É claro que não vai haver austeridade. Eis porquê.

, por Rui Ramos