Dark Mode Wh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Opinião

Alterações Climáticas

Contradições no combate às alterações climáticas

Quando comparado o ano de 2014 com o ano de 2017, verifica-se um aumento de 18% nas emissões CO2. Ainda não existem dados oficiais para os anos de 2018 e 2019, mas é provável que a tendência continue.
Desporto

Que desporto (e que sociedade) queremos construir? /premium

Somos responsáveis por colocar o desporto no seu devido lugar, por construir uma verdadeira cultura desportiva, e não aquela que inventa comunicados a criticar a arbitragem semana após semana.
Aeroporto de Lisboa

De facto não são as aves que são estúpidas

O artigo do sr. secretário de Estado deixa ficar bem patente que a escolha sempre foi política e que toda a encenação à volta do tema - incluindo o EIA - se destinou a desviar as atenções desse facto.
Aeroporto de Lisboa

Nenhum aeroporto está acima da lei /premium

Seja-se contra ou a favor do aeroporto no Montijo, o que está agora em causa é isto: pode-se tolerar que o governo elimine freios e contrapesos legais por serem obstáculos à sua vontade? Não se pode.
Eutanásia

Quem deve decidir?

Nos países que nos são mais próximos, a discussão sobre quem tem legitimidade democrática para decidir está a ser travada nos tribunais e liderada por ativistas pelo direito à morte assistida.
Montepio

No branqueamento de capitais o gato nem se esconde

O Parlamento nunca se debruçou sobre o Montepio, o banco que é o capítulo da crise financeira em Portugal que falta resolver e está por contar. É um elefante no hemiciclo de S. Bento.
caderno de apontamentos

O logro finlandês

Os cientistas da educação não nos protegeram do logro finlandês. Muitos encontraram aqui a “prova” das ideias pré-concebidas que tinham para a Escola, gerando-se um autêntico efeito de histeria.
Eutanásia

Eutanásia – está na hora dos eurodeputados

536
“Não matem os velhinhos!” A Bélgica e a Holanda estão a fazê-lo; e querem ir ainda mais longe e mais fundo. Não pode ser. A Europa não pode continuar em silêncio. As instituições têm de funcionar.
Aeroporto de Lisboa

O novo aeroporto, o disparate socialista do século /premium

142
Perante uma nova crise da dívida, a mudança de mentalidades quanto às viagens de avião e os avanços tecnológicos na digitalização dos museus e das cidades, vale a pena construir um novo aeroporto?
Aeroporto de Lisboa

Excesso de democracia ou fraca governação? /premium

122
A proposta de alteração da lei pelo ministro Pedro Nuno Santos abre um caminho muito perigoso, bastando ver como, nos últimos anos, têm estado em voga posições autoritárias em países do Leste Europeu.
António Costa

As Políticas e o Carácter

169
O ministro Pedro Nuno Santos seria membro celebrado de qualquer governo soviético. Deste governo também. E sem dúvida que obteria os resultados correspondentes. Como este governo.
Partido Chega

Chegou André, tornou-se desVentura

585
A entrada de Ventura na AR com um discurso “futebolês”, linguagem simplista e de soundbytes, recorrendo à política do caso, vestindo por vezes as vestes de calimero, estava destinada ao apoio popular.
PAN

Os inúteis

1418
Temos então um partido, o PAN, que acha que as rações para animais domésticos devem pagar menos IVA que a comida para bebés. É hoje o partido mais perigoso para o nosso modo de vida.
Saúde

Descentralização na área da saúde: porquê adiar?

É tempo de mobilizar os principais agentes locais e nacionais e avançar com políticas municipais que correspondam realmente às necessidades e expectativas dos cidadãos em matéria de saúde e bem-estar.
Crónica

António Costa tem imensas fantasias /premium

Este ano actualizou-se a tradição do enterro do Entrudo. Assim, um pouco por esse Portugal fora, o Rei do Carnaval morreu à mesma, mas desta vez foi já com recurso à eutanásia.
Obituário

A Álvaro o que era de Álvaro /premium

Aprender o quê com Álvaro Barreto? Por exemplo, o seu melhor legado: sermos nós a fazer alguma coisa pelo país e não pedir ao Estado que faça por nós.
Racismo

“Portugal não é um país racista”?

715
Pode ser que o abandono do relvado de Marega tenha servido para alguma coisa mudar. Temo, no entanto, que a indignação se perca na espuma dos dias e no fanatismo clubístico.
Política

A direita, entre o cosmos e taxis (os princípios)

Quer o regresso romântico a uma idade de ouro do passado, quer avanço para um novo e perfeito futuro, são pulsões de um projecto de engenharia social, caminho vivamente desaconselhado pela História.
Global Shapers

Meios de comunicação mais inclusivos precisam-se!

388
Recai muita responsabilidade num meio de comunicação que não seja inclusivo, e incite sistematicamente ideias machistas, ou fanatismo contra migrantes, refugiados, muçulmanos ou LGBTQ+.
Floresta

Como valorizar os nossos territórios rurais?

Como estratégia são boas as potencialidades do Plano de Gestão Integrada de Fogos Rurais, embora este fique aquém em matérias de valorização e prevenção, nomeadamente na vertente económica e produtiva
Medicina

Saúde multiprofissional

108
Tal como numa orquestra com as respetivas secções instrumentais, o sucesso destas equipas de saúde multiprofissionais baseia-se na perfeita integração entre todos os profissionais, com respeito mútuo.
Humor

Covid é bela! /premium

Já houve 5 ou 6 casos de portugueses suspeitos de terem o Covid. O mais provável é ser gente esperta que sabe que, se disser que esteve à conversa com um chinês constipado, é atendida mais rapidamente
Óbito

Vasco Pulido Valente e a opção liberal-democrática /premium

Saliento a sua profunda adesão à tradição liberal, aristocrática e moderada dos povos de língua inglesa, diferente da tradição despótica, igualitária e alegadamente democrática da revolução francesa.
Bullying

Calma, são só crianças

939
Podem bater uns nos outros, mas calma, são só crianças. Podem ser altamente incorretos com professores, mas calma, são só crianças. Podem induzir num colega o suicídio, mas calma, são só crianças.
PS

Um partido que tudo quer controlar /premium

2601
Atacar impiedosamente o Tribunal de Contas, nomear descaradamente Centeno para o Banco de Portugal e indicar o ex-porta-voz de Sócrates para o Constitucional — eis o PS intolerante de regresso.
Arte

Homero morreu, Vergílio também

270
Vivemos um tempo de sonoras proclamações, fictícios identitarismos e abundantes protestos. E muitas indignações pessoais. Um tempo de piegas com voz grossa.
Política

E agora? Agora, nada! /premium

A campanha de casos semanais não só corresponde à falta de políticas efectivas que dêem resultados a curto prazo como procura esconder a ausência delas.
Coronavírus

Coronavírus, o cisne negro de 2020 /premium

102
Temos de estar preparados para o pior, na expectativa de que o melhor aconteça. Com o norte de Itália em estado de emergência, o coronavírus chega violentamente à Europa. Pode tornar-se o cisne negro.
Pais e Filhos

As crianças não podem ser contrariadas? /premium

287
Sempre que os “nãos inadiáveis” dão lugar a “sins convenientes”, os pais poderão imaginar que não só eles se transformam em melhores pais como os seus filhos serão mais felizes. Mas não é assim!
Comportamento

O Processo de Grunhificação em Curso /premium

2225
Algures entre chamar rei a Eusébio e sr. a Máŕio Coluna e guinchar diante de Marega, Portugal ajavardou. O PREC tornou-se no PGEC: Processo de Grunhificação em Curso. O amanhã que ia cantar é o hoje.
Eutanásia

Eutanásia: dignidade e responsabilidade do voto /premium

O mais difícil, redigir uma lei equilibrada que compatilize a auto-determinação do doente com um adequado envolvimento médico e familiar é agora da responsabilidade dos deputados ouvindo a sociedade.
Óbito

Vasco Pulido Valente. A Verdade na História

Ao longo da sua vida Vasco Pulido Valente escreveu sobre a mediocridade portuguesa dos séculos XIX e XX, mas essa mediocridade que descreveu continua presente no nosso país no século XXI.
Óbito

O homem mais livre que existia em Portugal /premium

128
Vasco Pulido Valente escrevia e dizia sempre o que pensava, e sempre sem qualquer medo e sem calculismos. Nada nem ninguém o condicionava.
Politicamente Correto

Direito de resposta ao "humorista" Diogo Faro

3026
E o Diogo? Quantas empresas criou? Quantas mulheres empregou? Quantos salários lhes pagou? O que sabe realmente, e não a partir da “agenda feminista”, sobre essa problemática?
Imprensa

A minha experiência com Vasco Pulido Valente

208
Até agora não li quem o lembrasse como jornalista, que também o foi. Surpreendeu-me a abertura, a alegria e a energia para trabalhar com os mais novos. A porta do seu gabinete estava sempre aberta.
Óbito

Vasco Pulido Valente: a lucidez fumando o tédio /premium

102
Durante anos, VPV representou para nós a crónica curta certeira, infalível. A frase breve, o adjetivo implacável, a passada de tal modo certa que nunca ficava uma palavra a mais nem outra por dizer.
Óbito

O Vasco Pulido Valente gostava de nós /premium

174
Não quero parecer demasiado sentimental, mas a verdade é que Vasco Pulido Valente escreveu crónicas e livros de História e lutou e arriscou politicamente para nos tornar na melhor versão de nós mesmos
Eutanásia

Separar o trigo do joio

278
Um lado fala da vida e outro da liberdade individual. Valores deste género não são referendáveis. E apesar de ambos os lados reconhecerem isto mesmo, tem-se fechado os olhos a esta verdade.
Eutanásia

O Estado, agora e na hora da nossa morte /premium

785
A eutanásia sem consequências penais já é praticada com frequência nos hospitais públicos – por acaso, costuma acontecer nas salas de espera das urgências e raramente é voluntária.
Eutanásia

A eutanásia e o ‘enorme consenso’ /premium

791
O Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida deu parecer ‘ético desfavorável’ a todos os projectos-lei que legalizam a eutanásia.
Oficina da Liberdade

Cem Anos de Socialismo: a lição esquecida 

1321
Desde 1920 que está categoricamente demonstrado que o socialismo é uma ilusão que camufla uma intrujice que camufla uma impossibilidade. O socialismo é o terraplanismo das teorias económicas.
Óbito

Um herói português

1269
Uma noite, após o jantar, o Vasco soltou inadvertidamente um cliché, não recordo qual. Ficou envergonhado durante cinco minutos, e deprimido outros dez. Estas lições não têm preço.
Partido Chega

É o regime que vai a votos nas presidenciais /premium

341
André Ventura é o retrato oposto numa moldura idêntica: colunista, mas do Correio da Manhã; comentador, mas de futebol; professor de Direito, mas na Autónoma.
A Sexta Coluna

Angola e o “Amigo Americano” /premium

Washington parece finalmente ter-se dado conta do factor de estabilidade de Angola em África. O retorno do investimento americano é indissociável da consolidação da política angolana anticorrupção.
Racismo

Racismo, um tipo de estupidez de alguns indivíduos

109
Nas mais diversas áreas da sociedade, personalidades com o mesmo tom de Marega, marcaram a História, e muitos ainda continuam a fazer história, desde o desporto, à musica e política.
Eutanásia

Um debate onde todos estão certos e errados

440
Só o doente tem o direito a uma decisão desta dimensão. Deve ter o direito de pôr fim à vida em paz, no seu país, sem necessidade de “fugir” para países onde esta prática é legal.
Aeroporto de Lisboa

O ordenamento do território e o novo aeroporto

105
Deverá reforçar-se a exigência de se acautelarem todos os riscos com a segurança das populações afectadas, pela fiscalização de execução da concessão e as medidas de mitigação ambiental.
Eutanásia

Eutanásia socialista à la carte: leve, mas letal

1136
Nenhum dos projectos de lei agora aprovados pelo Parlamento sequer estabelecem procedimentos que assegurem o mínimo de rigor, cautela, certeza e/ou segurança na aplicação da lei
Economia em dia com a CATÓLICA-LISBON

Performance e controlo de gestão

Continuamos, como há 30 anos, atolados num pântano de indefinições, de imprecisões, de falência de processos e objectivos que agrava o atraso em relação aos países de matriz anglo-saxónicos.
Publicidade

Propósito e lucro: o novo desafio

160
É evidente que o “consumidor consciente” de hoje exige às marcas uma reflexão profunda à sua atuação: o que andamos a fazer no planeta e que legado estamos a deixar às gerações de amanhã?
Eutanásia

É possível conviver com o sofrimento do outro?

Serão a eutanásia ou os cuidados paliativos e a valorização social (e estatal) dos cuidadores a combater pela raiz o sofrimento de quem está doente e de quem cuida?
Eutanásia

Os ricos, os pobres e a eutanásia

432
O meu grito contra a eutanásia é tão alto quanto o grito para obrigar o Estado a dar a todos possibilidade de morrer com “conforto” e dignidade. Ou seja, tem de arranjar dinheiro para isso.
Eutanásia

Por que sou contra a eutanásia

1184
Quero viver numa sociedade em que nunca, em circunstância alguma, desistimos do doente, mas, pelo contrário, somos solidários na sua luta e lhe damos todo o apoio até ao último momento.
Eutanásia

Eutanásia, assim não

386
O papel do Estado pela defesa do direito à vida é o mesmo quer durante a vida, quer no fim da vida. Ainda temos um longo caminho a fazer pela defesa da vida, por isso, eutanásia assim, eu digo não.
Eutanásia

Porque defendo o referendo à eutanásia

214
Defendo o referendo porque não me revejo na categorização de que quem concorda com a despenalização da eutanásia está no lado de quem mata e, opostamente, quem discorda está do lado de quem cuida.
Eutanásia

Um veto de liberdade

874
Vetar a eutanásia não é o mal menor mas um bem maior. Exige máxima liberdade e máxima responsabilidade. Pode bem ser a hora que define o Presidente de um Portugal melhor.
Eutanásia

Eutanásia: algumas notas

275
Em determinadas circunstâncias gostaria de morrer. Não sei se concretizaria essa decisão, mas a possibilidade de o poder fazer deve existir.
PSD

Liderar o futuro

329
Do PS, e da esquerda que timidamente o suporta, só podemos contar com imobilismo e incapacidade de transformar Portugal. Governam para existir em vez de existirem para reformar.
Política

Hoje, como antes, no PREC

365
Toda a opinião ou proposta política que não se enquadre nos “cânones progressistas” deve ser eliminada, aplicando-se ao autor, como pena, um qualquer rótulo desqualificador, provocador.
História

O outro totalitarismo que não pode ser esquecido

106
Os horrores do nazismo não podem constituir um factor de inibição na investigação dos crimes de regimes comunistas, sobretudo depois de o Parlamento Europeu não ter hesitado em equipará-los.
Desigualdade

Qual é o contacto para mandar arranjar o elevador?

433
Uma criança que nasça numa família que faça parte das 10% mais pobres da população poderá levar até cerca de cinco gerações para alcançar o rendimento médio. Quero a educação como elevador social.
caderno de apontamentos

As contas que ninguém fez: prelúdio do triste fim

1491
O apregoado perigo de um “apocalipse financeiro” com os professores, que levou o Primeiro-Ministro a ameaçar com a demissão, produziu uma das mais tristes coreografias assistidas na nossa democracia.
Inteligência Artificial

O nosso problema com a Inteligência Artificial

118
Será uma oportunidade perdida centrar a discussão sobre o impacto da Inteligência Artificial na tecnologia e não no seu uso responsável e na forma como poderá contribuir para uma sociedade melhor.
União Europeia

Quem escolhe as prioridades da União Europeia?

147
Não queremos uma crise institucional, mas o Parlamento Europeu só está disposto a dar o seu consentimento se tiver um orçamento à altura das prioridades políticas da UE.
Eutanásia

Pelo direito à libertação do próprio corpo

1437
Nenhum de nós, na família, tem a mínima dúvida de que, se pudesse ser ouvida e a lei o permitisse, a Fátima escolheria a eutanásia. Por ela e por nós.
Eutanásia

Não sejam irresponsáveis, senhores deputados /premium

444
Não basta ser “a favor” ou “contra” a eutanásia, como numa tertúlia. A questão é, sobretudo para os que são a favor, se há condições e conhecimento para um processo legislativo responsável. E não há.
Eutanásia

A favor da eutanásia e do referendo

245
Choca-me que uma maioria de deputados de partidos que não inscreveram o tema nos seus programas possa aprovar uma legislação que muda radicalmente a nossa forma colectiva de lidar com a vida e a morte
Eutanásia

A eutanásia, o dever de matar e lei do mais forte

265
Deduzir do princípio do direito da autonomia um outro princípio, segundo o qual um ser humano “teria o direito” de exigir a outro ser humano o dever de o matar, não parece ser racionalmente fundado.
Eutanásia

A avó Matilde quer morrer…

335
Não ser um fardo para a sua família e amigos é uma razão apontada por muitos que optam pela eutanásia. Mas num estado de debilidade agravado, não estou seguro que o uso da liberdade seja pleno.
Eutanásia

A eutanásia é contra a saúde /premium

287
Este governo não hesita perante nada. Não se importa de partidarizar a vida e a morte a fim de dar satisfação a uma casta de políticos profissionais que se tomam por modernaços e fracturantes.
Eutanásia

O direito de matar

1101
A legalização da eutanásia, nas suas múltiplas formas, nem sequer é necessária. A medicina já tem meios suficientes e adequados para ajudar a morrer, sem precisar desta legislação.
Eutanásia

Humanidade na hora de morrer, até ao fim da vida

987
O falso conceito de “morte digna” tem por correspondente o de vida indigna. As pessoas sentir-se-ão obrigadas a buscar a morte porque a sua vida passou a indigna. Isto gera medo. E há razão para isso.
Eutanásia

Diante da morte

1239
É absurdo falar em “direito à morte”, como seria absurdo falar em “direito à doença”. Portugal, que foi pioneiro na abolição da pena de morte, está agora nos “países da frente” da indução da morte.
Eutanásia

Ninguém é a favor da eutanásia

490
A questão que se coloca não é se somos a favor ou contra. a eutanásia. O que está em causa é despenalizar um comportamento em circunstâncias extraordinariamente restritas, avaliadas e monitorizadas.
Energia

O fim do petróleo

O pico de consumo de petróleo será atingido não pelo caracter finito da matéria-prima, mas antes devido ao surgimento de fontes e tecnologias alternativas com custos económicos e ambientais menores.
Rússia

Rússia retrocede à Idade Média /premium

354
O processo de revisão constitucional atualmente em curso na Rússia revela uma vontade de fazer regredir a sociedade a épocas sombrias.
União Europeia

À dimensão de umas centésimas

686
É significativo que, num quadro de retracção e grande combatividade à mesa do orçamento europeu, exista um largo consenso que converge na posição de triplicar o valor dedicado ao Erasmus+
Lisboa

A linha circular separa a incoerência da lógica

274
Quanto a fundos europeus para o metro, o ministro do Planeamento diz uma coisa, o do Ambiente outra. Se nem dentro do mesmo governo se entendem, é possível confiar nas decisões de quem vai ao leme?
Mário Centeno

Centeno: o perpétuo movimento de portas giratórias /premium

152
Dada a quantidade de processos complexos em curso na banca, seria de bom senso nomear como governador alguém que garanta, sem margem para dúvidas, a independência do Banco de Portugal.
Eutanásia

A esquerda armadilhou a política /premium

382
Perante os problemas do país, discute-se a eutanásia. Foi este desfasamento entre o virtual e real que criou Trump, Bolsonaro, Salvini. Se a direita não acordar um Ventura qualquer ocupa-lhe o espaço.
Eutanásia

A eutanásia atazana /premium

577
O Bloco deu a conhecer um cartaz onde se lê “A eutanásia não te obriga a morrer”. Tenho outra sugestão: “A liberalização do mercado de trabalho não te obriga a despedir ninguém”. Que acham?
Eutanásia

O momento pede prolongamento /premium

438
Se em vez de a eutanásia acabar com a vida de alguém em nome do sofrimento, o Estado evitar — como lhe compete — esse mesmo sofrimento, que argumento resta aos defensores desta “solução”?
Eutanásia

Ainda a eutanásia

Sociedade que não defenda as suas linhas vermelhas condena-se à irrelevância. As nossas linhas vermelhas são a liberdade e dignidade de cada ser humano, que são independentes de raça, crença e fortuna
Eutanásia

Mais uma vez, a política da mentira! /premium

A política da mentira usa como primeiro passo tentar evitar que haja muita discussão pública e que seja limitada aos “profissionais da opinião”, designadamente os que defendem a eutanásia.
Eutanásia

Eutanásia. Necessidade ou logro?

525
Defender a Vida, prolongá-la com qualidade e minorar o sofrimento são pilares do alicerce moral, ético e profissional de todos, médicos, enfermeiros, os que fazem da Saúde o seu dever e missão.
Eutanásia

Vida: dádiva, vontade ou obrigação?

510
Queremos que as futuras gerações cresçam e se formem na ideia de que a vida é uma vontade? A vida, quando inicia, não é uma vontade. Porque haveria de sê-lo ao morrer?
Eutanásia

Os direitos humanos são invioláveis

370
Se os direitos humanos estivessem debaixo da lei, ainda que só da lei constitucional, então não seria preciso chamar-lhe "humanos"; bastaria chamar-lhe direitos constitucionais.
Eutanásia

Eutanásia? Não, não precisamos!

6419
A eutanásia não soluciona nem acaba com o sofrimento, acaba sim com a vida do que sofre, o que é desumano, um retrocesso civilizacional e nada solidário. A eutanásia não torna a morte mais digna.
Eutanásia

Eutanásia: um olhar jurídico-político

735
A votação no Parlamento far-se-á perante mandatos conferidos por 14,13% dos eleitores de 2019 — apenas e só os 742.209 que votaram em partidos cujos programas eleitorais continham menções à eutanásia.
Eutanásia

A consciência de um deputado não vale mais

373
230 consciências não se podem impor às consciências de 10 milhões e, sempre que estamos perante um tema de consciência (excecionando os direitos de minorias), todos devem ser chamados a decidir.
Eutanásia

Paliativo, por enquanto

14254
Aqueles que são contra a eutanásia limitam-me sem que eu lhes conceda autorização para tal. Tacitamente, estão a impor-me uma série de ideologias e valores que não vão, de todo, ao encontro dos meus.
Luanda Leaks

Luanda - Leaks e Likes

183
A divulgação da investigação conhecida como Luanda Leaks colocou a nu a fragilidade do nosso sistema de supervisão e um sistema montado para ignorar a legalidade da origem de muitos investimentos.
Brexit

União Europeia e Reino Unido: o fim do princípio

Seria desejável mais tempo para negociar, e o acordo de saída prevê a possibilidade de uma prorrogação do período de transição de até dois anos. Tal hipótese parece, contudo, longínqua.
Futebol

Futebol português, pieguices e atropelos

137
E aqueles directos televisivos de jogos em que quatro ou cinco indivíduos assistem e comentam uma partida que está a decorrer, sem que o telespectador a consiga observar? No mínimo patético.
Global Shapers

Precisamos de uma “Reskilling Revolution”

As empresas e os países de maior sucesso no futuro, serão aqueles que consigam fazer a transição dos trabalhadores para a área da tecnologia mais rapidamente e a menor custo.
Eutanásia

O instinto de sobrevivência e o impulso de salvar /premium

378
É próprio do ser humano fazer tudo o que estiver ao seu alcance para permanecer vivo. E para ajudar outros a não morrerem.
Eutanásia

Quando a liberdade é muita, o liberal desconfia /premium

130
A quantidade de artigos de opinião de colectivistas sobre a eutanásia que desta feita defendem que o indivíduo é que sabe o que é melhor para si, faz-me sentir acompanhado.
Portuguese Women in Tech

Uma abordagem feminista à política externa

O avanço da igualdade de direitos é um imperativo moral, mas também um imperativo estratégico. Abunda a investigação que mostra que o investimento em mulheres é fundamental para o progresso económico.
Eutanásia

A eutanásia e os oportunistas /premium

110
Se a democracia representativa assenta num mandato dos cidadãos para os seus representantes, como classificamos os partidos que escondem ideias como a eutanásia dos eleitores?
Eutanásia

A eutanásia e os pequenos Luís XIV

546
A única coisa que mudou desde o chumbo da morte a pedido foi que agora têm os votos. Claramente, já ficou provado que não têm a força da razão, apenas têm a razão da força.
Eutanásia

O ímpeto ideológico e totalitarista da esquerda

1048
Vivemos tempos de resistência. E se há bem maior pelo qual a resistência vale a pena, é a Vida. Saibamos estar à altura destes tempos e assumir o nosso papel na construção de uma sociedade humanista.
Eutanásia

Da dignidade

132
Por que devo morrer em nome de uma abstracção e não expressão do amor concreto de quem, ainda que não concorde comigo, me dá a possibilidade de acabar dignamente com o meu sofrimento?
Eutanásia

Entre a vida e a morte

203
Deveria, para bem da sociedade, existir um referendo. Mas também devemos ser livres de dar o rumo que queremos à (não) vida; e devemos promover a vida, mas não prolongá-la a quem não a quer.
Cidades

Irracionalidade lisboeta

Transformar Lisboa numa espécie de parque temático só é chocante se não pensarmos bem. Na verdade, o que estamos a fazer é algo que tem mesmo de ser feito. As empresas têm de sair do centro da cidade.
Floresta

A conta do fogo: e você, como a quer pagar?

374
Não estamos a pagar a pronto um padrão aceitável de fogo – pagamos a prazo e com juros, uma elevada fatura que não apaga a dimensão trágica deste fenómeno recorrente... É assim que queremos fazer?
Eutanásia

Eutanásia: a dupla escolha do Parlamento e do PR /premium

148
A eventual aprovação da eutanásia no Parlamento, sem ter havido um debate prévio com os eleitores, constituiria uma irresponsável aventura política.
Eutanásia

Eutanásia, eficiência, equidade e liberdade /premium

122
A despenalização da eutanásia viola o contrato social entre o Estado e os cidadãos. Estamos a privilegiar a eficiência, como as tribos que consideramos primitivas.
Parentalidade

Os filhos e a divisão das tarefas domésticas /premium

128
Os pais são “tributados” três vezes: 1) como todos os cidadãos; 2) as deduções do IRS talvez suponham que educamos os nossos filhos nas “lojas dos 300"; 3) são penalizados na carreira por serem pais.
Orçamento do Estado

O fim do orçamento

Que contrapartidas foram pedidas para o desaparecimento das taxas moderadoras nos cuidados primários? Afinal quanto dessa diminuição de coleta vai “comer” ao suposto aumento de verbas para a saúde?
União Europeia

David ou Golias e a luta pelo espírito europeu /premium

Um país pequeno e periférico com os olhos postos no Atlântico como Portugal deve defender uma política de concorrência europeia enérgica, ou seja, que sirva os interesses do país.
Envelhecimento

Este país não é para velhos

105
É bom termos consciência que vamos ser o fardo de amanhã e que corremos o risco de que também ninguém queira pegar em nós, nesta sociedade envelhecida, endividada, desigual e profundamente egoísta.
Política

Os portugueses “raizosparta” e os aristozeros /premium

649
Os portugueses “raizosparta” são a desilusão da sua extraordinária classe política, esses aristozeros sempre empenhados em políticas pioneiras. Primeiro para a nossa vida. Agora para a nossa morte.
Eutanásia

Por um debate digno

688
O que nos une é a exigência de um debate digno, debate que não é um favor mas uma obrigação dos representantes do povo. E ainda mais exigível a quem não deu nenhuma expressão programática à questão.
Política

A liberdade

119
A luta contra o domínio de uns sobre os outros é antiga. Esta é uma batalha pela liberdade, mas também pela igualdade, por uma igualdade de liberdades, de oportunidades, de raças, de géneros, de acesso à educação, saúde e justiça.
Ministério Público

Uma diretiva que põe em causa checks and balances

475
O comando genérico a que se pretende subordinar agora toda a magistratura do MP impõe uma interpretação geradora de um conjunto de desequilíbrios em termos de transparência e controlo externo.
Eutanásia

Marcelo deve vetar a eutanásia /premium

319
Compete a Marcelo, por uma vez, não se comportar de um modo calculista, mas sim de acordo com as suas convicções. Se o fizer, só terá uma solução: vetar uma decisão parlamentar a favor da eutanásia.
Eutanásia

O sofrimento medicamente assistido e a eutanásia

1384
A eutanásia não é para velhos, não é para quem não quer, não é para quem não consegue decidir. A eutanásia será apenas um remédio para o desespero dos que decidiram que não querem aguentar a espera.
Universidade de Coimbra

Coimbra: um farol para o diálogo intercultural

Em Coimbra nasce agora uma Academia pioneira para o Encontro de Culturas e Religiões que quer contribuir para enriquecer o diálogo cultural e inter-religioso, promovendo o esclarecimento e o debate.
Madeira

Orgulho no mar

612
O Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR) é já um dos maiores da Europa. Desde 2013 cresceu mais de 800%. É difícil encontrar em Portugal um sector ou empresa com tamanho dinamismo.
Futuro

O decálogo da cidade inteligente e criativa

No lugar de encontro privilegiado de tecnologia, ecologia e humanidade, o nosso drama é encontrar o raro ponto de equilíbrio, tanto mais quanto nem sempre temos, para tal, engenho e arte quanto baste.
Racismo

Agora tudo é racismo

2292
Temos que abominar a frase “Ah, mas agora tudo é racismo”. Porque a verdade é que sim, tudo é racismo. Porque o racismo é a base da nossa sociedade. Tudo é racismo, sim.
História

Daniel Oliveira e os números da escravatura

1182
É lamentável que haja tanta gente que, à semelhança do que fez Daniel Oliveira no Expresso, se compraz em apresentar o nosso país à pior luz possível, com a agravante de estar a utilizar dados errados
Eutanásia

O paradoxo da eutanásia /premium

2018
‘A eutanásia é uma questão de liberdade: enquanto uns são partidários da liberdade de cada qual escolher o seu fim, outros há que querem impor a sua moral a toda a sociedade’.
Eutanásia

Antes a morte que tal sorte /premium

1200
Agora a questão é a eutanásia e a dra. Isabel Moreira, que encomendou o cérebro nos saldos do AliExpress, desdobra-se em variedades televisivas a explicar que a vida humana não é um direito absoluto.
Internet

Qual o caminho para a digitalização da sociedade? /premium

Para a franja de portugueses que ainda não aderiu aos pagamento eletrónicos e digitais, é preciso trabalhar para promover a sua inclusão, fazê-los crer que são métodos que simplificam o dia a dia.
A Sexta Coluna

Por trinta dinheiros /premium

3897
Os horrores praticados no passado em nome da ideia de "evitar o sofrimento", ou da ciência e do progresso, empurrando para a aniquilação aqueles cuja vida deixou de ter valor, pairam ainda como uma sombra.
Eutanásia

E o direito de ter dúvidas, não temos?  /premium

372
Na eutanásia, trata-se de cruzar mais uma linha vermelha relacionada com a “sacralização” da vida humana. Ficará assim provado que não há limites para o exercício do poder político sobre a sociedade
Política

A direita quebrou a 'geringonça'. E depois? /premium

É Rio, ironicamente, que detém o cronómetro deste tempo político: a direita precisará dele para governar e com o governo sob pressão da esquerda descontente, Costa, o aclamado maestro, perdeu a batuta
Oficina da Liberdade

Medeia: do mito ao metoo

479
O feminismo alimenta-se do ressentimento, o motor do totalitarismo. Tenta influenciar a sociedade e as estruturas de poder para promover uma agenda que prega a igualdade mas conduz ao seu contrário.
Habitação e Urbanismo

“Porta 65” e os relógios parados da Assembleia 

154
Os relógios da Assembleia da República – parados em 2010 – continuam a utilizar um instrumento político desafinado para responder aos desafios da década passada. Mas a realidade sobrepõe-se.
Economia em dia com a CATÓLICA-LISBON

É preciso formar a nova geração de líderes

Uma liderança competente estimula o compromisso dos colaboradores, podendo levar a aumentos de 22% na produtividade, de 48% na rentabilidade e à redução significativa das saídas dos mais talentosos.
China

A ditaduras e a indiferença ocidental /premium

Politicamente é preciso evitar que Pequim tenha demasiada influência na soberania de cada estado. E saber que áreas são vitais à soberania nacional para manter fora do alcance dos negócios com a China
Carreira

Mudar e seguir a sua paixão? Erro comum.

193
Paixão é impulso. Não é serenidade. Na serenidade se encontra muito mais a capacidade para se apreciar os projetos, os dias, a vida. Depois, pulsões são frémitos. E não mudança.
Política

Autismo partidário num Mundo em mudança /premium

Vivemos num momento não só de redefinição do sistema político mas também ideológica. As distinções clássicas entre esquerda e direita de pouco servem para compreender os desafios do Mundo actual.
Eutanásia

Portugal amordaçado

1366
Quando tantos deputados dizem que é tema de consciência individual, vamos a isso. A consciência individual que importa é a dos cidadãos, não a dos deputados. Ninguém vota em consciências individuais.
Ministério Público

Sem meias palavras

198
Considero que um nível adequado de escrutínio e transparência se conseguisse com a sumária identificação da ordem no processo e o seu depósito em expediente ou suporte conservado para consulta.
Incêndios

O condado mais ocidental da europa e seu xerife

Castiga-se os poucos que ainda sobrevivem onde e do sustento que mais ninguém quer exigindo, impondo, taxando, multando, expropriando, para fazerem as tarefas que nem o Estado faz naquilo que é seu.
caderno de apontamentos

O estranho caso das propinas

213
O PSD joga hoje tudo na tentativa de criar instabilidade entre o PS e os partidos à sua Esquerda, predispondo-se a votar favoravelmente iniciativas que são totalmente desconformes à sua matriz.
Banco de Portugal

Dizer não a Centeno /premium

147
Dizer não à ida de Centeno para governador do BdP é necessário para a protecção da independência do BdP. Que o líder do PSD não o entenda é uma incompreensível conivência com os interesses do PS.
Alimentação

É a agricultura intensiva que põe a comida na mesa

3384
Os nossos avós faziam “policultura” porque tinham famílias numerosas a trabalhar de graça e “moços de lavoura" muito baratos. Muitos eram os vossos pais e avós, que há muito emigraram para a cidade.
Eutanásia

2/2020: Um contexto para a discussão da Eutanásia

363
É paradoxal que a liberdade com que justificam a eutanásia venha ser deliberada por outros e que a outros seja entregue a sua execução. Toda esta construção é movediça. Muito movediça.
Fernando Medina

A imoralidade da renda acessível em Lisboa

1947
Fernando Medina prometeu 6000 casas de renda acessível, mas não produziu uma única. Foi ao baú de velharias e até usa os tarecos do Dr Salazar para mostrar 120 casas como se fossem uma obra inovadora
Óscares

O Joker não joga com o baralho todo /premium

494
Como é possível Joaquin Phoenix ter ganho a estatueta de melhor actor pelo seu desempenho em Joker? Então agora um chalupa a fazer papel de chalupa merece um prémio?
Coronavírus

Não estamos preparados

113
Num cenário semelhante à crise de Wuhan, não há resposta possível no sistema de saúde português, e ainda menos se só nos focarmos no SNS. Basta ver o que sazonalmente acontece com a “banal” gripe.
Extrema Esquerda

O problema da esquerda radical chic

3393
Esta esquerda é incapaz de se relacionar com as pessoas comuns, não usa a linguagem nem compreende as preocupações das pessoas comuns e julga com superioridade moral os que vivem de forma diferente.
Irlanda

O aviso que vem da Irlanda /premium

A Irlanda votou contra a austeridade que deteriora os serviços públicos, principalmente a saúde. A surpresa que aconteceu lá pode repetir-se em Portugal. PS e PSD que se cuidem.
Salários

O que o salário mínimo faz /premium

379
Os aumentos do salário mínimo nos últimos anos podem ter acelerado a saída do mercado de um grupo de empresas de baixa produtividade e este epifenómeno pode ter beneficiado a economia.
Eutanásia

Ouvir o povo não convém

284
Obrigada a todos os que assinaram a petição, a todos os que não desistem. É do que se trata, de não desistir, ir até ao fim. Um dia todos morreremos mas será de forma digna se não desistirmos de viver
Luanda Leaks

Portugal e Angola cooperam contra crime organizado

A extradição de nacionais só será permitida se houver reciprocidade prevista em convenção internacional nos casos de terrorismo e de criminalidade organizada, e deve dar garantias de um processo justo
Eutanásia

Vale realmente a pena viver até ao fim

339
Mas precisamente o sofrimento terminal pode ser a derradeira oportunidade para descobrir que a vida é dada por Outro: um dom, uma doação! Vi pessoas sem fé que O descobriram nesses momentos terminais.
Banco de Portugal

Ministro Centeno não deve ser o Governador Centeno /premium

331
O Ministro das Finanças passar diretamente a Governador é imprudente, tal como é pouco credível que o Professor Centeno, de um dia para o outro, se possa afirmar independente do Primeiro Ministro.
PSD

Os nomes das coisas /premium

A estratégia de Rui Rio é boa para inserir o PSD no sistema socialista, e deixar o PSD, como disse Poiares Maduro, jogar “o jogo de António Costa”. Mas quem ganha quando se faz o jogo do adversário?
Alemanha

Turíngia:linha vermelha na casa do leão ludovingio

É só um palpite, mas parece-me que muitos dos eleitores do PCP, PS, PSD e CDS até entenderiam muitas das propostas da AfD como razoáveis numa sociedade constitucionalmente laica como a nossa.
Futebol

O Benfica roçou o ridículo este fim-de-semana

489
Sim, Artur Soares Dias fez uma exibição paupérrima no Clássico, a fazer lembrar arbitragens dos anos 90, mas não foi por aí que o Benfica perdeu o jogo.Até porque o árbitro errou para os dois lados.
Orçamento do Estado

Livin’ la IVA Loca /premium

Há pouca gente mais eficiente energeticamente do que uma pessoa com frio, que até respira mais devagar e por isso emite menos CO2. E não há mesmo ninguém carbonicamente mais neutro do que um defunto.
Trabalho

O burnout não está na moda

É provável que o burnout represente um problema social urgente nos próximos anos, atendendo às transformações profundas que se observam na sociedade e afecte transversalmente diferentes gerações.
Eutanásia

Uma lei cruel é uma lei cruel /premium

650
Digam o que disserem, não conheço crueldade maior do que a desistência do outro, especialmente quando esse outro está no auge do desânimo e da aflição.
Enfermeiros

2020 Ano Internacional do Enfermeiro e da Parteira

397
O papel da Enfermagem é de tal forma relevante que a OMS a reconheceu que são necessários no mundo mais de 9 milhões de enfermeiros e parteiras, até 2030, para alcançar a cobertura universal em saúde.
Global Shapers

Prisões, a detestável solução que não abandonamos

286
Não defendo que devamos abrir mão das prisões, mas defendo que estas devam ser escolas de vida, por oposição às escolas de crime como são normalmente conhecidas.
PSD

Ninguém perdeu

729
Queriam a minha reação à “derrota” de Rui Rio e Negrão para o Conselho de Jurisdição Nacional do PSD. Apesar do receio de parecer presunçoso, fui rápido e claro: “eles não perderam, eu é que ganhei!”
Alzheimer

Um ano de regime de maior acompanhado

111
Doença de Alzheimer não é sinónimo de incapacidade. Como efeito da crescente consciencialização da população, atenta aos sinais precoces, multiplicam-se os casos de pessoas conhecedoras do diagnóstico
Ministério Público

Será que Pinto Monteiro regressou à PGR? /premium

487
É errado sinalizar que as conquistas do mandato de Joana Marques Vidal não foram positivas, porque não é consentâneo com uma Justiça cega e independente. E é um regresso ao passado que ninguém deseja.
Eutanásia

Debater a eutanásia – em resposta a Pedro Afonso

198
É por valorizarmos a dignidade da vida humana que queremos que cada um, nas situações impossíveis que são colocados, tenham a possibilidade de morrer conforme a sua melhor opção.
Futuro

O arrefecimento global /premium

A ideia de defender soluções políticas globais que resolvem tudo e criam sociedades perfeitas, pensadas por iluminados e impostas às massas tem dado muito maus resultados nos últimos séculos
Recursos Naturais

Areias movediças

Por ano, precisamos de 59 mil milhões de toneladas de recursos naturais. Desses, 89% é areia! Depois da água, a areia, é o recurso natural mais explorado. Somos uma sociedade construída sobre a areia.
Eutanásia

Eles lá sabem o que é morte digna, meu coronel

2496
Proibição do foie gras, coma-se antes o inútil ex-criador de gansos paraplégico. Todos baterão palmas, festejando a derrota do obscurantismo religioso, a vitória do novo Iluminismo da “liberdade”.
Orçamento do Estado

O Orçamento do IVA da luz /premium

Foi um processo de votação do OE bem interessante. Pelo que nos revelou das estratégias da oposição e do Governo, com o IVA da luz como pretexto. Um IVA que Costa quer tornar no que não é, progressivo
A página está a demorar muito tempo.