8/11/2016

O dia das eleições

Foi no Hotel Hilton Midtown, em Nova Iorque, que Donald Trump celebrou a vitória sobre Hillary Clinton na corrida à presidência dos Estados Unidos da América. Mote da campanha (e do mandato): “Make America Great Again”.

AFP/Getty Images

10/11/2016

A passagem de testemunho

Apenas dois dias depois das eleições o presidente eleito encontrou-se pela primeira vez, desde a vitória, com o ainda presidente, na Sala Oval da Casa Branca.

Getty Images

20/11/2016

“Not my president”

Hillary Clinton teve mais 337.636 votos do que Donald Trump mas ele é que ganhou as eleições. Milhares de norte-americanos manifestaram-se contra a vitória do republicano assim que os resultados foram conhecidos — muitos manifestam-se ainda. Neste caso, o protesto aconteceu junto à Trump Tower, em Nova Iorque.

AFP/Getty Images

11/01/2017

Fake news

Junto ao vice-presidente eleito, Mike Pence, Trump negou qualquer ingerência russa na campanha, atacou os serviços de inteligência norte-americanos e os jornalistas, claro: tudo são “fake news”. No final, despediu-se como costumava fazer no programa The Apprentice: “Estão despedidos!”.

Getty Images

20/01/2017

Tomada de Posse

Saiu um cavalheiro (note-se como Barack Obama beija a mão à sua primeira-dama, Michelle), entrou um homem… rude. No dia da tomada de posse, em Washington DC, a indiferença de Donald Trump perante Melania foi um dos temas mais comentados.

AFP/Getty Images

20/01/2017

Festa pouco concorrida?

No dia 20 de janeiro de 2009, 1,8 milhões de pessoas acorreram a Washington para assistir à tomada de posse de Obama. As comparações com o público presente este ano, para aplaudir Trump, não se fizeram esperar, mas a equipa do 45º presidente dos EUA garantiu que não foi bem assim: “Temos factos alternativos”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Getty Images

20/01/2017

O juramento do presidente

Sob o olhar atento da mulher, Melania, e dos filhos, Donald Junior, Ivanka, Tiffany, Eric e Barron, Donald Trump jurou pela Bíblia “cumprir fielmente as funções de Presidente dos Estados Unidos” e “salvaguardar, proteger e defender a Constituição”.

AFP/Getty Images

20/01/2017

A primeira dança

Donald Trump, 71 anos, e Melania Knauss-Trump, a ex-modelo eslovena-americana de 47 anos com quem casou em 2005, cumpriram o protocolo e dançaram.

AFP/Getty Images

20/01/2017

Mais protestos

A Pennsylvania Avenue, em Washington, DC, encheu-se de manifestantes pró-Trump mas também de muitos cidadãos contra o novíssimo presidente.

AFP/Getty Images

26/11/2017

A primeira viagem no Air Force One

Aconteceu apenas seis dias depois da tomada de posse, e foi uma viagem curta, entre Washington e Filadélfia, que o 45ª presidente dos EUA fez questão de documentar.

AFP/Getty Images

27/01/2027

Theresa May, a primeira visita

A primeira-ministra britânica foi a primeira líder mundial a visitar o recém-empossado presidente. Chegou a Washington no mesmo dia em que Trump assinou o decreto que ficou conhecido como “travel ban”.

Getty Images

28/01/2017

Alô, daqui fala o presidente dos EUA

No momento em que a imagem foi captada, Trump estaria a conversar com Vladimir Putin, sob o olhar de Mike Pence; Reince Priebus, seu chefe de gabinete; Steve Bannon, então seu conselheiro; Sean Spicer, então seu secretário de imprensa; e Michael Flynn, então conselheiro de Segurança Nacional.

Getty Images

29/01/2017

E ainda mais protestos – depois do travel ban

A 27 de janeiro, Donald Trump assinou o “travel ban”, que proibia a entrada de imigrantes oriundos de um conjunto de sete países de maioria muçulmana (Síria, Iraque, Irão, Somália, Sudão, Iémen e Líbia) nos EUA. As vozes contra fizeram-se ouvir desde a primeira hora.

Getty Images

24/02/2017

“Inimigos do povo americano”

Horas depois de Trump acusar certa imprensa (toda a que não lhe seria favorável) de “inimigos do povo americano”, os repórteres de New York Times, CNN, Politico, BBC e The Guardian, entre outros, foram avisados por Sean Spicer de que não poderiam assistir ao habitual briefing da Casa Branca.

Getty Images

27/02/2017

Conheçam Kellyanne, a conselheira do presidente

A pose (demasiado) descontraída de Kellyanne Conway na Sala Oval, enquanto Trump posava para a fotografia com com os representantes da HBCU (Universidades e Faculdades Historicamente Negras) correu mundo. Não pelos melhores motivos.

AFP/Getty Images

28/02/2017

A estreia no Congresso

A primeira declaração que Donald Trump fez perante o Congresso norte-americano versou essencialmente sobre segurança nacional, impostos, economia e sistema de saúde.

Getty Images

07/03/2017

Trump é fixe

7 de março foi o dia da reabertura oficial dos tours à Casa Branca. Donald Trump, o novo morador do número 1600 da Pennsylvania Avenue quis surpreender as visitas e apareceu para dizer olá.

AFP/Getty Images

17/03/2017

Fim de semana em Mar-a-Lago

Mais uma vez, Trump, Melania e Barron resolveram meter-se no Air Force One para ir passar o fim de semana à mansão do presidente na Florida. Mar-a-Lago é um resort junto ao mar com 10 mil metros quadrados, 20 hectares de jardins e 126 quartos — já lhe chamam a “Casa Branca de Inverno”.

Getty Images

20/03/2017

A casa mais visitada

Nos primeiros meses da presidência, Donald Trump recebeu em Washington grande parte dos líderes mundiais. O primeiro-ministro iraquiano Haider al-Abadi foi um deles.

Getty Images

06/04/2017

Enquanto isso, na Síria…

Foi justamente em Mar-a-Lago, para onde já tinha viajado de novo, que Trump recebeu um briefing da parte da sua equipa de Segurança Nacional sobre um ataque militar iminente na Síria.

Getty Images

17/04/2017

Os ovos da Páscoa e o Hino Nacional

A tradição tem 139 anos e é para cumprir: na Páscoa há que caçar ovos nos jardins da Casa Branca. O casal Trump tratou de segui-la a preceito: Melania contou uma história às criancinhas, Trump esqueceu-se de levar a mão ao peito quando o hino nacional foi tocado.

Getty Images

19/04/2017

Dos New England Patriots desde pequenino

O Super Bowl é “o” evento desportivo do ano, nos Estados Unidos e não só, com as emissões televisivas a chegarem a qualquer coisa como 50 milhões de pessoas em todo o mundo. Em 2017 os New England Patriots, que até estiveram a perder por 25 pontos, ganharam. Trump recebeu uma camisola.

AFP/Getty Images

28/04/2017

5 milhões de amantes de armas

A convenção anual da NRA (a Associação Nacional de Armas) decorreu em Atlanta, na Georgia, perante mais de 5 milhões de pessoas. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, discursou.

Getty Images

29/04/2017

A festa dos 100 dias

Foi em Harrisburg, na Pensilvânia, que Trump festejou os primeiros 100 dias como presidente. “Make America Great Again” (“Vamos Tornar a América Grande Outra Vez”) voltou a ser o mote do comício a que acorreram milhares de pessoas.

AFP/Getty Images

04/05/2017

“O ObamaCare está morto!”

Seria a primeira vitória legislativa de Donald Trump, que tentou acabar com o Obamacare. Mas as intenções de Trump nunca conseguiram passar o Senado. O republicano John McCain foi um dos travões. O Obamacare continua, por isso, vivo.

Getty Images

09/05/2015

A demissão do diretor do FBI

Donald Trump pediu “lealdade”, James Comey respondeu-lhe ao lado e prometeu ser “honesto”. O diretor do FBI, que liderava a investigação sobre as alegadas relações entre a equipa de Trump e o Governo russo durante a campanha eleitoral, foi demitido.

AFP/Getty Images

20/05/2017

Primeira visita de Estado: Arábia Saudita

No Palácio Murabba, em Riade, Donald Trump participou na tradicional dança das espadas. Da Arábia Saudita, o presidente dos Estados Unidos da América seguiu para Israel, Palestina, Itália e Bélgica.

AFP/Getty Images

01/06/2017

O adeus ao Acordo do Clima

No jardim das Rosas, na Casa Branca, Donald Trump anunciou a retirada dos Estados Unidos do Acordo do Clima de Paris: “é um mau negócio” para os contribuintes americanos, alegou.

AFP/Getty Images

16/06/2017

Acordo com Cuba chega ao fim

Em Miami, casa da principal comunidade cubana dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o cancelamento de mais um acordo celebrado por Barack Obama e anunciou o fim do acordo com Cuba.

AFP/Getty Images

07/07/2017

Trump e o Muro

Na cimeira do G20, em Hamburgo, Trump encontrou-se com o homólogo mexicano, Enrique Peña Nieto, e voltou a garantir que o muro entre os dois países vai mesmo ser construído. Mais: também repetiu que é o México quem vai pagar a obra.

AFP/Getty Images

26/07/2017

Transgénero fora do exército

Só tinham sido permitidos a 30 de junho de 2016 mas rapidamente Trump reinstituiu a proibição: pessoas transgénero não são aceites no exército norte-americano. Mas os tribunais não deixaram que a intenção avançasse. Continua tudo como Obama quis.

Getty Images

31/07/2017

Scaramucci versus Spicer

O Secretário de Imprensa da Casa Branca, Sean Spicer, despediu-se assim que soube que Anthony Scaramucci tinha sido nomeado diretor de comunicação. Saberia o que fazia: apenas 10 dias depois de ter começado a desempenhar funções, Scaramucci foi demitido por “confrontar verbalmente” membros da equipa do presidente.

AFP/Getty Images

09/08/2017

Fúria e fogo

Tem sido descrito como apocalítico, o aviso que Trump fez à Coreia do Norte: se prosseguir com o programa de mísseis os Estados Unidos vão responder com “fúria e fogo”.

AFP/Getty Images

13/08/2017

Morte em Charlottesville

Manifestações de supremacistas brancos em Charlottesville, na Virginia, foram combatidas por protestos de uma multidão contra o racismo. Uma mulher morreu e dezenas de pessoas ficaram feridas. Donald Trump disse que as culpas vinham de “muitos lados”.

Getty Images

02/09/2017

De visita às vítimas do Harvey

O Harvey provocou dezenas de mortos e várias dezenas de milhares de desalojados. Trump e Melania visitaram as vítimas do furacão em Houston, no Texas.

AFP/Getty Images

10/09/2017

O fim do DACA

Trump anunciou que ia acabar com o programa DACA (Deferred Action for Childhood Arrivals), implementado por Obama em 2012, que impedia a deportação de jovens imigrantes sem documentos. Os Dreamers, e não só, reclamaram nas ruas. Trump recuou.

Getty Images

11/09/2017

Os 16 anos do 11 de Setembro

Donald Trump e Melania Trump estiveram presentes na cerimónia de memória e luto pelos atentados de 11 de setembro de 2001.

Getty Images

14/09/2017

Ao serviço das vítimas do Irma

Mike Pence, Donald Trump e Melania prestaram auxílio às vítimas do furacão Irma em Naples, na Florida.

AFP/Getty Images

19/09/2017

Duro nas Nações Unidas

Na Assembleia Geral das Nações Unidas, Donald Trump voltou a endurecer o discurso para com Pyongyang e não só. O ayatollah Ali Khamenei, guia supremo da República Islâmica do Irão, acusou o presidente norte-americano de ter usado uma “linguagem de cowboy e de gangster”.

Getty Images

4/19/2017

Morrer em Las Vegas

O pior tiroteio da História dos EUA fez 58 mortos e 515 feridos na zona de Paradise, em Las Vegas. Donald Trump foi ao local conversar com os polícias e os paramédicos, que prestaram auxílio às vítimas, e com os sobreviventes.

Getty Images

03/10/2017

Em Porto Rico, por causa do Maria

Mal o Maria atingiu Porto Rico, Trump garantiu no Twitter que os Estados Unidos estariam disponíveis para ajudar a população se fosse necessário — “furacão monstruoso” foi como na altura se lhe referiu. Semanas depois cumpriu e viajou, com a mulher, para aquela ilha das Caraíbas.

AFP/Getty Images

30/10/2017

“Trick or treat”

Um dia antes do Halloween, Donald e Melania Trump cumpriram mais uma tradição e distribuíram bolachas na Casa Branca.

Getty Images

03/11/2017

Homenagem aos soldados mortos

Na base naval de Pearl Harbor, no Havai, Donald Trump e Melania lançaram flores brancas à água, numa homenagem aos soldados norte-americanos que ali morreram na Segunda Guerra Mundial. Depois, seguiram viagem para o Japão, então inimigo, agora aliado.

AFP/Getty Images

05/11/2017

Com o aliado japonês

Donald Trump com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, a exibirem os seus chapéus a condizer, num country club perto de Tóquio: “Donald e Shinzo fazem uma aliança ainda maior”.

AFP/Getty Images

06/11/2017

Um brinde (aos próximos 365 dias?)

No início da viagem pela Ásia (próximas paragens: Coreia do Sul, China, Vietname e Filipinas), Trump quis fazer um brinde. Ergueu o copo de vinho tinto ao anfitrião Shinzo Abe e ao fim da “ameaça” da Coreia do Norte. Só ele saberá se também brindou a que os próximos 365 sejam dias melhores para a sua presidência.

AFP/Getty Images