Leia aqui a auditoria final à CGD sem rasuras

São 263 páginas nas quais se podem ver os números dos créditos ruinosos concedidos pelo banco público entre 2000 e 2015. Muitos deles contra as indicações da direção de risco da CGD.

Por Observador