O piloto britânico Kris Meeke (Citroen) estreou-se a vencer uma prova do Mundial de ralis, na Argentina, acabando com o monopólio da Volkswagen na presente temporada.

Meeke, de 35 anos, que partilha a viatura com o navegador irlandês Paul Nagle, fez história na sua carreira, em prova na qual a Citroen fez a ‘dobradinha’, uma vez que o finlandês Mads Ostberg ficou em segundo e ascendeu a igual posição no Mundial.

A Citroen não vencia uma prova há dois anos, desde que o francês e múltiplo campeão do Mundo Sebastien Loeb abandonou a competição.

Kris Meeke interrompeu ainda uma série de cinco triunfos consecutivos do francês Sebastien Ogier — e sete da Volkswagen — atual bicampeão do Mundo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ogier, que tinha vencido as três primeiras provas do Mundial, nunca lutou pela vitória, uma vez que o seu carro avariou sexta-feira, o que o fez voltar à competição no sábado com penalização de 35 minutos.

O gales Elfyn Evans levou o seu Ford Fiesta ao terceiro lugar, depois da avaria do Volkswagen do finlandês Jari-Matti Latvala.

O Mundial prossegue com o Rali em Portugal (21 a 24 de maio), ao qual ao Ogier, apesar do percalço, chega com 84 pontos e com uma vantagem superior a 30 pontos me relação a Ostberg.