Rádio Observador

caderno de apontamentos

Ser educador /premium

Autor
  • Bruno Silva
838

A Escola sempre foi para mim uma segunda casa. Lá, ainda miúdo, encontrei alguns verdadeiros mestres. Mais tarde percebi o que queria para a minha vida, queria ser como eles: um educador!

O que desejo para os meus alunos? O mesmo que desejo para os meus filhos: que sejam felizes e me ultrapassem em fortaleza e conhecimento.

A Escola sempre foi para mim uma segunda casa. Desde os meus tempos de aluno, do Liceu de Santarém até aos dias de hoje no meu trabalho. Lá, ainda miúdo, encontrei alguns verdadeiros mestres (só muito mais tarde o percebi), adultos que nunca tiveram qualquer pretensão sobre mim, mas que estavam sempre presentes e que, incrivelmente, tinham muito gosto nisso. Educaram-me, fortaleceram-me no carácter, ensinaram-me muito para além do que escreviam nos quadros de ardósia e do que eu lia nos manuais; sobretudo levaram-me a descobrir quem eu era, sem nunca o dizerem. Fizeram-me olhar para a minha vida e compreender o que queria fazer com ela; não fizeram o caminho por mim, não me mostraram o caminho sequer, simplesmente acompanhavam-me e nunca deixaram de me fazer perguntas. Mais tarde percebi o que queria para a minha vida, queria ser como eles: um educador!

A Escola é um lugar de encontro entre os adultos e os que caminham para o ser. Este encontro potencia uma história, enriquece a vida, dá-lhe ou aumenta-lhe o significado e o sentido. A Escola vive de uma presença, de um conteúdo e de um desafio a cada um: para que cada um se revele, para que possa fazer uma escolha, para poder tomar uma decisão.

A Escola é vital para que eu me descubra e aprenda a lidar com o que me rodeia. É o espaço onde cada um é desafiado a conhecer. A descoberta assenta no conhecimento. É decisivo conhecer cada matéria, relacionar-se com ela e, por fim, apoderar-se verdadeiramente dela. Aos educadores cabe passar esta herança para cada aluno; são eles os principais portadores do conhecimento e os geradores, por isso, da curiosidade e do interesse em cada aluno. Isto acontece porque são os educadores que arriscam propor um significado, um nexo entre o que o aluno vive e aquilo que deseja.

No tempo, esta companhia, normalmente, torna-se uma amizade, um desejo de querer mais para cada um deles do que para mim próprio. Ser adulto é ser estaca para os alunos: não os substituímos, ajudamo-los a crescer bem e a poderem ser únicos. No tempo, a estaca deixa de fazer sentido; é aí que cada um, ainda jovem, começa a ter verdadeiras perguntas e a transformá-las em problemas (às vezes provocações), não por gosto em complicar (ou implicar), mas sim por um desejo de perceber a razão das coisas. Neste trabalho, demorado e paciente, cada jovem é insubstituível. Só ele pode verificar cada coisa e é isso que lhe permite reconhecer a herança e apoderar-se dela! É um tesouro que passa a conhecer, a estimar e a desenvolver.

Os pares, os amigos, são aqueles que ajudam a perceber melhor quem somos, qual o contributo que temos a dar, a abrir-nos a todos. A consciência dos talentos ganha sentido quando os colocamos ao serviço. Uma amizade verdadeira descansa (também os pais!), ao mesmo tempo que coloca em movimento. Em movimento em direção a algo, por vezes ainda desconhecido, mas que é certo e seguro: um bem maior para a vida.

É simples, é normal, é só tentar sempre fazer bem: sustentado na estaca que é o adulto, fundamentado no conhecimento, reconhecido através do amigo e pronto para responder a tudo!

Vice-reitor do Colégio São Tomás
‘Caderno de Apontamentos’ é uma coluna que discute temas relacionados com a Educação, através de um autor convidado.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
caderno de apontamentos

Os milagres da Educação /premium

Fernando Egidio Reis

Ouve-se que os professores são tradicionais, do século XIX. É o mesmo que dizer que temos feito tudo mal. Que outra profissão especializada admitiria este tipo de abordagem e de desconsideração?

Politicamente Correto

Os filhos do Vasco Granja /premium

Helena Matos
820

O reitor proibiu a carne de vaca. Os alunos se pudessem proibiam toda a carne. Em Portugal, eles são os filhos e netos do Vasco Granja. Gerações que, entre muita animação, estão a impor uma ditadura.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)