Momentos-chave
Histórico de atualizações
  • Bom dia!

    Terminamos neste liveblog a cobertura noticiosa sobre a pandemia de Covid-19.

    Para ficar a par das notícias deste domingo, acompanhe este link.

    Rui Rio ataca Governo e Rui Moreira: “Vergonha em pleno combate à pandemia”

  • Brasil com mais 2.012 mortes

    O Brasil registou mais 2.012 mortes de doentes Covid passando o total de 460 mil óbitos (461.057) desde o início da pandemia. O número de contágios subiu para 16.471.600, com mais 79.670 novos casos contabilizados nas últimas 24 horas.

    O Brasil é o segundo país do mundo com mais mortos por Covid-19, apenas atrás dos EUA.

  • Reino Unido. Confrontos entre polícia e manifestantes

    Em Londres, os protestos que começaram pacíficos — contra o chamado passaporte das vacinas e outras medidas para conter a pandemia — já levaram a confrontos com a polícia na zona de Westfield.

    Um centro comercial teve mesmo de ser encerrado, depois de ser ocupado pelos manifestantes que ali se mantiveram, durante cerca de meia hora, até serem obrigados a sair pela polícia. Embora as autoridades tenham bloqueado uma das entradas, a multidão acabou por entrar por uma outra porta que, a poucos metros de distância, estava desprotegida.

  • Protestos contra Bolsonaro em mais de 200 cidades, incluindo Lisboa e Porto

    Foram dezenas de milhares de manifestantes que este sábado protestaram contra a forma como Jair Bolsonaro, presidente brasileiro, tem gerido a crise pandémica no país com protestos a acontecer em mais de 200 cidades, incluindo Lisboa e Porto.

    Foram convocados protestos também em Nova Iorque, Amesterdão, Barcelona, Palma de Maiorca, Zurique, Paris e Bruxelas.

    Anti-Bolsonaro Rallies As President Faces Probe For Mismanagement Of Pandemic

    Rio de Janeiro

    Anti-Bolsonaro Rallies As President Faces Probe For Mismanagement Of Pandemic

    Brasília

    Brazilian Residents Stage A "Bolsonaro Genocide" Protest In Lisbon

    Lisboa

    Brazilian Residents Stage A "Bolsonaro Genocide" Protest In Lisbon

    Lisboa

  • Moçambique anuncia mais um óbito e 27 novas infeções

    Os valores oficiais do Ministério da Saúde mostram que em Moçambique se registaram mais uma morte e 27 novos casos de infeção do vírus da Covid-19.

    Total acumulado, o país conta 836 mortes e 70.724 casos de infeção pelo SARS-CoV-2.

  • Cabo Verde com mais 2 mortes e 151 infetados

    Os números mais recentes em Cabo Verde dão conta de mais duas mortes de doentes Covid e 151 novos contágios por SARS-Cov-2. Segundo o Ministério da Saúde, no concelho da Praia, principal foco da doença no país, foram contados mais 44 casos.

    Depois de um pico de 417 casos diários a 5 de maio, a tendência inverteu-se nas últimas três semanas, chegando ao mínimo de 77 casos na segunda-feira passada.

  • Angola com 8 mortes e 236 contágios

    Angola conta com mais 236 novos contágios e oito mortes de doentes Covid. Depois da contagem das últimas 24 horas, os valores totais do país sobem para 34.180 casos positivos e 757 óbitos, segundo o Ministério da Saúde angolano.

    A província de Luanda registou o maior número de casos (143), seguida do Huambo (45), Huíla (31), Benguela (10), Zaire (5), Cunene (1) e Malanje (1.)

    Fonte: WorldMeter

  • Catarina Martins: "Não é compreensível" que outros façam o que não é permitido aos portugueses

    “Parece-me que não é compreensível permitir-se a uma iniciativa aquilo que não se permite à generalidade dos cidadãos e das cidadãs deste país.” A resposta de Catarina Martins foi dada aos jornalistas no final da Mesa Nacional do BE, órgão máximo entre convenções e que se reuniu em Lisboa.

    Questionada sobre a final da Liga dos Campeões e sobre quem recai a responsabilidade do não cumprimento de regras sanitárias, a líder dos bloquistas apontou o dedo ao Governo e à Câmara do Porto “do ponto de vista das normas e da sua implementação”.

    “Nós achamos que são sempre necessários os maiores dos cuidados. Portugal deve ter uma posição que seja compreendida por toda a comunidade na forma como impõe regras para prevenir riscos de Covid-19. Sabemos que o ar livre é bem mais seguro do que os espaços fechados, sabemos que há já população vacinada, mas sabemos que são precisos cuidados.”

  • 7 mortos e 3.398 novas infeções no Reino Unido

    É uma subida em relação à semana anterior. O Reino Unido contou mais 3.398 novas infeções e 7 mortos entre doentes Covid nas últimas 24 horas. A média dos últimos sete dias é de 21.469 diagnósticos positivos, mais 4.059 do que na semana anterior. Em relação a óbitos, o total foi de 29, mais 18 do que a média dos 7 dias anteriores.

  • Madeira com mais 12 diagnósticos positivos

    Nas últimas 24 horas, as autoridades madeirenses registaram mais 12 novas infeções pelo vírus da Covid-19. Destes novos casos, 11 são de transmissão local, segundo o boletim da Direção Regional de Saúde do arquipélago.

    A Madeira tem atualmente 194 casos ativos.

  • Protesto em Londres reuniu milhares de pessoas

    As ruas da capital britânica foram este sábado palco de um protesto contra o recurso ao confinamento, o uso de máscaras e a administração de vacinas contra o vírus da Covid-19.

    O protesto em Londres, que contou com muitos grupos de negacionistas da pandemia, reuniu milhares de pessoas.

    'Unite for Freedom' march in London

    Getty Images

    'Unite for Freedom' march in London

    Getty Images

    'Unite for Freedom' march in London

    “Liberte a sua cara”, lê-se no cartaz. Getty Images

    'Unite for Freedom' march in London

    “Diga não a vacinas obrigatórias”, lê-se na t-shirt

    'Unite for Freedom' march in London

    Getty Images

  • António Costa: "Não podemos sair desta crise com a legislação de trabalho que tínhamos quando a crise começou"

    O país não pode sair da crise provocada pela Covid-19 com a legislação de trabalho existente quando a pandemia começou. As declarações de António Costa foram feitas este sábado na Figueira da Foz onde falava na qualidade de secretário-geral do Partido Socialista, na sessão de apresentação da sua moção de orientação política ao Congresso do PS, que se realiza em 10 e 11 de julho.

    No texto da moção, o líder dos socialistas promete combater a precariedade, o recurso abusivo ao trabalho temporário, o falso trabalho independente e a informalidade nas relações laborais. Por outro lado, promete promover a valorização dos salários dos trabalhadores jovens.

    Leia mais aqui.

    Costa quer alterar leis do trabalho para fazer face à crise pandémica e promete combater a precariedade

  • Proteção Civil envia SMS e apela ao cumprimento das regras na Área Metropolitana do Porto

    A Proteção Civil, através do envio de mensagens SMS, está a apelar ao cumprimento das regras sanitárias na Área Metropolitana do Porto, onde tem havido vários ajuntamentos de adeptos, já que o Porto acolhe esta noite a final da Liga dos Campeões. A notícia é avançada pela agência Lusa que cita fonte do Ministério da Administração.

    A mensagem também foi enviada em inglês para todos os telemóveis nacionais e estrangeiros que se encontram na região.

    Manchester City v Chelsea FC - UEFA Champions League Final

    Porto acolhe esta noite a final da Liga dos Campeões de futebol

  • Mortes e casos diminuem em Itália

    Itália contou, este sábado, mais 83 mortes de doentes Covid-19 quando, na véspera, tinham sido 126. Segundo o Ministério da Saúde, os novas casos descem de 3.738 para 3.351.

    Números acumulados, o país conta 126.002 mortes e 4,213 milhões de contágios desde o início da pandemia, o segundo maior número de mortes na Europa e o sétimo maior do mundo.

  • Mais de 3,5 milhões de mortes e mais de 169 milhões de infetados no mundo

    Desde o início da pandemia, o vírus da Covid-19 já foi responsável por mais de 3,5 milhões de mortes (3.524.960 mortes) e de, pelo menos,169.379.970 casos de infeção em todo o mundo. Os números são do balanço diário da AFP.

    Países com mais mortes num só dia:

    • Índia (3.617), Brasil (2.371) e os Estados Unidos (774).

    Países mais afetados

    • Estados Unidos com 593.962 óbitos e 33.240.431 casos,
    • Brasil com 459.045 mortes e 16.391.930 casos,
    • Índia com 322.512 mortes e 27.729.247 casos,
    • México com 223.072 mortes e 2.408.778 casos,
    • Reino Unido com 127.768 mortes e 4.477.705 casos.

    A Hungria é o país com o maior número de mortes em relação à sua população, com 307 óbitos por 100.000 habitantes.

  • Duquesa de Cambridge já foi vacinada

    “Ontem recebi a minha primeira dose da vacina Covid-19 no Museu de Ciências de Londres”, escreveu Kate Middleton, na conta oficial de Twitter do Duque e da Duquesa de Cambridge. “Estou imensamente grata a todos os que participam nesta organização — obrigada por tudo o que estão a fazer.”

    A mulher do príncipe William tem 39 anos. Segundo dados revelados este sábado, mais da metade da população com 30 anos do Reino Unido recebeu a primeira dose da vacina em pouco mais de duas semanas.

  • Espanha volta a receber cruzeiros

    A partir de 7 de junho, os navios internacionais de cruzeiro podem voltar a atracar em portos espanhóis. A decisão do Governo espanhol foi tomada na sequência do abrandamento da pandemia de Covid-19 na Europa.

    Em Portugal, decisão semelhante foi anunciada a 15 de maio.

  • Açores com 18 novos contágios

    Nas últimas 24 horas, os Açores contaram 18 novos casos positivos de Covid-19 em São Miguel, em contexto de transmissão comunitária, de acordo com o boletim diário a Autoridade de Saúde açoriana.

    O concelho da Ribeira Grande é o que regista maior número de novos casos, com 10 novos diagnósticos positivos (cinco em Rabo de Peixe, dois na Ribeirinha, dois na Lomba de S. Pedro e um no Pico da Pedra).

    As autoridades registaram 19 recuperações, 18 das quais na ilha de São Miguel e uma em São Jorge, que era o único caso positivo ativo na ilha.

  • Champions. Porto recebe 500 voos entre 27 e 31 de maio

    A empresa Navegação Aérea de Portugal (NAV) autorizou cerca de 500 voos entre 27 e 31 de maio para o aeroporto do Porto. Todos estes voos têm ligação à final da Liga dos Campeões marcada para este sábado no Estádio do Dragão entre as equipas inglesas do Manchester City e do Chelsea, confirmou fonte oficial da NAV à Agência Lusa.

    Estão em causa “voos de aviação comercial, executiva e privados”, afirma a mesma fonte.

  • Marcelo defende que “discurso que se fazia não pode ser o discurso que se faz agora”

    Durante o seu discurso no arranque da campanha do Banco Alimentar contra a Fome, Marcelo Rebelo de Sousa insistiu várias vezes na necessidade de adaptar o discurso sobre o estado da pandemia de Covid-19 em Portugal.

    “O discurso que se fazia não pode ser o discurso que se faz agora”, reiterou o Presidente da República. “Os números crescem em casos, algumas vezes e nalgumas áreas, mas, felizmente, não crescem em internamentos, não crescem em cuidados intensivos, e não estão a crescer em mortes. O que quer dizer que a vacina está a fazer os seus passos”, sublinhou Marcelo, apelando à vacinação e a que as medidas de segurança, como o uso de máscara, sejam cumpridas.

    “Com mais variante ou menos variante a que temos de estar atentos, a vacina está a cumprir a sua missão, e é preciso apelar a que as pessoas não tenham duvidas e se vacinem”, apelou.

    Insistindo na necessidade de criar um discurso que “cole” com a realidade, Marcelo Rebelo de Sousa realçou que é preciso começar a olhar para o futuro da situação económica e social do país.

    “Agora que a questão da vida e da saúde está a melhorar, temos de equilibrar com o problema da situação económica e social das pessoas”, acrescentou ainda o Presidente.

1 de 3