Ford. Tudo o que não dá dinheiro é para cortar

Se reduzir custos em 14 mil milhões de dólares era obra, ter que baixá-los em 25 mil milhões é como se o Estado português, de repente, deixasse de nos cobrar 50% dos impostos que arrecada anualmente.

Por Simone Carvalho