505kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Alexandre Borges

Convidado

Artigos publicados

Cultura

Erradicar o Português: ponto de situação

O português vem doutro tempo, quando se andava mais devagar e sonhava com outras coisas. Foi válido durante 800 anos, de Dom Dinis ao meu avô Grimanez. Mas, de repente, o mundo decidiu que já chega.
Açores

Liberalismo, que bicho é esse?

Custa perceber que tudo depende do Governo Regional porque o Governo Regional tudo fez para que tudo dependesse dele, do seu crivo, da sua autorização, da sua escolha, da “fidelidade” dos “súbditos”.
Óbito

Vasco Pulido Valente: a lucidez fumando o tédio

Durante anos, VPV representou para nós a crónica curta certeira, infalível. A frase breve, o adjetivo implacável, a passada de tal modo certa que nunca ficava uma palavra a mais nem outra por dizer.
Facebook

O Facebook mudou a minha vida (e eu não queria)

O Facebook faz 15 anos. E o cronista, que resistiu ao telemóvel, à internet e que, se tivesse vivido no Antigo Egipto, teria provavelmente resistido ao livro, preparou-lhe esta crónica.
Eleições no Brasil

De como Bolsonaro pode salvar o mundo

Onde não se fala explicitamente de “Farenheit 541”, mas onde se defende, nas entrelinhas, que ler continua a ser das melhores ideias para matar fascistas.
Mundial 2018

Silva e Képler contra o rio onde não havia prata

No último jogo da selecção nacional no mundial, não foi a sorte, nem o azar, nem o árbitro; foi apenas futebol. O Mundial segue dentro de momentos. Portugal também.
Mundial 2018

Mia Wallace no Irão-Portugal

Portugal ganhou direito a mais um dia de vida, num jogo em que “As 1001 Noites” encontraram o “Pulp Fiction”. Ninguém sabe como a história acaba, mas, para já, a trivela venceu o quadrado.
Mundial 2018

O sebastianismo no contexto do jogo sem bola

Era Portugal contra Marrocos, mas o deserto foi nosso. Havia Dom Sebastião, mas quem desapareceu foi o meio-campo. Saiu tudo mal outra vez, mas desta ganhámos.
Música

Salvem a música do DJ

Não é para salvar a música que o DJ faz; é para pôr a música a salvo do DJ. É como aquela adivinha do lobo, da galinha e do milho: não se pode deixar o DJ sozinho na margem com o gira-discos.
Casa Branca 2016

Trump, ou de como a arte já não serve para nada

Não foi só Hillary que perdeu. Nem os políticos. Foram os artistas. E é preocupante que isto tenha chegado aos artistas. Esta indiferença. Esta rejeição.
Euro 2016

O triunfo dos mal-amados

Como foi que isto aconteceu? Não faço a mínima ideia. O futebol são 11 contra 11 e no fim ganha a Alemanha – mas isso é no futebol de hora e meia. No de 120 minutos, ganha o Fernando Santos.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.