236kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Luís Rosa

Colunista

Iniciei a minha carreira em 1999 num semanário chamado Euronotícias. Passei depois pelo Independente, Expresso e Sol onde apostei no jornalismo de investigação e no acompanhamento da área da Justiça. Estive ainda na direção do jornal i entre março de 2012 e maio de 2015 — primeiro como diretor-adjunto e posteriormente como diretor editorial. Estou no Observador desde setembro de 2015. Recebi em 2017 o Prémio de Jornalismo Económico da Universidade Nova/Santander, na categoria Mercados Financeiros. Autor dos livros "A Conspiração dos Poderosos" (Esfera dos Livros, 2017) e "45 Anos de Combate à Corrupção" (Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2021).

Artigos publicados

Justiça

Sou contra a petição que quer expulsar Ivo Rosa /premium

758
A lei não permite, e bem, que os juízes possam ser sancionados pelo mérito das suas decisões. A regra existe para defender a independência do poder judicial e diferencia a Democracia da Ditadura.
Caso José Sócrates

Operação Marquês. Ivo Rosa, os foguetes e as canas /premium

354
Anda muita gente convicta de que José Sócrates não será julgado. Aconselho prudência porque a decisão de Ivo Rosa tem recurso para a Relação. Os mais ansiosos não devem começar já a mandar foguetes.
António Costa

A falta de ambição (e a grande lata) socialista /premium

Ambição seria apostar num cenário pós-covid-19 num crescimento do PIB sempre acima da Polónia e Hungria. Mas com uma estratégia que rompa com o atual modelo económico — o que António Costa nunca fará.
Justiça

Quem tem medo de combater a corrupção? /premium

Uma parte do PS e do PSD tentarão obstaculizar a aprovação da Estratégia Anti-Corrupção. Resta saber o que fará António Costa: apoiará Francisca Van Dunem, permitindo-lhe uma nova força política?
Comunismo

Ainda o comunismo /premium

A criação de um novo modelo económico que volte a promover a prosperidade depende muito do combate eficiente aos extremos políticos. Só com um centro reforçado poderemos reformar o país.
Comunismo

Os 100 anos do terror comunista /premium

3374
Lisboa e Porto foram invadidas por milhares de bandeiras vermelhas que simbolizam a ditadura e a fome. Uma vergonha para a democracia e um insulto aos milhões no mundo que foram vítimas do comunismo.
Liberdade de Imprensa

A lei da rolha da mãozinha fechada /premium

144
A definição de jornalismo "sem agenda política" para esta gente é o "Avante!" ou o esquerda.net. Só esses prestigiados media têm a visão pura (e de bem) que os signatários desejam para os jornalistas.
História

Deputado dinamite e lobos com pele de cordeiro /premium

439
Rebente-se também com a Torre de Belém, os Jerónimos, o Convento de Mafra e outros edifícios financiados com fundos cuja origem nos envergonha. Se é para expiar pecados, que não se poupe na dinamite!
Coronavírus

O ADN guterrista de António Costa /premium

Se o Governo continuar a não ter coragem política para gerir a pandemia com base na ciência, em vez de consensos guterristas, vamos sofrer ainda mais do que já sofremos.
Coronavírus

Foi António Costa quem nos meteu neste buraco… /premium

150
Não podemos perder tempo com ideias inexequíveis, nem este é o momento para crises políticas. O Governo Costa tem de arrepiar caminho e provar que não é incapaz na luta contra a pandemia.
Coronavírus

Os "criminosos", segundo Marta Temido /premium

1497
É "criminoso" criticar o Governo. Fazer oposição é fazer política "com mortos". Quem desvia vacinas é desculpado e quem censura esse crime votou no André Ventura. Os nossos governantes endoideceram?
Coronavírus

Um primeiro-ministro falhado /premium

564
Um líder do Executivo que não governa, que não antecipa, planeia ou organiza e que, acima de tudo, não sabe cuidar nem proteger os seus concidadãos — é alguém que não serve para o cargo.
Liberdade de Imprensa

As noronhistas e a liberdade de imprensa /premium

377
Sem o direito de proteção das fontes, não haveria jornalismo de investigação ou judiciário. Alguém imagina nada se saber durante anos a fio sobre a Operação Marquês ou os casos BES, BPN ou BCP?
Eleições Presidenciais

As presidenciais não servem para nada? Errado /premium

Um Presidente eleito pela 4.ª vez consecutiva e a consolidação de uma opção liberal farão da direita a vencedora das presidenciais. E isso terá consequências num novo ciclo político.
Política

O futuro da direita em 2021 (e nos próximos anos) /premium

143
A direita só regressará ao poder quando oferecer ao país uma verdadeira visão reformista que permita interromper o ciclo de empobrecimento do país seguido nos últimos 20 anos em Portugal.
Coronavírus

A ministra da propaganda /premium

719
O combate à pandemia é exemplo paradigmático do que será sempre um Governo Costa: pesca à linha, visão ideológica assente no Estado, ótimo no marketing mas sem resultados objetivos.
Governo

Podemos ter vacina mas (assim) não temos futuro /premium

216
Se não mudarmos o nosso modelo de desenvolvimento económico, assente no Estado e no desprezo pelo capital privado, arriscamo-nos muito brevemente a substituir a Bulgária como lanterna vermelha da UE.
Governo

O pântano e os amigos de Costa /premium

393
Perdido entre a assinatura de contratos ruinosos, a tortura até à morte de um ucraniano em instalações do SEF e o desafio de um ministro a António Costa, o Governo parece estar a caminho do pântano.
Coronavírus

A vacinação e a velha teoria do oásis /premium

101
Um meio plano de vacinação apresentado à pressa para esconder o atraso do Governo pode e deve ser melhorado. O sucesso da luta contra a pandemia e a recuperação económica dependem disso.
Coronavírus

Uma vacina contra a incompetência do Governo /premium

178
Um falhanço na estratégia de vacinação fará de António Costa o homem que não soube nem solucionar nem lutar contra a crise pandémica. Nada que surpreenda num político de navegação à vista.
A página está a demorar muito tempo.