Histórico de atualizações
  • E por hoje é tudo! O Campeonato chegou ao fim com o FC Porto como campeão, o Benfica na Champions via segundo lugar, o Sporting na terceira posição, o Sp. Braga no quarto posto, o Rio Ave à espera de um triunfo dos leões na Taça de Portugal com o Desp. Aves para chegar à Liga Europa e P. Ferreira e Estoril relegados para a Segunda Liga, por troca com os insulares Nacional e Santa Clara. Voltamos nos próximo fim de semana para acompanhar a final da Taça de Portugal, sendo que esta quarta-feira teremos também a final da Liga Europa, entre Atl. Madrid e Marselha. Até lá, boa noite!

  • Patrício. A despedia (inglória, tão inglória) na casa de partida

    “Aquele pedaço redondo de couro e ar, aquele pedaço redondo de couro e ar que ele impede que ultrapasse uma linha que tem inviolada há tanto tempo, escapou-lhe das luvas, por entre as luvas, e caprichoso, lentamente, entrou na baliza. E o Marítimo derrotou o Sporting. E o Sporting verá a Champions pela TV no ano que vem.

    Patrício não merecia. Não ele. Não no Estádio dos Barreiros, no Funchal. Estreou-se lá.”

    https://observador.pt/2018/05/13/patricio-a-despedia-ingloria-tao-ingloria-na-casa-de-partida/

  • Jonas, o melhor marcador do Campeonato

  • Em direto na SIC Notícias percebe-se que há vários adeptos, cerca de duas dezenas deles, do Sporting a aguardar, insatisfeitos, a saída do autocarro do Sporting do estádio dos Barreiros. Quase tantos quanto elementos das forças policiais no local.

  • Aquele jogo que contado ninguém acredita (a crónica do Benfica-Moreirense)

    Desde a antecâmara do dérbi em Alvalade, e tendo como contexto a capa de um jornal desportivo que o colocava na rota do Al-Hilal da Arábia Saudita com uma proposta milionária, o técnico do Benfica teve de responder a questões que antes nunca se tinham colocado. A possibilidade de saída, a que respondeu puxando dos galões e dos títulos conquistados em três anos. A hipótese de ficar fora da Champions, que foi tentando evitar até que o Campeonato chegasse ao fim. A realidade de ver o FC Porto campeão, que levou a que recordasse todas as adversidades que a equipa (e sobretudo o clube) tiveram de enfrentar. De novo, a possibilidade de saída, a que respondeu este sábado com uma frase que diz muito: “Tenho dois anos de contrato e ainda mais vontade do que quando cá cheguei”.

    Aquele jogo que contado ninguém acredita (a crónica do Benfica-Moreirense)

  • O recorde (negativo) de Jesus, na pior altura da época

  • Estava tudo preso por arames. E o Sporting acabaria pendurado (a crónica do Marítimo-Sporting)

    “Ninguém em Portugal jogou tanto como o Sporting. E tantos jogos sobre as pernas tinham que deixar mossa. E deixaram. No derradeiro, naquele que valeria a Champions e os milhões da Champions, cedo se percebeu que isto não se resolveria com pernas, com pulmão, mas com o que sobra quando tudo o mais se vai: o coração. De Piccini a Gelson, de William a Acuña, de Coentrão a Dost, todos pareciam exaustos, presos por arames, ainda a mal partida tinha começado, e apenas Bruno Fernandes, sozinho contra o mundo, queria resolver cedo a contenda na Madeira.”

    https://observador.pt/2018/05/13/estava-tudo-preso-por-arames-e-o-sporting-acabaria-dependurado-a-cronica-do-maritimo-sporting/

  • O resumo da época do melhor marcador da Liga, Jonas

  • Sporting somou a quarta derrota fora neste Campeonato

  • O resumo dos jogos que condenaram P. Ferreira e Estoril

  • O golo que arrumou de vez a questão da Champions

  • A reação de Rui Vitória na flash interview

  • Jesus "chateado e desmoralizado" pede "carinho" para a equipa chegar forte ao Jamor

    Jorge Jesus justificou a derrota com o marítimo na última jornada do campeonato com o facto do Sporting nunca ter conseguido ser uma “equipa ofensivamente que tivesse dinâmica e qualidade técnica e tática”. O treinador do Sporting queixou-se ainda do anti-jogo do Marítimo que começou “logo na primeira parte”, com “os jogadores a pararem o jogo e a tirar a intensidade do jogo”. Além disso, lamenta, “o árbitro só deu cinco minutos.”

    Jorge Jesus diz que a equipa até “teve crença, mas não foi tão fresca como normalmente é”, uma vez que “alguns jogadores já estão a sentir os 60 jogos.” A prioridade do treinador agora é “recuperar a equipa” já que há “no domingo já uma final”. Jesus alerta que “a equipa sentiu muito esta derrota” e, em particular, “sentiu a forma como os adeptos não gostaram desta derrota”.

    Jesus diz que tem agora de “recuperar esta equipa com o carinho de todos e com o carinho dos adeptos” e diz estar “chateado e desmoralizado” por não ter conseguido chegar à Champions League.

    Sobre a troca palavras com Bruno de Carvalho, e as críticas do pai do presidente, Jesus não quis falar: “Estou aqui para falar do jogo”.

  • O resumo do jogo na Luz, em números

  • Bruno Fernandes diz que "não há explicações" para a derrota e que "o balneário não está feliz"

    O médio do Sporting Bruno Fernandes disse na flash interview à SportTV que “não há explicações” para o que aconteceu no jogo deste domingo, em que o Sporting perdeu por 2-1, perdendo a possibilidade de se qualificar para a Champions League. “Cometemos erros, pagámos caro por isso. Agora há que pensar na taça de Portugal porque temos uma final para ganhar”, acrescentou o jogador.

    Bruno Fernandes disse que a equipa “não mostrou ansiedade”, mas não conseguiu “dar a volta ao resultado”. O médio admite que “o balneário não está feliz”, já que o “objetivo era ganhar o campeonato” e, caso não fosse possível, conseguir o segundo lugar. Por isso, a análise ao campeonato é “negativa”. Ainda assim, Bruno Fernandes espera que este resultado não afete o jogo da final da Taça de Portugal.

    Quanto ao “frango” que Rui Patrício deu já em período de descontos, Bruno Fernandes desvaloriza o erro: ” ui Patrício este ano salvou-nos montes de vezes. [O lance] não vai manchar a imagem do Rui. É um guarda-redes e capitão que respeitamos aqui no Sporting.”

  • Todas as contas da Liga fechadas

    Final da última jornada do Campeonato: Sporting perde com o Marítimo e deixa-se ultrapassar pelo Benfica na luta pelo segundo lugar, P. Ferreira e Estoril descem à Segunda Liga (V. Setúbal e Feirense fazem a festa). O resto estava decidido: o Sp. Braga, que perdeu em Vila do Conde, acaba em quarto, o Rio Ave fica em quinto e espera que os leões vençam a Taça de Portugal para ir à Liga Europa em vez do Desp. Aves

  • A classificação final

  • Final do jogo na Madeira. Marítimo-Sporting, 2-1

    Se é certo que nada o Marítimo fez para vencer, também é verdade que o Sporting, que tinha mesmo que vencer, pouco fez para conseguir mais do que um empate. E é penalizado pela sua fraca prestação, sobretudo nesta segunda parte. A cabeça estava no Jamor e vão-se os milhões da Champions.

  • Final do jogo na Luz! 1-0 para o Benfica

    Final do encontro na Luz! Benfica vence Moreirense e adeptos fazem a festa depois de saberem do 2-1 do Marítimo frente ao Sporting na Madeira

1 de 7