Explicador

O que está em causa na Autoeuropa. Conflito laboral ou guerra sindical?

Agosto 201730 Agosto 2017581
Ana Suspiro

Os trabalhadores deixariam de ter fim de semana?

Pergunta 7 de 13

De acordo com a proposta da Autoeuropa, no esquema de folgas rotativas poderiam gozar dois dias seguidos em casa, de três em três semanas. Quanto ao fim de semana clássico, sábado e domingo, só seria possível quando a folga rotativa calhasse ao sábado, o que, segundo fonte laboral da unidade, aconteceria de seis em seis semanas. O calendário proposto previa que os trabalhadores gozassem duas folgas seguidas em duas semanas consecutivas.

Para além do fim de semana, os novos horários implicam um terceiro turno diário o que resultaria em trabalho noturno. Estamos a falar de semanas com 18 turnos, três turnos de oito horas por dia, incluindo o sábado.

A implementação da semana dos seis dias de laboração contínua seria inédita na fábrica de Palmela, que começou a laborar há 26 anos. E, pela informação recolhida pelo Observador, também não é comum no universo das fábricas europeias do grupo alemão — haverá uma na Polónia — que têm autonomia para negociar o horário de produção.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)