Comentário

Pina Moura. O PCP, Guterres e o sentido de humor