Contradições do ex-chefe de gabinete de Azeredo /premium

General Martins Pereira admite ter recebido um relatório sobre a recuperação do material Tancos. Mas nega ter sabido de "irregularidades" ou "encobrimento". O documento sugere algo diferente.

Por Pedro Raínho