Se os últimos anos ensinaram alguma coisa é que está cada vez mais difícil fazer previsões. Não tenho dúvidas que este ano podemos esperar o inesperado. A única coisa que anda mais rápido que a tecnologia é a velocidade das expetativas do consumidor. No momento em que uma tecnologia é incorporada num aparelho, como a voz, esperamos que isso esteja presente em todo lado.

2019 vai ser impulsionado pelo imediatismo e personalização. O primeiro já é uma tendência no e-commerce, onde os tempos de entrega estão a ficar cada vez mais curtos. Antes, o melhor padrão eram as entregas no dia seguinte, agora é no mesmo dia, ou até em poucas horas. Os produtos e empresas que caminharem não apenas em direção ao comércio, mas que se focarem numa entrega quase imediata, vão assistir a um crescimento maior.

A descoberta vai ser mais importante que nunca. ‘Relevância’, ‘Utilidade’ e ‘Prático’, são as palavras de sucesso para se ter em consideração e, na origem de tudo, estarão as escolhas certas para a população. Em 2019 vamos assistir a uma grande mudança no marketing de pessoas à procura de produtos, para os produtos a encontrarem as pessoas, e até campanhas que serão primeiro criativas antes de se preocuparem com o público. Para ultrapassar as expetativas do consumidor, a personalização precisa ser feita de forma mais eficiente. Criar uma segmentação com base em dados e resposta vai permitir que a tecnologia e os sistemas façam o trabalho pesado por nós.

Prevemos que o “Singles Day” – ou dia do solteiro – se torne num acontecimento na Europa. A Black Friday, assim como o Halloween, são hoje um momento relevante na cultura e retalho de Portugal e no resto da Europa, mesmo que tenha começado  nos EUA. São dois exemplos de acontecimentos que foram do ocidente para o oriente, e será que vamos ver agora a primeira grande movimentação do oriente para ocidente? O “Singles Day” é hoje o dia de e-commerce mais importante no mundo e tem origem na Ásia-Pacífico. Começamos a ver nos dados do Facebook os mesmos sinais que vimos há três anos na Black Friday. Por isso, se realmente querem ter sucesso em 2019, não se preparem apenas para a Black Friday: preparem-se também para o “Singles Day”.

Em relação ao Facebook, o passo acelerado a que a tecnologia é adotada, particularmente na nossa região, significa que as indústrias e modelos de negócios continuam a ser transformados. Após uma década de mudanças, a única constante é que os consumidores muitas vezes adotam novas tecnologias antes das empresas. Estas tendências têm uma influência profunda em como as pessoas descobrem, avaliam e conversam com empresas, e em última análise, como e onde fazem as compras. No Facebook identificamos três tendências de comunicação significativas que devem aumentar em 2019: Vídeo, ‘Stories’ e serviços de mensagem.

Se as empresas fizeram resoluções de ano novo, qual seria a sua? Para mim, todas estas tendências se resumem a uma ideia antiga – que nos negócios e na vida, as relações são tudo. E qualquer relação começa com uma conversa. Por isso, começar, sustentar e fazer crescer conversas relevantes, pode ser uma das áreas em que deve focar as suas energias ao longo deste ano.

*Irene Cano é Diretora Geral do Facebook Ibéria