Campos e Cunha desmente Sócrates

O ex-ministro das Finanças diz ao Observador que teve quatro meses para demitir a administração da CGD e não o fez: "Mas quando saí, foi demitida no dia seguinte por outra pessoa".

Por Vítor Matos