Mil anos depois, o Cisma fica mais perto do fim

Quase mil anos depois, os líderes do Vaticano e da Igreja Ortodoxa Russa encontraram-se num lugar improvável: o aeroporto de Havana, Cuba. Apelaram ao fim da perseguição de cristãos no Médio Oriente.

Por João de Almeida Dias