Dark Mode 114kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

SPIN2016: Criar uma cultura empreendedora

Três dias dedicados ao conhecimento, inovação e tecnologias num fórum de promoção do talento empreendedor onde o contributo das universidades para o desenvolvimento económico e social é real.

Há uma nova espécie de peregrino nos caminhos de Santiago: são os empreendegrinos. A expressão foi cunhada por Senén Barro, diretor geral da Red Emprendia, durante a cerimónia de abertura do SPIN2016 que decorreu entre 29 de setembro e 1 de outubro na Cidade da Cultura da Galiza em Santiago de Compostela.

Este evento bienal organizado com o apoio do Banco Santander, através do Santander Universidades, é a principal montra do empreendedorismo que se materializa nos projetos desenvolvidos por estudantes e investigadores de Espanha, Portugal e dos países da América Latina. De acordo com os números da organização, cerca de 3000 pessoas passaram pelo SPIN2016, num extenso mix de culturas e diferentes origens, com mais de 30 nacionalidades representadas, da Índia aos Estados Unidos da América.

Foram três dias de inspiração, criatividade e surpresa, a começar pelo clima. Ao contrário do habitual nesta época do ano, sol, céu sem nuvens e temperaturas de verão descrevem o clima atípico que se fez sentir. No cume do Monte Gaiás, em Santiago de Compostela, encontramos a Cidade da Cultura da Galiza, uma obra de elevado valor
arquitetónico imaginada por Peter Eisenman, um dos famosos “Cinco de Nova Iorque”, que liderou a equipa de arquitetos responsável pela criação do complexo. O exótico conjunto de edifícios parece levantar-se do chão, com formas curvilíneas que evocam a imagem da vieira, símbolo universal de Compostela.

Com vista soberana para Santiago, a Cidade da Cultura alberga o Museu Centro Gaiás, a Biblioteca e Arquivo da Galiza, o Centro de Empreendimento Criativo e o Centro de Inovação Cultural entre outros espaços que se desmultiplicam por uma área que ronda os 150 mil metros quadrados. O espaço tem ainda a particularidade de exibir fachadas compostas por milhares de janelas, todas diferentes entre si, não havendo uma igual a outra.

Foi neste cenário singular que decorreu o SPIN2016, considerado por muitos como o mais importante encontro de empreendedorismo, inovação e tecnologia do espaço ibero-americano. Jovens empreendedores, estudantes e investigadores académicos partilharam experiências em seminários e workshops, sessões de networking e de partnering com empresários e investidores.

[jwplatform 0sVGnQPQ]

A cerimónia de inauguração oficial contou com a presença do presidente da Junta da Galiza, Alberto Núñez Feijóo, da Secretária-Geral Ibero-Americana, Rebecca Grynspan, do presidente da Red Emprendia e reitor da Universidade de São Paulo, Marco António Zago, do Secretário-Geral da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, Ciência e Cultura, Paulo Speller, e do vice-presidente do Banco Santander, Rodrigo Echenique.

Exemplos de sucesso

Entre os oradores convidados para esta terceira edição do SPIN 2016 estiveram personalidades influentes do mundo da ciência, da cultura, da educação e do desporto, além de líderes do meio empresarial e notáveis investigadores académicos.

Uma das figuras mais aguardadas era Gustavo Santaolalla, a quem coube a tarefa de abrir o certame, na manhã do primeiro dia. Durante a palestra intitulada “Os relatos do Rei Midas da música” o produtor, que vê nas pessoas uma grande fonte de inspiração, destacou a importância de os jovens investirem esforço e dedicação na procura da sua própria identidade. Questionado sobre o futuro do Tango, não hesita em afirmar que há hoje muita gente nova a aprender a tocar bandoneón (instrumento típico do Tango) e a trabalhar em projetos que garantem a longevidade da música tradicional argentina.

29666415793_cb5044385e_k

Gustavo Santaolalla já venceu dois Óscares na categoria de “Melhor Banda Sonora”

Santaolalla nasceu na Argentina em 1951 e desenvolveu uma extensa e bem sucedida carreira desde o final dos anos 1970, quando se estabeleceu em Los Angeles. Reconhecido com 17 Prémios Grammy, sendo 15 de música latina, a que se juntam dois Óscares, um Globo de Ouro e dois prémios BAFTA, a Academia Britânica de Cinema e
Televisão. Paralelamente ao seu trabalho como produtor e compositor, o músico integra a banda Bajofondo que já atuou em Portugal.

Apesar da agenda apertada, antes de partir para Londres onde iria encontrar-se com Eric Clapton, ainda houve tempo para uma atuação inédita com Carlos Nuñez, uma referência da música celta na atualidade, por quem Gustavo Santaolalla revelou grande admiração. A música popular latino-americana está muito presente no caminho do compositor argentino, que à noite se juntou a vários músicos galegos para um serão de música improvisada, num encontro informal no centro da cidade. Algumas horas depois, o vídeo dessa atuação publicado nas redes redes sociais já ultrapassava as 70.000 visualizações, comprovando o renome internacional do produtor argentino que tem dois Óscares para “Melhor Banda Sonora” nos filmes “Brokeback Mountain” e “Babel”.

Design Thinking de mãos dadas com o futuro

Outra das estrelas nesta edição do SPIN foi Lawrence Abrahamson, sénior designer no IDEO, uma das empresas referenciais em matéria de inovação e design, sedeada em Nova Iorque. O IDEO é considerado o berço do Design Thinking, a metodologia para o desenvolvimento de ideias inovadoras, centradas no utilizador, que ajudam os
designers, engenheiros e empreendedores a enfrentar e resolver desafios de forma criativa e mais eficaz.

“Em Singapura está a ser introduzida uma disciplina de Design Thinking nas escolas primárias, para começar a colocar estas questões mais cedo e estimular novas formas de organizar o pensamento criativo”.

Nos Estados Unidos da América as universidades já estão a organizar cursos que levam estudantes com diferentes percursos de aprendizagem a trabalhar juntos. Depois do seu workshop, Abrahamson disse-nos que “há engenheiros a trabalhar com pessoas da área da psicologia, o que permite sempre novas combinações e diferentes visões sobre o mesmo problema.” É o papel da criatividade na procura de novas respostas para resolver questões reais. O designer contou-nos que “em Singapura está a ser introduzida uma disciplina de Design Thinking nas escolas primárias, para começar a colocar estas questões mais cedo e estimular novas formas de organizar o pensamento criativo”.

A criatividade no expoente máximo

Anxo Pérez é um jovem empresário galego, criador de 8Belts.com, o método que garante falar uma língua em menos de oito meses. Pérez defende que “existe um excesso de informação não processada” no sistema tradicional de aprendizagem. Além disso, o autor diz que “no século XXI o mais importante é a retenção, afinal qual é a quantidade
de informação que podemos memorizar?”.

Na sequência do sucesso o empresário publicou “Os 88 Degraus do Sucesso”, um livro que se tornou o mais vendido em Espanha em apenas 50 dias. À venda em Espanha neste momento já está “A Inteligência do Sucesso”, o segundo livro que vem complementar o primeiro, com mais dicas e orientações para encontrar o caminho do êxito.

Do elenco de intervenientes, nas conferências, workshops e palestras motivacionais dirigidas aos jovens empreendedores, faziam parte: o paleontólogo e investigador espanhol Juan Luis Arsuaga, que dirigiu as escavações em Sierra de Atapuerca e Pinilla del Valle, onde foram encontrados os primeiros vestígios do Homo antecesor,
considerada a mais antiga espécie de hominídeo na Europa; Manel Sort, um jovem catalão, com mais de 19 anos de experiência na indústria de gaming e mais de 60 títulos publicados.

Atualmente, dirige os estúdios King Barcelona, líder mundial em aplicações de entretenimento para smartphones e tablets, de onde saíram jogos tão populares como o Candy Crush.

Mariquel Waingarten e Gaston Frydlewski formam o casal argentino que lançou a Hickies, uma ideia revolucionária para substituir os atacadores do calçado por um sistema de retenção adaptável aos movimentos do pé. O objetivo era nunca mais ter que atar os cordões dos sapatos e foi validado com recurso a uma campanha de crowdfunding que lhes permitiu angariar seis vezes mais do que o capital pretendido inicialmente. Hoje a Hickies já está presente no mercado europeu e norte-americano, além da Argentina, Japão e Austrália.

Outro palestrante célebre foi Cédric Villani, considerado o jovem matemático mais influente do mundo. O francês, vencedor da Medalha Fields em 2010, é muitas vezes apelidado de “Lady Gaga da Matemática” graças à sua aparência e personalidade excêntricas. Catedrático da Universidade de Lyon e diretor do Instituto Henri Poincaré em Paris, o mais importante centro de investigação francês, garante que as ciências matemáticas dão um contributo essencial para compreender e ordenar o mundo.

Villani não hesita em considerar que a matemática é a “maior impulsionadora de todos os avanços tecnológicos”; no último dia do evento viria a estar também presente o ex-selecionador da equipa de futebol espanhola, Vicente del Bosque, Campeão do Mundo em 2010 e da Europa em 2012.

Inspiração e talento feminino

O talento das mulheres como agentes fundamentais para a transformação do mundo também obteve reconhecimento através das vozes de Sakena Yacoobi, nomeada para o Prémio Nobel da Paz e fundadora do Instituto Afegão de Aprendizagem que assegura a formação de professoras no Afeganistão e no Paquistão. E também de Leticia Gasca que dirige o Instituto do Fracasso e também lidera o movimento global Fuckup Nights, uma iniciativa nascida no México, em 2012, para partilhar histórias de fracasso e experiências de frustração; Luz Rello é uma empreendedora que trabalha no desenvolvimento de ferramentas digitais para a deteção e tratamento da dislexia, de que ela própria padece.

"O talento das mulheres como agentes fundamentais para a transformação do mundo também obteve reconhecimento através das vozes de Sakena Yacoobi, nomeada para o Prémio Nobel da Paz."

A sua empresa Change Dyslexia concebeu um detetor, que vai ser lançado em novembro, e já foi testado com êxito em crianças e adultos de todas as idades; Gisela Pulido, considerada a mais jovem campeã mundial de sempre por ter conquistado dez títulos mundiais de kitesurf aos 22 anos, também partilhou histórias de sucesso; houve até uma distinção, o prémio “Mulheres que Movem o Mundo” que seria atribuído a Mariana Costa, fundadora da Laboratoria, uma empresa social que treina mulheres jovens de baixos recursos como programadoras e especialistas no desenvolvimento de aplicações, em países como o Peru, o Chile ou o México.

No âmbito da formação profissional, o Spin2016 ofereceu gratuitamente 16 workshops e seminários para empreendedores que puderam assim complementar os seus conhecimentos e acelerar o desenvolvimento de competências. Com o objetivo de converter as crianças em pequenos empreendedores e criadores de tecnologia realizaram-se oficinas de robótica, eletrónica e programação para cerca de 400 crianças dos 8 aos 12 anos, de várias escolas da Galiza.

30181511792_baee82e0bd_k

Com a colaboração de mais de 50 entidades, o SPIN é organizado pela RedEmprendia, uma rede composta por 28 universidades de oito países, que desenvolve programas internacionais de apoio à criação e consolidação de empresas com base em talento e conhecimento gerado na universidade e que conta, desde a sua génese, com o apoio do Banco Santander.

O Banco Santander continua a ser a empresa privada que mais investe no apoio à educação em todo o mundo, de acordo com o relatório da Fundação Varkey publicado pela UNESCO. Na lista de empresas cotadas na lista “Fortune Global 500” o Banco Santander ocupa o primeiro lugar, com um valor de 197 milhões de dólares ao longo de três anos (2011/2013). Isto inclui o apoio às atividades da RedEmprendia, através do Santander Universidades, mantendo mais de 1.200 acordos com universidades e instituições académicas de 20 países.

A reunião magna do empreendedorismo ibero-americano terminou em Santiago de Compostela, mas deixou a garantia de continuar vivo no ecossistema empreendedor através da formação e desenvolvimento de ideias, a modelação de negócios, a incubação e a aceleração de micro-empresas.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.