrada é gratuita e o evento está aberto ao público durante a semana, das 14h às 18h e, aos fins de semana, das 12h às 18h.

Concerto “Music for Npili”

14 de Agosto, às 22h30

O concerto tem como principal objetivo angariar fundos para a construção de um colégio totalmente feminino — desde o pré-escolar ao secundário — para receber meninas guineenses da região de Biombo (a missão é da Fundação ATENA que tem levado a cabo o projeto Npili). A música que vai encher o espaço B.leza no dia 14 é trazida pelas vozes de Eneida Marta, Remna Schwarz, Eric Daro e Charline Vaz. Pela noite dentro há DJ e ainda momentos de pintura ao vivo. A entrada vale 10 euros de contribuição.

Sol da Caparica

15 a 18 de agosto

O Sol da Caparica está de regresso para a sexta edição e, mais uma vez, volta a ocupar o Parque Urbano da Costa da Caparica. Aquele que se diz “o maior festival dedicado à música lusófona” estende-se de 15 a 18 de agosto. São mais de 30 os artistas, entre música, comédia e dança. No cartaz estão nomes como: Seu Jorge, Carlão, Luísa Sobral, Capitão Fausto ou Ludmilla. Os bilhetes já estão disponíveis e variam entre 19 e 240 euros.

Festas do Mar

16 a 25 de agosto

De 16 a 25 de agosto há mais uma edição das Festas do Mar, na Baía de Cascais. São 10 dias de música com entrada gratuita. Em 2019 sobem ao palco nomes como Virgul, Jorge Palma & Sérgio Godinho, Anselmo Ralph, Paulo Gonzo, Ana Moura, Fernando Daniel, Amor Electro ou ainda The Gift. O festival promete encerrar com o reencontro dos Delfins após 10 anos de separação. A programação completa pode ser consultada aqui.

Anjos Beer Fest

17 e 18 de agosto

A intenção é corajosa: explorar o mundo da cerveja artesanal portuguesa e quebrar o estereótipo da tradicional “loira”. O Anjos70 organiza pela primeira vez o Anjos Beer Fest nos dias 17 e 18 de agosto, um evento que conta com o apoio da Associação Portuguesa de Cervejeiros. A feira acontece entre as 15h e as 00h de sábado e as 15h e as 22h de domingo, sempre no espaço da associação, isto é, no Regueirão dos Anjos 70. O bilhete para os dois dias tem um valor de 3 euros, dá direito ao copo de prova, à cerveja em si e à entrada no festival, o qual terá ainda música, tatuagens, etc.

Espaços que não têm lugar

Até 26 de agosto

Nos meses de verão — e agosto não é exceção — a Casa da Achada organiza, como já é habitual, um ciclo de cinema ao ar livre. O título do programa é “Espaços que não têm lugar” e serve para questionar “os conceitos de espaço e lugar a partir dos filmes apresentados” — palavra da organização. A 5 de agosto passa “Fim-de-semana” de Jean-Luc Godard, no dia 12 há “O Feiticeiro de Oz” de Victor Fleming e a 26 de agosto há “Laços eternos” de André Delvaux (a programação completa pode ser consultada aqui). A entrada é gratuita.

"Weekend", de Godard, para ver na Achada © DR

Lisboa Mágica

27 de agosto a 1 de setembro

O Festival Internacional de Magia de Rua de Lisboa, que nasceu em 2006, está de volta para mais um ano, com arranque a 27 de agosto. A sétima edição tem a direção artística de Luís de Matos, segundo o site Infocul.pt, mágico que traz consigo 15 artistas vindos de seis países. Mais de 150 espetáculos estão previstos acontecer em 12 locais da cidade. É de ficar atento à respetiva página de Facebook.

Aniversário indiefrente no MAAT

30 de agosto

O 3.º aniversário do indiefrente celebra-se a 30 de agosto no MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia. A proposta é ter um “momento de partilha” junto ao rio e ao som de 23 artistas que “nos puseram a dançar neste último ano”. O evento conta com uma instalação artística com a assinatura da ilustradora Kruella d’Enfer. A entrada faz-se a 10 euros por pessoa e inclui a oferta de uma cerveja. Mais informações aqui.

The Burlesque STAR WARS

5 de setembro

A produtora de espetáculos de burlesco em Portugal Lisbon Underground Burlesque organiza uma festa temática dedicada à saga “Guerra das Estrelas”. Aquela que é tida como uma “viagem pela odisseia cósmica mais famosa na história do cinema” tem data marcada para 5 de setembro no Ferroviário, em Santa Apolónia. Mais detalhes aqui.

Bye Bye Summer Wine Party

6 de setembro

Entre as 18h e as 23h há festa de despedida do verão no Lisbon Marriott Hotel regada a vinho, com organização da revista Paixão pelo Vinho. No jardim do hotel há mais de 300 vinhos em prova que vão poder ser acompanhados por petiscos do chef António Alexandre, além de porco no espeto e tábuas de queijos e de enchidos para partilhar. Em breve os bilhetes vão estar disponíveis na Ticketline e nos locais habituais — comprado antecipadamente, o bilhete fica 5 euros mais barato, sendo 15 euros no dia do evento (inclui sempre copo de prova).

LIS-BON #JardimSonoro

6 e 8 de setembro

Música eletrónica no Parque Eduardo VII, no coração de Lisboa, é a proposta do LIS-BON que está de regresso entre 6 e 8 de setembro para fazer daquele jardim uma espécie de pista de dança a céu aberto. Entre as 14h e as 02h há performance de dezenas de artistas, incluindo André Cascais, Róisín Murphy e Carl Craig, entre muitos outros (o lineup é extenso e merece alguns minutos de atenção).

Róisín Murphy vai passar pelo Lis-Bon © Burak Cingi/Redferns

Comic Con Portugal

12 a 15 de setembro

Diz-se o “maior festival de cultura pop” e estaciona no Passeio Marítimo de Algés entre 12 e 15 de setembro, das 10h às 22h. São muitas as atividades que podem ser realizadas na Comic Con: os visitantes podem frequentar painéis Q&A, pedir autógrafos a artistas nacionais e internacionais, tanto do cinema como da televisão, interagir com artistas de banda desenhada, etc. Os bilhetes (a partir de 15 euros) já estão disponíveis para compra.

Wanderlust 108 Lisboa

29 de setembro

Quem o organiza assegura que o Wanderlust 108 é “o único triatlo mindful do mundo”. Quer isto dizer que o evento que decorre nos jardins da Fundação EDP reúne corrida, ioga e meditação com atividades no exterior, workshops e palestras “inspiradoras”. A proposta passar por dedicar um dia completo ao bem-estar físico e mental: além da corrida ou caminhada de 5 quilómetros, da sessão de ioga de 75 minutos ao som de um DJ e dos 30 minutos de meditação guiada, o evento disponibiliza música, um mercado orientado para o mindfulness, comida saudável e “outras surpresas preparadas” a marcarem as restantes horas. Os bilhetes podem ser adquiridos aqui e começam nos 31 euros.

Lisboa não para

Todos os fins de semana, até 30 de setembro

Todos os sábados e domingos nove jardins da capital acolhem momentos fitness. A iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Lisboa em coordenação com a AGAP/Portugal Activo, e em parceria com vários clubes e ginásios da cidade. A ideia é mesmo incentivar a prática de exercício físico ao ar livre, pelo que até 30 de setembro há aulas gratuitas em vários jardins (aos sábados as aulas de fitness acontecem no Parque das Nações, Quinta das Conchas, Jardim Mário Soares, Parque Eduardo VII e Jardim da Estrela; aos domingos no Parque Vale do Silêncio, nos Olivais, Fonte Nova, em Benfica, Jardim da Parada, em Campo de Ourique, e Torre de Belém).

Mercado sustentável de roupa

3 de agosto

A luta contra o desperdício têxtil, a defesa de uma economia circular e uma nova forma de consumo mais consciente e sustentável são temas que têm agitado o mundo da moda. O Let’s Swap é um movimento recente que promove eventos de troca de roupa, sendo uma espécie de mercado alternativo ao consumo convencional. O processo é simples: para levar uma peça para casa basta deixar outra. O limite é de 10 peças por pessoa, não há dinheiro envolvido e o objetivo é adquirir peças novas a custo zero, sem recorrer ao fast fashion e sem gastar novos recursos do planeta. No sábado, 3 de agosto, o Apuro – Vegan Bar, em Cedofeita, recebe a 2ª edição do Swap Market que terá uma conversa sobre moda sustentável com a participação de Berta, co-fundadora do movimento Let’s Swap, Helena Antónia, fundadora da marca Vintage for a Cause e membro da Fashion Revolution Portugal, e de Cátia Santos, autora do blogue Lady in Green.

Zee Festival

3 e 4 de agosto

Há poucas coisas que combinem tanto com o verão como música e praia. É esta comunhão de bens que vai acontecer na Praia da Aguda, em Vila Nova de Gaia, durante o primeiro fim de semana de agosto. A 2.ª edição do Zee Festival traz Mundo Segundo & Sam The Kid, que juntam em palco o melhor do hip-hop do Porto e Lisboa, Jimmy P, o artista que funde hip-hop, reggae, R&B e rock numa performance camaleónica, ou Deejay Telio, responsável por hits comerciais que ficam no ouvido, como “Não Atendo”, “Ficou”, “Molexado” ou “Num Tá Bom”. Diretamente do Brasil chega a dupla Tropkillaz & Mc Zaac, os Mc Dot & Equipa Explosão ou Leaozinho para fazer soar o verdadeiro funk carioca na área. Os bilhetes já estão à venda e vão dos 15 aos 30 euros.

Voleibol na praia

9 a 18 de Agosto

Além dos banhos de sol e de mar, algumas festas e festivais, as praias do Norte são também palco de eventos desportivos durante a época balnear. Depois do rugby, do ténis e do andebol, é a vez do voleibol animar a Praia Internacional do Porto, que em agosto recebe as etapas finais de duas competições nacionais. De 9 a 11 joga-se a grande final do Campeonato Gira-Praia, uma prova com duplas masculinas e femininas dos escalões sub 14, 16 e 18. O circuito que começou em junho na praia de Rocha, em Portimão, culmina agora na Invicta. No fim de semana seguinte, de 16 a 18, é a vez do Campeonato Nacional de Voleibol de Praia 2019.

Festival de Influenciadores Digitais em Matosinhos

12 de agosto

Tem em casa um viciado no YouTube que segue todas as pisadas dos jovens mais famosos da internet? Saiba que a 12 de agosto comemora-se o Dia Internacional da Juventude e para assinalar a data a Avenida Norton de Matos, em Matosinhos, recebe o Eutubóra, o festival de influenciadores digitais onde os mais novos vão poder conhecer os seus ídolos ao vivo e a cores. Os youtubers Paulo Sousa, Vânia Fernandes, Os Nova, Owhana, Sirkazzio, Diogo Costa, Hélder Tavares e Mathgurl são os protagonistas do evento gratuito, que inclui concertos, conversas e aulas de skate, com a orientação da Associação de Skate do Porto, a partir das 10h.

Baile Maracujália na Casa da Arquitetura

31 de agosto

Os bailes organizados pela Oiôba, marca de vestuário inspirada no Rio de Janeiro, já fazem parte do roteiro das festas mais concorridas da cidade e têm explorado espaços pouco convencionais. A cada edição reinam os sons quentes e tropicais, comandados por DJs vindos dos quatro cantos do mundo. O próximo baile acontece na Casa da Arquitetura, em Matosinhos, no último dia do mês agosto, entre as 16h e as 22h. A entrada do evento é limitada e por lá também pode petiscar o sushi do Temako ou os wraps, as saladas e as tapiocas saudáveis do restaurante Urbana.

@ Insta Baile Maracujália/@pedromkk

20 anos de Expensive Soul

31 de agosto

“Este é o sítio, este é o local. Leça da Palmeira, terra mais bonita de Portugal”. Foi com esta frase que New Max e Demo, a dupla que dá vida aos Expensive Soul, fizeram uma vénia à terra natal da banda. É lá que voltam no último dia de agosto para um concerto especial de comemoração de 20 anos de carreira, onde não irão certamente faltar êxitos como “Eu Não Sei”, “O Amor É Mágico”, “Cupido” ou “Que Saudade”. O espetáculo é de entrada livre e acontece junto ao farol de Leça, a partir das 22h. “A Arte das Musas” é o novo álbum do grupo especialista na música pop portuguesa e que no calendário de 2019 tem já agendados concertos no Multiusos de Guimarães, a 7 de novembro, ou no Altice Arena, a 23 de novembro.

Concertos de jazz ao relento

Todos os sábados de agosto

O jazz é a sua praia? Então alegre-se, porque este verão não vai faltar boa música no Porto. Durante todos os sábados do mês de agosto, sempre a partir das 22h, há concertos de jazz gratuitos para ouvir nos Jardins do Palácio de Cristal, com direito a vista sobre o Douro. O ciclo Porta-Jazz ao Relento regressa ao programa das festas e desta vez em versão alargada, uma vez que após cada concerto haverá um DJ set a tomar o palco até à uma da manhã. Além de um bar de vinhos, o recinto terá ainda espaço para uma zona dedicada à venda de discos para colecionadores deste estilo musical.

Feira Medieval no Mosteiro de Leça do Balio

4 a 8 de setembro

Há tradições que são para manter e a feira medieval de Leça do Balio, em Matosinhos, é uma delas. De 4 a 8 de setembro, os Hospitalários do Caminho de Santiago voltam ao Mosteiro de Leça do Balio para nos conduzirem a uma autêntica viagem no tempo. Durante anos, este edifício religioso acolheu a Ordem dos Cavaleiros de S. João de Jerusalém do Hospital, uma ordem religiosa-militar conhecida como “Hospitalários” que dava abrigo e prestava assistência aos peregrinos que demandavam o túmulo do apóstolo Santiago em Compostela. Durante a feira este Mosteiro é cenário da recriação histórica do casamento do rei D. Fernando I com a rainha D. Leonor Teles, que se realizou a 15 de maio em 1372 naquele mesmo local. Performances, teatro, música, artesanato, mercados e tabernas medievais com petiscos integram um roteiro onde é muito provável que se cruze com nobres, membros do clero ou saltimbancos.

Prova de vinhos no Jardim do Morro

6 a 8 de setembro

Não precisa de ser um expert em vinhos para participar na 2.ª edição do Port & Wine World. Se no primeiro ano a aposta recaiu apenas no que se produzia a Norte, desta vez a organização abriu o leque e focou-se no melhor que se faz em território nacional no que toca a vinhos. Durante três dias, o Jardim do Morro recebe cerca de 30 produtores de todas as regiões do país, onde poderá conhecer, provar e comprar vinhos DOC, IG, IGP (Indicação Geográfica Protegida), Vinho do Porto, Vinho da Madeira, Vinho Verde e espumantes. Haverá provas diárias harmonizadas com produtos regionais, como azeite, queijos e compotas, música ao vivo e uma vista sobre o Porto como cenário. O copo para as provas custa 2 euros e o evento realiza-se sexta e sábado, das 15h às 21h, e domingo, das 15h às 20h.

Feira do Livro do Porto

6 a 22 de setembro

Se há evento que nos faz renovar a biblioteca lá de casa e ganhar uma motivação extra para ler é a Feira do Livro. Como já vem sendo hábito, a cada edição o festival literário homenageia um escritor português, batizando uma tília com o seu nome em plena Avenida das Tílias, nos Jardins do Palácio de Cristal. Depois de Agustina Bessa-Luís, Vasco Graça Moura ou José Mário Branco, chega a vez do professor e filósofo Eduardo Lourenço ser distinguido este ano. A homenagem ao escritor será desenhada pelo argumentista, dramaturgo e antigo administrador da RTP Nuno Artur Silva, que programará também as restantes iniciativas da feira, como apresentações e debates.

Música na esplanada da Casa da Música

Até 11 de setembro

Do fado ao rock, do samba à música clássica, todos os estilos vão passar pela esplanada da Casa da Música, em quase duas dezenas de concertos gratuitos, sempre a partir das 22h. Da programação destacam-se a dupla António Guerra, no piano, e Silvério Pontes, no trompete, que entre choros, valsas e jazz mostram originais e temas de Pixinguinha, Chico Buarque ou Guinga, o cantor e compositor Aleh Ferreira, que junta os grooves da fusão samba-funk e celebra a herança afro-brasileira, ou o coletivo Budda Power Blues, que completa 15 anos de carreira e apresenta o oitavo trabalho de estúdio. Macaia, MC e produtor de Mundo Secreto, traz o hip-hop, os Wu Tiao Ren, considerada uma das bandas chinesas mais interessantes da atualidade, revelam típicas canções locais onde incorporam gravações das ruas, como buzinas de autocarros ou conversas entre vizinhos. Já Rozalén é a jovem espanhola que tem dado nas vistas ao misturar flamenco, pop, hip-hop e rock nas suas performances, sempre acompanhadas por uma intérprete de linguagem gestual.

A música volta à sua Casa © Antonio J Galante /VW PICS/Universal Images Group via Getty Images

Festival Cinema de Aventura no Mercado Municipal de Matosinhos

12 a 15 de setembro

Já imaginou ver um filme ao lado de uma banca de peixe? É precisamente isto que vai acontecer durante três dias no Mercado de Matosinhos, ao ser palco da 2.ª edição do Festival de Cinema de Aventura. O programa inclui mais de 20 curtas metragens que evocam o poder da viagem na descoberta, no conhecimento e na educação, mas se a noite é dedicada à exibição de películas, o dia é reservado a conferências, exposições de fotografia, workshops e conversas, com um leque de mais de 40 convidados portugueses ligados às viagens, à fotografia, ao cinema, ao documentário ou a questões ambientais. A partilha de experiências no terreno é o grande mote deste evento gratuito altamente recomendado para curiosos e aventureiros, cuja festa de encerramento está a cargo do coletivo nortenho Monster Jinx.

Exposição “Um Porto a Sophia Andresen”

Até 14 de setembro

No ano do centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner são muitas a iniciativas que se multiplicam em todo o país, entre exposições, colóquios, debates, leituras encenadas ou performances. Considerada uma das mais importantes escritoras portuguesas, Sophia desapareceu em maio de 2004, mas o seu legado permanece e continua a inspirar. Na sua obra são muitas as referências às cidades do Porto e de Gaia, o que funcionou como ponto de partida da exposição “Um Porto a Sophia Andresen”, uma mostra documental no arquivo municipal de Vila Nova de Gaia. A entrada é gratuita e a exposição está aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30.

Workshop de comida vietnamita

15 de setembro

Este espaço na Rua do Almada é um verdadeiro três em um. Além de uma loja colaborativa e do Cookery Food Bar, onde todos os pratos da carta são servidos numa taça e têm assinatura de um chef diferente, tem também uma zona inteiramente dedicada a workshops de culinária. Entre o sushi, a cozinha curativa ou a pastelaria, é a sessão dedicada à gastronomia vietnamita que chama mais atenção no calendário deste verão. Orientado pelo chef João Freire Pimentel, conhecido pelo seu ADN criativo e exótico, o workshop inclui, além de pickles asiáticos e molhos agridoces, quatro receitas típicas como os summer rolls frios ou fritos, feitos com massa de arroz e recheados de legumes, camarão ou carne de porco marinada com caramelo, o pho, uma espécie de ramen feito com massa de arroz, legumes, carne e um caldo apurado, ou o banh xeo, um crepe feito à base de curcuma e farinha de arroz com ervas, amendoim, caju, camarão ou lima. A experiência custa 30 euros por pessoa.

Uma breve pausa nas habituais sugestões do Cookery, como esta, para uma viagem ao Vietname © Facebook Cookery

Porto Design Biennale

19 a 28 de setembro

Pensar o design do novo milénio é o mote da primeira edição da Porto Design Biennale, cujo programa está recheado de exposições, workshops, performances, instalações e debates em locais das cidades do Porto e de Matosinhos. A iniciativa procura explorar as ligações entre o design, a indústria, o ensino e a sociedade, propondo uma reflexão crítica sobre a matéria. Itália é o país convidado e protagonista da exposição “Frontiere – Expressões de Design Contemporâneo”, que decorre na Casa do Design, em Matosinhos, onde através do território introduz novas formas de pensar, projetar e produzir o design. Outro dos destaques da programação vai para o projeto de Tiago Casanova, com a curadoria de José Bártolo, que na Galeria Municipal do Porto irá juntar trabalhos de designers millennials, nascidos entre a década de 1980 e 1990, que abrangem áreas como o design de comunicação, industrial e o design de moda.

Parque Serralves à noite

Até 21 de setembro

Todas as oportunidades são boas para visitar Serralves, principalmente numa época em que são comemorados os 30 anos da fundação e os 20 anos do museu, mas à noite o cenário pode ser bem diferente. Durante os meses de verão o Parque de Serralves, constituído por 18 hectares e composto por mais de 8.000 exemplares de plantas distribuídas por jardins, matas e uma quinta tradicional, é aberto ao público todas as quintas, sextas e sábados, entre as 21h30 e as 24h. A 5.ª edição da instalação “Há Luz no Parque” projeta um jogo e um desenho de luzes, da autoria de Rita Mier, em elementos naturais e icónicos do parque, criando assim novos cenários para descobrir na Alameda dos Liquidâmbres, no Lago e na Quinta. Esta é uma atividade pensada para toda a família, há visitas orientadas pelo serviço educativo e os bilhetes custam 5 euros, sendo que as crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita.

Pão na Clavel’s Kitchen

21 de setembro

O pão artesanal, feito à moda antiga, está cada vez mais na moda pelas padarias portuenses, mas não há nada como aprender a fazê-lo de raiz para reproduzir em casa. Na Clavel’s Kitchen, a escola comandada pela cozinheira, escritora e blogger Maria João Clavel, terá a oportunidade de participar num workshop prático orientado pela nutricionista Teresa Sousa. Durante três horas, o objetivo é saber fazer uma massa mãe para um pão de trigo, mistura ou sementes e ainda experimentar outras receitas que tenham o pão como protagonista, como focaccia, pão de leite ou o tradicional pão com chouriço. O preço para por literalmente as mãos na massa é de 35 euros por pessoa.

Prepare-se para pôr a mão na massa © Instagram Clavel's Kitchen

Meia Maratona do Porto

22 de setembro

Em setembro a prova que une as margens de Porto e Gaia, ao longo de 21 quilómetros, está de volta e integra pela primeira vez a lista das melhores corridas do circuito mundial, elaborada pela Associação Internacional das Federações de Atletismo. O percurso da 13.ª edição da Meia Maratona do Porto começa às 9h na Ponte do Freixo e termina no Jardim Cálem, na zona do Fluvial. Os dorsais e kits de participação são entregues nos dias 20 a 21 no Alameda Shopping, as inscrições variam entre os 15 e os 25 euros e podem ser feitas online ou nas lojas SportZone. Para fazer boa figura na prova, a Runporto, organização de eventos desportivos, programou um conjunto de treinos gratuitos na Douro Marina, Jardins da Avenida de Montevideu e no Jardim do Cálem, sempre acompanhados por profissionais de exercício físico.

Tai chi, yoga e pilates

Todos os sábados e domingos em agosto e setembro

Se nunca deu uma oportunidade ao tai chi, ao pilates ou ao yoga aproveite estas férias de verão para dizer o sim a estas modalidades. Até ao final de setembro, todos os sábados e domingos de manhã, o programa “Dias com Energia”, dinamizado pela Porto Lazer, oferece aulas gratuitas em três espaços verdes do Porto, são eles os Jardins do Palácio de Cristal, o Parque da Cidade e o Parque do Covelo. Melhorar a postura, aumentar a autoestima e relaxar são apenas alguns dos muitos benefícios destas práticas e, para começar, só precisa de aparecer no local à hora anunciada e vestir roupa e calçado confortáveis.

Spa do The Yeatman

Agosto e setembro

O Day Retreat é o novo programa diário do Spa Vinothérapie do hotel The Yeatman que lhe permite relaxar e desligar do mundo. A sugestão começa com uma massagem de 30 minutos, em seguida pode usufruir da área de bem-estar do spa que inclui banho romano, banho turco, shower experience e sauna. Passe também pela piscina interior e visite a sala especial com uma vista de cortar a respiração sobre o Douro e o centro histórico da cidade. A experiência termina no bar do hotel com um sparkling afternoon tea, uma taça de espumante português acompanhada de uma seleção de canapés, scones e pastelaria de autor preparados no momento. Custa 90 euros por pessoa e está disponível todos os dias, entre as 10h e as 16h. Para quem prefira um programa mais completo existe uma opção premium, onde a massagem se prolonga por 50 minutos e o roteiro inclui uma sessão de water relax na piscina interior e ainda um almoço ligeiro com direito a um sumo detox, uma salada ou uma sanduíche. Tudo por 165 euros por pessoa.

Arco da Ponte da Arrábida ao pôr do sol

agosto e setembro

Subir o arco da Ponte da Arrábida, que em 1963 era o considerado maior arco de betão do mundo, é uma das opções mais alternativas da cidade e que no verão sabe ainda melhor. São 262 degraus, 65 metros de altura e uma vista sobre o rio digna de postal. Convencido? As visitas acontecem todos os dias, sempre a partir das 14h30, incluem um guia, todo o equipamento de segurança necessário e no verão prolongam-se até à hora do pôr do sol. Junte um grupo de amigos até 13 pessoas, desafie as suas vertigens e seja feliz nas alturas. Os preços começam nos 16,50 euros.

Tanque com música no centro do Porto

agosto e setembro

O Zero Box Lodge chegou ao Porto no final de 2018 e tem um conceito alternativo de alojamento, onde os hóspedes podem pernoitar num quarto sem janelas, já o rooftop situado no 5º andar promete animar os dias de maior calor, entre as 7h e as 22h. Além de camas com as típicas cores das barracas de praia e colchões a imitar divãs, existe um espelho de água e dois tanques com mais de um metro de profundidade com colunas de som no interior. Ao mergulhar pode ouvir música clássica ou heavy metal. O bar é uma antiga traineira e na ementa constam guiosas de legumes, samosa de vegetais, saladas, gaspacho de tomate e melancia ou banana split. No que toca a bebidas, destacam-se os cocktails servidos em sacos biodegradáveis e o Long Loong Island Ice Tea, uma bebida com gomas para quatro pessoas servida num aquário. No sábado, 17 de agosto, o coletivo JARD organiza um sunset com direito a DJ, onde o funk, o disco e o house vão tomar conta do pedaço.

Cinema ao ar livre no Porto

sextas e sábados de agosto

A 20ª edição do “Cinema Fora do Sítio” acontece todas as sextas e sábados, sempre a partir das 22h, e traz com ela dez sessões gratuitas para ver em cinco espaços diferentes da cidade. Da animação à aventura, passando pelos musicais e pelo drama, há muito para ver em jardins, largos e alamedas. Cada sessão conta com 400 lugares sentados, as crianças têm direito a uma zona própria com pufes e almofadões e haverá ainda pinturas faciais e distribuição de gelados no início de cada filme. O ciclo abre a 2 de agosto no Jardim das Sobreiras, na Foz, com o clássico da Disney “Dumbo”, e seguem-se as histórias “Assim Nasce uma Estrela”, “A Grande Viagem”, “Juntos Para Sempre 2”, “Como Treinares o Teu Dragão 2”, “Detetive Pikachu”, “O Intruso”, “O Capitão Sharky”, “X-Men: Fénix Negra”.

Churrasco no Graça Rooftop Bar

Todos os domingos em agosto e setembro

O Graça Rooftop Bar abriu portas no ano passado no último piso do Rivoli Cinema Hostel, onde cada quarto é inspirado num filme diferente, e tem uma programação que vai das sessões de cinema aos concertos de forró. Ao domingo, entre as 18h30 e as 22h, é dia de churrasco volante, com direito a espetadas de frango marinado em caril e limão, espetadas de legumes, picanha, pão de alho e batatas fritas. Os fins de tarde são acompanhados por uma banda residente, cujo reportório varia entre o samba e a bossa nova, e claro, bebidas para todos os gostos.

© Instagram Graça Rooftop Bar

Pinguins no Sea Life

agosto e setembro

Tubarões, baleias, raias ou tartarugas são alguns animais que pode ver nos aquários do Sea Life, mas este verão a atração principal é mesmo a família de pinguins Humboldt, originais da América do Sul. Estes animais estão assinalados pelo IUCN-World Conservation Red List of Threatened Species como “vulneráveis” no ranking das espécies em vias de extinção, por isso o Programa Europeu de Reprodução de Espécies Ameaçadas apostou na colocação em jardins zoológicos na Europa, de forma a garantir a reprodução em cativeiro. A celebrar o seu 10º aniversário, o Sea Life tem o único túnel oceânico subaquático do país, está aberto todos os dias e os bilhetes vão dos 8,55 aos 13,95 euros.

Música ao vivo, vinho e petiscos no terraço do Vinum

Todas as quintas-feiras até outubro

Um terraço, uma vista sobre o Douro, música ao vivo e um wine bar. São estes os ingredientes principais para um fim de tarde perfeito. Até outubro, todas as quintas-feiras são dias de música ao vivo no terraço do Vinum, em Vila Nova de Gaia. Sempre a partir das 18h, a dupla Elias Borges, no saxofone, e Beatriz de Luca, na voz, promete um reportório baseado nos ritmos do jazz e da bossa nova. Para repor os níveis de hidratação, saiba que o wine bar tem uma grande oferta de vinhos portugueses, cocktails à base de Vinho do Porto e, para aconchegar o estômago, petiscos com conservas nacionais preparados pelo chef da casa, Francisco Miranda. Deixe-se ficar por estas bandas e experimente a nova carta de verão do restaurante, onde saltam à vista a sardinha curada com broa de Avintes, a caldeirada de peixe e marisco de Matosinhos ou o lombo de bacalhau com tomate cherry e azeitona preta.

Torre dos Clérigos à noite

Até 13 de outubro

Subir os 240 degraus da torre mais famosa do Porto é um clássico que deve ser feito pelo menos uma vez na vida e desengane-se se pensa que é um cliché apenas reservado aos turistas. Durante os meses de verão as visitas à Torre dos Clérigos prolongam-se entre as 19h e as 23h, mas a vista panorâmica sobre a cidade mantém-se. Na paisagem altamente instragramável a 75 metros de altura pode identificar a zona da Ribeira, o rio Douro, a imponente Sé Catedral ou o velho casario da Baixa. Força de pernas e algum fôlego é o necessário para chegar lá em cima, mas para quem vê as escadas como verdadeiras inimigas o monumento abriu uma sala que recria a sensação de estar no topo do edifício. As imagens são em tempo real, dão a sensação da altura da torre e os ecrãs são sensíveis ao toque, fornecendo toda informação sobre o que se vê a olho nu. Os bilhetes custam 5 euros e as crianças até aos 10 anos têm entrada gratuita. A Igreja dos Clérigos também está aberta ao público e todos os dias às 12h em ponto há um concerto de órgão gratuito.

Casas de Manoel de Oliveira

Até 27 de outubro

A Casa do Cinema Manoel de Oliveira foi inaugurada no final de junho e se ainda não teve oportunidade de a visitar, não sabe o que está a perder. Projetada pelo arquiteto Siza Vieira, o edifício resulta da adaptação e ampliação da antiga garagem da Casa de Serralves, sendo composto por duas salas para exposições, uma livraria e um espaço de trabalho. Na programação constam mostras temporárias, ciclos de cinema temáticos, retrospetivas, conferências e programas educativos. Destaque para a exposição inaugural que se baseia nas múltiplas representações da casa na obra do realizador, tendo como foco o filme “Visita ou Memórias e Confissões” (1982) produzido numa época em que Oliveira se viu forçado a abandonar uma casa onde habitou com a sua família durante mais de 40 anos. Nesta película, o cineasta faz um balanço de memórias e confissões, recorda o passado, expressa a importância do lugar e ao mesmo tempo afirma as suas convicções cinematográficas, num tom marcado pela despedida.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)