Olá

833kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

GettyImages-2155614388
i

No último Europeu, a Bélgica, então comandada por Roberto Martínez, eliminou Portugal nos oitavos

Photonews via Getty Images

No último Europeu, a Bélgica, então comandada por Roberto Martínez, eliminou Portugal nos oitavos

Photonews via Getty Images

Bélgica (Grupo E). A receita de Tedesco, com a mistura entre os mais jovens e os mais experientes

Bélgica regressa a um Europeu de cara lavada: Tedesco substituiu Martínez e chamou os mais jovens para se juntarem à "geração de ouro". Ainda não perdeu qualquer jogo e pratica um futebol positivo.

Nos últimos anos, a Bélgica assumiu-se como uma das principais seleções europeias e uma equipa a ter sempre em conta nos grandes torneios. Um dos grandes obreiros desse subir de patamar do futebol belga foi… Roberto Martínez. No entanto, a prestação no Mundial do Qatar foi dececionante e a eliminação na fase de grupos ditou o despedimento do agora selecionador nacional.

Com Domenico Tedesco ao comando, a Bélgica ainda não perdeu qualquer jogo, venceu em casa da Alemanha (3-2) e empatou em Wembley, frente à Inglaterra (2-2), num jogo em que esteve a ganhar até aos 95 minutos. Os sinais são animadores para aquela que é a última grande competição da proclamada “geração de ouro” do futebol belga que, ainda assim, chega ao Europeu deste ano sem os retirados Eden Hazard, Toby Alderweireld e Simon Mignolet.

Com a chegada do técnico alemão, a Bélgica mudou a sua postura no terreno de jogo, apostando num futebol mais ofensivo. Para isso, Tedesco confiou em talentos que estão a emergir e prometem destacar-se no futebol mundial – Doku à cabeça –, juntando-os a jogadores mais experientes e que estão ligados aos Diabos Vermelhos há mais de uma época. Os resultados foram de tal forma promissores no último ano que, ainda antes de chegar à Alemanha, o contrato do selecionador foi revisto e foi-lhe concedida uma prorrogação por mais dois anos, até 2026.

GettyImages-2155640725

Kevin De Bruyne é a principal figura do futebol belga

DeFodi Images via Getty Images

BI

  • Ranking FIFA atual: 3.º
  • Melhor ranking FIFA: 1.º (novembro de 2015 a março de 2016; setembro de 2018 a março de 2022)
  • Alcunha: Les Diables Rouges (Os Diabos Vermelhos)
  • Presenças em fases finais: 6
  • Última participação. Quartos no Europeu de 2020 (Itália, 2-1)
  • Melhor resultado. Finalista vencida em 1980 (RFA, 2-1)
  • Qualificação: Apuramento direto no 1.º lugar do Grupo F
  • O que seria um bom resultado? Regressar às meias-finais e alcançar a segunda final da sua história

Jogos em 2024

  • Jogo particular, 23/3: Rep. Irlanda (fora), 0-0 (E)
  • Jogo particular, 26/3: Inglaterra (fora), 2-2 (E)
  • Jogo particular, 5/6: Montenegro (casa), 2-0 (V)
  • Jogo particular, 8/6: Luxemburgo (casa), 3-0 (V)

O onze

  • 4x3x3: Koen Casteels; Timothy Castagne, Wout Faes, Jan Vertonghen, Arthur Theate; Amadou Onana, Kevin De Bruyne, Youri Tielemans; Leandro Trossard, Jérémy Doku e Romelu Lukaku

O treinador

  • Domenico Tedesco (alemão, 38 anos, desde 2023)
  • Outros clubes: Erzgebirge Aue, Schalke 04, Spartak Moscovo e RB Leipzig

O craque

  • Kevin De Bruyne (32 anos, médio do Manchester City)
  • Outros clubes: Genk, Werder Bremen, Chelsea e Wolfsburgo

A revelação

  • Jérémy Doku (22 anos, avançado do Manchester City)
  • Outros clubes: Anderlecht e Rennes
GettyImages-2155640616

Jérémy Doku, extremo do Manchester City, promete criar muitas dificuldades às defesas adversárias

DeFodi Images via Getty Images

O mais internacional e o maior goleador

  • Jan Vertonghen (154 internacionalizações) e Romelu Lukaku (83 golos)

Os 25 convocados

  • Guarda-redes (3): Koen Casteels (Wolfsburgo), Thomas Kaminski (Luton Town) e Matz Sels (Nottingham Forest)
  • Defesas (8): Timothy Castagne (Fulham), Maxim De Cuyper (Club Brugge), Zeno Debast (Anderlecht), Wout Faes (Leicester), Thomas Meunier (Trabzonspor), Arthur Theate (Rennes), Axel Witsel (Atl. Madrid) e Jan Vertonghen (Anderlecht)
  • Médios (7): Yannick Carrasco (Al-Shabab), Kevin De Bruyne (Manchester City), Orel Mangala (Lyon), Amadou Onana (Everton), Youri Tielemans (Aston Villa), Aster Vranckx (Wolfsburgo) e Arthur Vermeeren (Atl. Madrid)
  • Avançados (7): Johan Bakayoko (PSV), Charles De Ketelaere (Atalanta), Jérémy Doku (Manchester City), Romelu Lukaku (Roma), Dodi Lukébakio (Sevilha), Lois Openda (RB Leipzig) e Leandro Trossard (Arsenal)

O centro de estágio

  • Wasenstadion, em Ludwigsburg

A antevisão

“Queríamos experiência extra na nossa defesa. Debast e Faes ainda são jogadores jovens, por isso precisamos muito do Witsel. O equilíbrio entre experiência e jovens talentos é excelente. Esta seleção é uma mistura muito boa", Domenico Tedesco em conferência de imprensa.

A ligação a Portugal

De há alguns anos para cá que o futebol belga está ligado a Portugal. Olhando para a seleção que estará na Alemanha, o nome de Jan Vertonghen salta, naturalmente, à vista. O experiente central foi o último a estar no futebol português, tendo representado o Benfica entre 2020 e 2022. Também Axel Witsel passou pelos encarnados, entre 2011 e 2012, e rumou ao Zenit numa das maiores transferências de sempre do Campeonato na altura. Olhando para o futuro, Zeno Debast será jogador do Sporting na próxima época, tendo sido contratado ao Anderlecht.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine um ano por 79,20€ 44€

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Para continuar a ler assine o Observador
Assine um ano por 79,20€ 44€
Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Verão 2024.  
Assine um ano por 79,20€ 44€
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Este verão, mergulhe no jornalismo independente com uma oferta especial Assine um ano por 79,20€ 44€
Ver ofertas Oferta limitada