O antigo ministro da Agricultura do PS é um crítico do rumo que Pedro Nuno Santos está a adotar nesta campanha interna e acredita que o perfil de José Luís Carneiro tem mais condições para chegar a primeiro-ministro. Para Capoulas Santos, a campanha está a correr de feição a Carneiro e “o balão de Pedro Nuno Santos encheu em 24 horas, mas desde aí não tem crescido”, diz, confiante.

O ainda deputado do PS critica as mais recentes declarações do ministro João Costa sobre a recuperação de tempo de serviço dos professores, que acusa de ser uma “falta de lealdade ao primeiro-ministro e ao Governo” e que mostram um Pedro Nuno Santos com “défice de ponderação”.

O ex-ministro diz ainda que a geringonça foi “uma questão de sobrevivência” e que se o PSD ganhar as eleições o PS “deve ocupar o lugar na oposição”, acreditando que é “ao centro” que o PS pode crescer e ganhar eleições, tendo em conta “a ínfima expressão eleitoral do Bloco de Esquerda e do PCP”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.