249kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

João Salazar Braga

Convidado

Artigos publicados

Crónica

A Música e a Primavera

A música raramente anuncia a sua chegada. Surge apenas e deixa-se ficar pelo tempo que pretende. Tudo aquilo que nós podemos fazer é abrir as janelas e facilitar a sua entrada nas nossas vidas.
Rádio

O relato de futebol

Na rádio, todos os jogadores são bestiais e bestas. Na televisão, o fenómeno também ocorre, mas com muito menos intensidade. O relato de rádio é um sonho de criança, onde tudo é possível.
Sociedade

A luz e a esperança

Não digo que a esperança seja a última a morrer, pois não acredito nisso. A esperança não é a última a morrer, porque a esperança não morre.
Sociedade

A chegada do Outono

No campo, os prazeres são eternos; parece que não têm nem começo, nem fim. Longe do betão da cidade, é fácil viver e, por isso, é fácil sentir.
Praia

Os mergulhos de final de tarde

Eu passo o ano a pensar nestes mergulhos de fim de tarde, sobretudo durante os dias difíceis, em jornadas chuvosas de inverno, quando o céu vem e vai triste e tudo é pesado.
Crónica

Carta ao meu avô que hoje faz anos

Neste momento, enquanto escrevo estas palavras, estou muito longe dele, mas no reflexo da minha própria janela vejo o verde do jardim e o azul dos olhos do meu avô, o escritor.
Coronavírus

A mudança

102
Hoje temos mais medo do mundo do que tínhamos há um mês. Temos receio do mundo. Neste momento, os nossos pés não têm como conhecer o solo que pisam, nem os nossos olhos têm como compreender o que veem
Natal

Esta Mesa já teve mais cadeiras do que tem hoje

Hoje não há escuridão, pois esta Luz chega a todo o lado e deixa-se ficar dentro de nós. E assim, em redor desta Mesa, deixamo-nos ficar e iluminamo-nos uns aos outros, falamos, rimos e recordamos.
Crónica

O café

265
Quando me farto da minha época, do meu mundo e dos cafés automáticos, espreito para dentro da cafeteira e, havendo ainda café no interior, sirvo-me, bebo-o e encontro-me com a minha mãe, no mundo dela
A página está a demorar muito tempo.