O surfista português Frederico Morais terminou hoje no quinto lugar o Reef Hawaiian Pro, ao “cair” nas meias-finais do campeonato “prime” do circuito mundial de qualificação, vencido pelo anfitrião Dusty Payne.

Dos cinco portugueses em competição, Frederico Morais foi o mais bem-sucedido, sendo apenas batido pelo australiano Adam Melling (17,4) e pelo francês Jeremy Flores (15) na segunda meia-final, em que contabilizou 14.7 pontos e se superiorizou ao havaiano Torrey Meister (14,67).

No seu percurso na primeira das três provas que compõe a “triple crown” havaiana, “Kikas” bateu surfistas do circuito mundial como os brasileiros Alejo Muniz e Miguel Pupo ou os australianos Owen Wright e Matt Wilkinson.

Ao perderem na quarta ronda da prova, Tiago Pires, o único luso no circuito mundial, Vasco Ribeiro, campeão do mundo de juniores, concluíram a prova entre os 17.ºs classificados, e Nic von Rupp entre os 25.ºs, enquanto José Ferreira foi um dos 49.ºs, com o quarto lugar no seu “heat” da terceira ronda.

A “Triple Crown”, que termina com o Billabong Pipe Masters, entre 08 e 20 de dezembro, prossegue com o Vans World Cup, em Oahu, entre 24 de novembro e 06 de dezembro.

Em 2013, Frederico Morais alcançou a final do Vans World Cup, terminando no quarto lugar e conquistando o título de “rookie” do ano da “Triple Crown”.