Três filmes portugueses, de Salomé Lamas, Hugo Vieira da Silva, Sérgio da Costa e Maya Kosa, foram selecionados para a secção “Fórum” do Festival Internacional de Cinema de Berlim, marcado para fevereiro.

O Fórum é descrito pela organização como “a secção mais ousada do festival” e para a 46.ª edição foram escolhidos 44 filmes, a maioria em estreia mundial. De Portugal foram escolhidos “Eldorado XXI”, de Salomé Lamas, “Posto avançado do progresso”, de Hugo Vieira da Silva, e “Rio Corgo, de Maya Kosa e Sérgio da Costa.

Esta deverá ser uma das maiores representações do cinema português no Festival de Berlim, cuja programação completa será revelada a 02 de fevereiro em Berlim.

Já antes tinha sido anunciado que “Cartas de Guerra“, de Ivo M. Ferreira, tinha sido selecionado para a competição de longas-metragens e vai competir pelo Urso de Ouro. “Balada de um batráquio”, de Leonor Teles, e “Freud und Friends”, de Gabriel Abrantes, competem nas curtas.

No programa “Forum Expanded” do festival estará “L’oiseau de la nuit”, de Marie Losier.

No Berlinale Talents, outro dos programas paralelos, estarão o produtor Pedro Fernandes Duarte e os realizadores André Marques e Inês Oliveira.

Para o programa “Co-Production Market”, no qual produtores e realizadores procuram parceiros para a produção de novas obras, estará o ator Gonçalo Waddington com o projeto da primeira longa-metragem que realizará, intitulada “Patrick”.

O 66.º festival de Cinema de Berlim decorrerá de 11 a 21 de fevereiro e a abertura ficará por conta de “Hail, Caesar!”, filme dos irmãos Ethan e Joel Coen. O júri será presidido pela atriz norte-americana Meryl Streep.