Web Summit

Sobre estar no Web Summit

Autor

Todos os anos passear nos corredores do Web Summit é algo muito semelhante a andar nos passeios da quinta avenida em Nova Iorque. Este ano houve mesmo momentos “times square”.

Provavelmente o ano com mais gente…

Todos os anos passear nos corredores do Web Summit é algo muito semelhante a andar nos passeios da quinta avenida em Nova Iorque. Este ano houve mesmo momentos “times square”.

…e o ano com mais portugueses.

Continuam a haver muitos estrangeiros no Web Summit mas cada vez mais portugueses. As empresas portuguesas (e muito setor público!) em força no Web Summit. Também pareceu haver cada vez mais gente ligada ao mundo da tecnologia (que não é necessariamente empreendedorismo ou startup) e menos “curiosos”. Já agora, os estrangeiros continuam mais abertos na abordagem mas estamos claramente a melhorar!

Muito mais impacto social e ambiental….

A sustentabilidade, e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, está de facto cada vez mais presente. Parabéns neste ponto à Santa Casa da Misericórdia com o projeto da Casa do Impacto, que veio também trazer o assunto para o seio da discussão, organizando mesmo a conferência “Tech meets the Sustainable Development Goals” em que tivemos (GoParity) a sorte de participar.

É cada vez mais frequente ver investidores e empreendedores a falar do que podem fazer nas suas empresas e investimentos para o bem comum. Mas também aqueles que criaram empresas para esse efeito, com propósito (e com fins lucrativos).

…mas também bastante “mais do mesmo” (no bom sentido!).

Neste caso a expressão é com conotação positiva. AI, AR, VR, blockchain, marketplace, platform, big data ou, se preferirmos, Inteligência Artificial, Realidade Aumentada, Realidade Virtual e afins eram palavras de ordem. As tecnologias mais promissoras de há dois anos e do ano passado continuam a ser as mais promissoras. Mas se há coisa que se percebe é que são cada vez mais maduras, a caminho do mainstream.

Ter um expositor compensa…

Era uma dúvida que tinha e ficou esclarecida. Comprámos um bilhete Alpha para o Web Summit e durante um dia tivemos um mini-stand (entre dezenas de outras startups). Com isso tivemos também 3 pessoas durante 3 dias de Web Summit. Vale a pena, fizemos muitos contactos: investidores interessados, novos utilizadores na plataforma e também bastantes utilizadores já ativos que aproveitaram para nos conhecer pessoalmente no Web Summit.

…mas ser orador compensa ainda mais.

A experiência de participar ativamente no Web Summit é muito compensadora: tivemos o stand no primeiro dia, participámos como oradores na conferência da Casa do Impacto/SCML no segundo dia e fizemos pitch no palco EDP no terceiro. É curiosa a diferença entre falar no Web Summit e noutro tipo de conferências. Não houve lugar a perguntas nem discussão e em vez de nos abordar diretamente no final da conversa cada um vai à sua vida. No início isso preocupou-me (“será que ninguém gostou?”) mas depois choveram mensagens na aplicação do Web Summit (que, já agora, funciona cada vez melhor), pedidos de ligação no Linkedin e reuniões ad-hoc bem promissoras.

Em suma, a experiência foi ótima e para o ano há mais!

Co-fundador da GoParity (plataforma portuguesa de empréstimos sustentáveis)

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Energia

Os cidadãos no Plano Nacional de Energia e Clima

Nuno Brito Jorge
145

Uma das (boas) medidas do PNEC é querer atualizar o enquadramento legal do autoconsumo para que, por fim, seja permitida a partilha pelos inquilinos da energia produzida no telhado de um mesmo prédio.

Governo

Uma agenda para o novo sec. de Estado da Energia

Nuno Brito Jorge
138

O setor energético, no consumo como na mobilidade, precisa de acelerar a descarbonizaçãoe, sobretudo, assumir o caminho da democratização, tomando como maior interesse o do o consumidor final.

Inovação

Web Summit e provincianismo

Fernando Pinto Santos
118

Porque é a investigação académica tão desconsiderada em Portugal? Talvez porque moldes ou toalhas não sejam tão glamorosos como uma app com um nome estrangeiro numa conferência com o nome de Summit.

Saúde

O estado da saúde /premium

Manuel Villaverde Cabral

Não é por acaso que o João Lobo Antunes escrevia, a propósito da implantação do estado social em Portugal, que "a corporação médica tinha uma hegemonia monopolista e esta tendência persistiu até hoje"

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)